Receba nossa Newsletter: Nome Email

POEMAS INTROSPECTIVOS / Luis Filipe Rocha de Almeida

Liberdade foi, é e será sempre a luta constante da humanidade. Às vezes de modo absolutamente inconsciente coletiva e individualmente. O libertário tem absoluta consciência da responsabilidade das escolhas e, seu agnosticismo, na medida da incerteza, não permite criar regras ou as endossar para os outros. A responsabilidade individual pela escolha da liberdade é, ao contrário do que os moralistas apregoam, a única forma consciente de estar vivo e participar igualitariamente com a coletividade. A introspecção faz parte desse processo consciente de escolha pela liberdade, pois há que saber quem e porque somos, a fim de identificar quem queremos e podemos ser.

Absolutamente Sou

Minha poesia é rude
Fria como pedra
Da alma escancarada
De minhas entranhas mais  íntimas.

Se não sou feliz
Jamais serei meigo.
A felicidade é resultado genético­
Como Darwin expôs:
Alguns cachorros e cavalos têm mau humor.

É esta minha poesia,
Das dores, mesmo irreais, mas que sinto;
Do sintoma do que sou
Quando cuspo no papel
Intimidades, que me vão, na alma.

Quando abrires as pernas
Treparemos e até gozar farei, gozarei,
Mas não te iludas
Sofrerei também aí
Porque sou escravo de meus desejos.

Minha poesia é ruim
Mas não me acusem de plágio.
Sou absolutamente autêntico, Criativo, original.

Este sou eu e a poesia que me reflete
Rude e grosseiro,
Mas honesto; Serei, jamais, outra coisa.

Ao morrer, sem culpa ou erro,
Escrevam na lápide
Jaz um poeta, não pelo que escreveu,
Pelo que ousou viver.


Luis Filipe Rocha de Almeida, nasceu em 25 de novembro de 1956, em Portugal, país em que viveu até 1977. Imigrou para o Brasil nesse ano, estabelecendo-se em São Paulo, Capital, onde ainda reside. É formado em direito exercendo a advocacia. É casado e pai de duas meninas. Publicou dois livros de poesia, Sobrevida e Coisas de Época, ambos pela Scortecci Editora, respectivamente em 2001 e 2003.

Serviço:

Poemas Introspectivos
Luis Filipe Rocha de Almeida
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-1545-5
Formato 14 X 21 cm 
44 páginas
1ª edição - 2009

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações


Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home