PUTREFAÇÃO - A NOVA CARA DO BRASIL / Dirce Lua

A audácia exposta neste livro evoluiu com meus pensamentos, análises e estudos baseados num sistema de governo. Hoje, à beira dos 500 anos, estou triste e enfraquecida. Acreditei na democracia, na expectativa de que, com ela, surgiria uma nação estruturada. Em pleno séc. XX, vivemos na pobreza, com humilhação e vergonha de sermos brasileiros. Pois por culpa de alguns governantes, que agem com abuso de poder, nosso país está em decadência total.

Não vejo mais dignidade naqueles em quem confiamos nossos votos na era da democracia. Minhas esperanças estão se acabando. O mundo do crime vem aumentando e nossos governantes compartilham da guerra em busca do capital, ultrapassando todos os limites e vendendo o nosso suor. Mas temos que continuar, pois no meio dessa podridão existem ainda pessoas de bom senso. Coloco aqui, abertamente, a situação em que nos encontramos, pequeninos nesta terra imensa, onde o poder aquisitivo fala mais alto.

Infelizmente, a minoria dos gananciosos está aumentando, e nosso país está ficando cada vez mais doente, em todos os aspectos: a massa carente está com fome, desempregada, sem estudos, doente por falta de remédios; há torturas psicológicas, falta de abrigo e terras para plantar; nossos ideais são castrados a cada dia que passa. Por fim, estamos, até hoje, sem saída.

Escrevo este livro fugindo do meu estilo: amor, para amenizar minha angústia, e meus pesares àqueles que partiram em situações decadentes - vítimas da fome no Nordeste, pessoas que já se suicidaram em momento de desespero por não poderem dar uma vida digna a seus filhos, e meus irmãos, a quem respeito muito, por um dia participarem do desenvolvimento desta nação. E, estando eles onde estiverem, rogo que nos ajudem a expulsar alguns governantes e empresários gananciosos, que estão desviando o nosso suor para o exterior e engordando a suas contas bancárias.

Que a massa humana, em geral, venha manifestar cada vez mais o interesse em derrubar o poder, fortalecendo a CPI ( se é que esta é realmente uma entidade em que podemos confiar) e afastando governantes individualistas, que vem torturando o trabalhador cada vez mais e fazendo este país uma senzala.
Dirce Lua

Dirce Lua nasceu na cidade de São Paulo em 21 de junho de 1963. Considerada pelos amigos - seus leitores - uma eterna sonhadora, tem gravada na mente a faculdade da vida. Conta com o apoio de todos os amigos e familiares, que vem incentivando seu trabalho com seriedade desde o início da sua carreira como escritora (poetisa e cronista). Dirce Lua é perseverante e, graças a isto, lançou três livros: Uma vida em frenesi - vol. I (1/4 de um século), em 1992, Uma vida em frenesi - vol. II (Violentaram meu destino com a razão, atropelaram meus ideais com a ignorância e castraram meus sonhos com a realidade), em 1993, Uma vida em frenesi - vol. III (Sophia, espírito cigano) em 1994, todos contendo fatos verídicos, escritos poeticamente com uma variação de contos, crônicas e poemas. A autora defende a arte com paixão. Obeteve um alto controle de sua mente praticando lutas marciais, entre elas Kung Fu, shaolin, chutebox e wing chun. Psicografa entidades de quem desconhece a morada e o porque de trazerem tantas palavras amigas e consoladoras. Continua nesta, como em outras obras já escritas, sonhando com a paz, o amor, a liberdade, a paixão, um reencontro e acreditando num futuro melhor para a humanidade, sempre preparada para a próxima vez. Os piores sentimentos considerados por ela são a ambiçaõ e o egoísmo, porém luta sempre contra estes conflitos e acredita piamente na reencarnação de Jesus para salvar o povo do sistema capitalista.

Serviço:

Putrefação
A Nova "Cara" do Brasil
Dirce Lua

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 85-7372-372-6
Formato 14 x 21 cm 
60 páginas
1ª edição - 2000

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home