A SAGA DAS BRUXAS / Mario Filkauskas

A Inquisição garimpou, perseguiu, capturou e mandou para a fogueira todos aqueles que apresentavam dons paranormais ou equivalentes e dessa forma poderia ter atrasado a evolução humana. Por outro lado, involuntariamente compactuou com a natureza, frequentemente jogando numa mesma prisão muitos desses dotados que de outra forma estariam espalhados e separados por longas distâncias e que jamais se conheceriam. Esta é a epopeia de um desses grupos, unidos pelo infortúnio, que com a união de seus dons lograram fugir e se estabelecer em um local remoto e secreto onde seus descendentes vivem até hoje. Nas gerações que descenderam do primeiro grupo, os dons originais foram depurados e evoluíram ainda mais.

Na época atual, alguns desses bruxos com frequência visitam o chamado “mundo civilizado” e quando surgem problemas entre nós e eles o resultado pode ser imprevisível.

Mario Filkauskas é engenheiro. Viajou muito, conhecendo outros países e fazendo contato com muitas culturas diferentes. É apaixonado pelo exótico, pelo misterioso, pelo oculto e pelo insólito. Leitor assíduo de contos de ficção científica, sempre preferiu autores que fundamentam o escrito em extensa bibliografia, acompanhando o estado da arte e extrapolando o próximo estágio de evolução da ciência e do conhecimento humano, modelo que adota em suas  obras. Amante da natureza, em sua juventude praticava camping selvagem, o que lhe rendeu muitas aventuras e experiência de sobrevivência. A autenticidade dessas aventuras transparece em seu livro. Suas obras anteriores são um livro técnico, O plástico, e um romance de ficção cientifica (ATXES – O enigma veio do espaço).

Serviço:

A Saga das Bruxas
Mario Filkauskas

Scortecci Editora
Ficção
ISBN 978-85-366-1661-2
Formato 14 X 21 cm 
188 páginas
1ª edição - 2010

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações


Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home