O MENDIGO DAS ESTRELAS - Crônicas Brasilandenses / Carlos Alberto dos Santos Dutra

A nova obra do professor Carlos Alberto dos Santos Dutra retrata a angustiosa história de um pobre marginalizado da sociedade humana e da vida, cada vez mais comum no Brasil. Mas que espécie de homem é esse mendigo? Aonde o leva a jornada da sua vida?

O seu retrato, pintado pelo mestre Carlito nessa peculiar obra literária, mostra um homem que é tão gente como nós, que já conheceu a fome, o desespero, derrotas e degradações, amor e ódio, ternura e rancor. É alguém que vive na miséria, passa o Natal na praça, dorme ao relento, toma banho em chafarizes ou ribeirões e troca de roupa ao céu aberto ou debaixo da ponte.

Todavia, o Mendigo das Estrelas não é um indigente convencional, exceto pela tosca barba que lhe tapa a metade da cara. Melhor que a maioria dos indigentes que conhecemos, o Mendigo das Estrelas está de olho na sociedade me que vive, perscrutando a política com óculos-de-alcance, aprendendo com o forasteiro amigo, como as coisas acontecem por aqui. Porque sempre é tempo de experimentar e um novo ciclo recomeçar...

Dr Adão Valdemir Levorato
Promotor de Justiça

Carlos Alberto dos Santos Dutra, popular Carlito, natural de Cacequi-RS, 48 anos, casado com Vilma Galli Dutra, pai de 3 filhas, é diácono católico e advogado militante dos movimentos sociais na cidade de Brasilândia-MS, onde vive desde 1986. Autor de 4 livros e ganhador de vários prêmios literários, tem artigos, contos e poesias publicados em diversas revistas especializadas. Em Outubro de 2004 elegeu-se vereador pelo Partido dos Trabalhadores de sua cidade.







Serviço:

O Mendigo das Estrelas - Crônicas Brasilandenses
Carlos Alberto dos Santos Dutra

Scortecci Editora
Crônica
ISBN 85-366-0245-7
Formato 14 x 21 cm - 300 páginas
1ª Edição - Ano 2005

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home