BARONESA DE ARARY / José Venâncio de Resende

Este livro retrata a história do conjunto residencial Baronesa de Arary, prédio que faz parte da vida cultural e social da capital paulista. O edifício surgiu em 1957, no bojo do processo de modernização, puxado pela industrialização e pela urbanização da Cidade. Surgiu no momento em que a Avenida Paulista começava a se tornar símbolo do capitalismo brasileiro e expressão da mais alta modernidade quanto a aspectos arquitetônico, financeiro, cultural, artístico, gastronômico e político.

O Baronesa de Arary vive hoje um grande dilema: aderir à nova fase da Avenida Paulista - voltada para serviços ao mesmo tempo de alto padrão e de consumo de massa - ou continuar sendo uma ilha residencial circundada por negócios, que ganhou algum fôlego com a reforma elétrica, realizada a duras  penas graças principalmente à obstinação da síndica Maria do Carmo do Torga.

O Arary é um retrato dos altos e baixos do País, na medida em quem se caracteriza por mais de quatro décadas de postergação de medidas urgentes - como a reforma elétrica - presença de administrações incompetentes e muitas vezes corruptas. Subordinação do bem estar da maioria a interesses de grupos e rolagem de dívidas na maior parte das vezes em condições desfavoráveis.

Este livro serve, ainda, de alerta aos cidadãos contra o desrespeito ao consumidor, a grande picaretagem que paira sobre as administrações de condomínio. Destina-se, em especial, a profissionais de direito, da engenharia e arquitetura, da moda e do meio artístico, além de moradores de condomínios residenciais de estudantes. 

Serviço:

Baronesa de Arary
José Venâncio de Resende

Scortecci Editora
ISBN 85-7372-932-5
História
Formato 14 x 21 cm - 288 páginas
1ª Edição - Ano 2003

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home