O HOMEM QUASE PERFEITO / José Marques Sarmento

Trecho do Livro O homem quase perfeito "O corpo era um molejo só.
Homenzinho franzino, estatura baixa, demonstrava claramente ter passado sérias dificuldades quando criança. Mané Fufuba, este era seu apelido herdado desde a infância.
O gingado nocorpo o fazia quase um boneco mamolengo. Bonezinho cobrindo as entradas, óculos escuros para fugir da claridade medonha do sertão. Figura extravabunda."




José Marques Sarmento nasceu em São Gonçalo, município de Sousa, cidade do alto sertão paraibano. Chegou a São Paulo em 1977 e desde então, reside aqui.
Depois de fazer vários trabalhos para sobreviver, profissionalizou-se como   eletricista cinematográfico, prestando serviços até hoje, tanto em filmes de longas-metragens, quanto em filmes publicitários.
Tem quatro livros editados: Só falando muito eu consegui a madonna; Urbanóides, um caos paulistano; Um homem  quase perfeito e A revolução dos corvos (os dois últimos, editados graças à lei municipal     de incentivo à cultura do município de são paulo, lei no 10.923 — lei marcos mendonça).
Casado, morador dos arrabaldes paulistanos, tem quatro filhos: Caíque, onze anos; Cauli, nove anos; Ian, sete anos e Ívio, de seis meses de idade (todos com um pirulitinho entre as pernas).

Serviço:

Um Homem Quase Perfeito
José Marques Sarmento

Scortecci Editora
Romance
ISBN 85-7372-185-5
Formato 14 x 21 - 200 páginas
1ª Edição - 1999

Mais informações:
 
Catálogo Virtual de Publicações

 
Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home