O SONHO E A MÁSCARA: ANTERO DE QUENTAL E FERNANDO PESSOA / Maria Natália Ferreira Gomes Thimóteo

Para Fernando Pessoa, Antero de Quental, o poeta líder da “Geração 70”, é o precursor da modernidade poética em Portugal.

Foi ele, no século XIX, o iniciador de uma nova poesia na literatura portuguesa, inspirada em idéias filosóficas, éticas e emoções relacionadas á realidade, trabalhando com elementos exteriores ao sentimento individual.

O mesmo projeto será o de Fernando Pessoa, no século XX, tendo como suporte o binômio sentir/pensar e o jogo heteronímico, já iniciado por Antero.

O presente trabalho analisa os Sonetos de Antero, seu processo de criação e os aproxima da obra de Fernando Pessoa. Ressalta aí a herança: anteriana, principalmente o Pessimismo, a “dor do viver”, as personificações como a Noite e a Morte, sendo o Sonho o principal fundamento da obra dos dois poetas.

Natália Gomes nasceu em Viseu (Beira-Alta), Portugal. Ainda criança emigrou com seus pais para o Brasil e mora em Guarapuava, no Paraná. Professora de Literatura Portuguesa na Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná – UNICENTRO, é doutora em Letras pela UNESP, Campus de Assis – SP. Dedica-se principalmente ao estudo da Literatura e das relações entre as Artes.






Serviço:

O Sonho e a Máscara: Antero de Quental e Fernando Pessoa
Maria Natália Ferreira Gomes Thimóteo
Scortecci Editora
Crítica e Interpretação
ISBN 85-366-0397-6
Formato 14 x 21 cm - 356 páginas
1ª Edição - Ano 2005

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home