ADORADORES DO SOL / Fernando Canto

Adoradores do Sol é uma obra plurissignificante, pois reúne alguns trabalhos que originalmente foram publicados na imprensa e que abordam temas primordiais para todos os brasileiros, principalmente os que habitam esta região.

Fernando Canto é um artista talentoso e criativo. Dono de uma linguagem que ora e vez é impregnada de elementos poéticos, o que torna o seu texto rico, agradável e carregado de informações que dão consistência e substancialidade às crônicas e artigos que ele tão bem vem produzindo ao longo dos anos, compartilhando conosco esse acervo precioso, registrando em prosa suave e airosa suas pesquisas sociológicas e históricas, bem como impressões e poemas que enriquecem os textos.

Intelectual atuante, artista cuja sensibilidade o faz destacar-se tanto na literatura como na música, seu trabalho sempre é bem recebido por todos aqueles que são ávidos pelo que há de melhor em nossa literatura.

Neste Novo Textuário do Meio do Mundo nos depararos com um conteúdo que nos encanta desde o primeiro parágrafo. Em meio a tantos livros supérfluos, podemos comemorar a chegada de Adoradores do Sol como um fato da mais extrema importância para nossas letras, que sempre tiveram no autor de O Bálsamo um escritor pródigo em nos legar textos de um lirismo aconchegante, bem ao estilo dos melhores poetas da língua portuguesa. Por isso Macapá agradece por ter, entre seus escritores, Fernando Pimentel Canto, um cantador cheio de amor por esta terra, sua gente e história.

Paulo Tarso Barros

A exemplo do que escreveu em Telas & Quintais (1987), Fernando Canto mostra nesta nova coletânea de textos publicados em jornais macapaenses de 2007 a 2009 (com exceção de “A torre e o dragão da contemporaneidade”, em “O Liberal Amapá”, 2001), um panorama da vida amapaense.

Tanto a cultura como outros aspectos sociais locais são evidenciados num vasto panorama no qual o autor retrata com personalidade e autenticidade suas memórias e opiniões, através de uma linguagem acessível a todos.

Fernando Canto viaja pelas suas crônicas e artigos revelando situações até então desconhecidas da grande maioria dos amapaenses. São resultados de suas pesquisas individuais, lembranças e mergulhos poéticos que a vida e a paisagem instigam para a feitura da sua literatura. Aliás, este livro é apenas uma das facetas literárias do autor, posto que já incursionou pelos caminhos da poesia, do conto e da crônica, sem contar suas experiências na dramaturgia e em ensaios científicos.

Fernando Canto considera-se um escritor brasileiro impregnado de cultura amazônica, aventura que vive no dia a dia, absorvendo inclusive suas mais recônditas expressões, que marcam suas diferenças neste universo fantástico, cheio de (i)realidades. Considera-se também independente e descomprometido com as amarras de grupos políticos, acadêmicos ou literários. É sociólogo formado pela Universidade Federal do Pará - UFPA - e iniciou suas atividades profissionais no ex-território federal do Amapá, hoje Estado. Criou-se em Macapá, no bairro do Laguinho, onde aprendeu a cantar o Marabaixo e o Batuque dos negros locais. Participou ativamente dos movimentos culturais da cidade, como membro do Grupo Musical Pilão, que gravou três CD’s de divulgação do folclore amapaense e de músicas regionais, como músico e compositor. Ganhou festivais de música em Minas Gerais, São Paulo e no Amapá. Lecionou no antigo Núcleo de Educação da UFPA, em Macapá, que deu origem à Universidade Federal do Amapá – UNIFAP, e depois se transferiu com a família para Belém, onde por quase dez anos atuou na UFPA como sociólogo e professor (UNESPA e UFPA). Em Belém ganhou inúmeros prêmios literários e publicou outros livros.De volta ao Amapá, trabalhou no Governo do Estado como assessor da Fundecap e mais tarde coordenou as atividades culturais da Prefeitura de Macapá. Atualmente trabalha na UNIFAP  é mestrando em Desenvolvimento. Fernando Canto é natural de Óbidos-PA, nascido em 1954. Para ele, este livro é para ser lido à sombra de uma alvineira frondosa e verde, pois os Adoradores do Sol que se prezam já trazem seus sonhos e memórias iluminados pelo Sol do equador.

Serviço:

Adoradores do Sol - Novo Textuário do Meio do Mundo
Fernando Canto
Scortecci Editora
Crônicas
ISBN 978-85-366-1645-2
Formato 14 X 21 cm 
268 páginas
1ª edição - 2010

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações


Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home