ARCA DA ALIANÇA / Manuel Paulo

Dá à estampa o seu segundo livro de poesia, Manuel Paulo. Fá-lo sob o signo da Arca da Aliança que dá o título à obra e que de alguma maneira se explica no primeiro poema: lugar mítico onde se hão de guardar as memórias do que passou e do que há de vir:

" A Arca irá recolher

As tuas memórias,

As histórias dos teus filhos

E as dos filhos dos teus filhos

Até à terceira

E quarta geração.”

E simbolicamente ficam em branco as últimas páginas. Num convite mudo a que cada um aí registe as suas recordações, estabelecendo com o poeta uma cadeia de vivências que pode significar que todos somos um na busca da felicidade, na procura do encontro consigo próprio.
Isabel Bruma

Poeta desde os quinze anos,  Manuel Paulo publicou o primeiro livro, Ponto Final, aos sessenta e cinco. Eis como Isabel Bruma define a poesia de Manuel Paulo, no Prefácio desse livro:

“Num tempo em que a poesia procura desesperadamente  a novidade, nem que seja à custa do hermetismo da palavra, da figura arrojada, do “non sens”, da violência do verbo, a poesia de Manuel Paulo é um rio de águas transparentes em que o leitor mais descuidado vê retratados os seus anseios, se depara com as suas angústias, percebe como é importante sonhar para se realizar como homem”.

Durante esse tempo licenciou-se em Economia pela Universidade do Porto, Portugal, assumindo responsabilidades de gestão em sociedades de Grupos empresariais tais como o Grupo Nestlé. Exerce ainda a atividade de Consultor de Gestão.

Amador e amante de poesia, nunca deixou de escrever, criando muitos dos seus textos para serem declamados em momentos importantes ou simbólicos da vida da família e das comunidades a que foi pertencendo.

Dá agora à estampa o seu segundo livro: Arca da Aliança.

Serviço:

Arca da Aliança
Manuel Paulo

Scortecci Editora
Poesia Portuguesa
ISBN 978-85-366-1567-7
Formato 14 X 21 cm 
80 páginas
1ª edição - 2009

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações


Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home