O VENTO, O MAR E A AREIA / José Manuel macário Rebêlo

Em O vento, o mar e a areia, num paraíso não muito distante desenhado pelo vento, pela areia e pelo tempo, o autor pinta com palavras todo o belo cenário dos Lençóis Maranhenses. Com a leveza da pena, Rebêlo expõe por meio de uma narrativa bem tecida muitos dos problemas da região. Ao retratar fatos que atravessam os Lençóis Maranhenses, nosso autor lida com um dos papéis essenciais da Literatura: a formação do homem.

Rebêlo construiu uma narrativa que, além de soltar a imaginação do leitor, pretende informá-lo e, mais que isso instrui-lo, de modo a instaurar a consciência e a percepção histórica da preservação de uma região tão rica. Um curioso e insistente menino sem pai, um pescador que sabia ler a vida por meio dos desenhos que o vento fazia com a areia e um pesquisador ávido por conhecimento. Esses são os personagens criados pelo autor para dar vida e voz à sua narrativa.

Em comum, todos se veem, de algum modo, ligados à bela região. Como uma história não sobrevive apenas de lindas paisagens e personagens interessantes, uma grande aventura atravessa e dá vida à narrativa: a busca de uma concha que irá revelar muitas coisas sobre o belo paraíso dos Lençóis, bem como sobre a história e destino de seus moradores. Mais que um romance, O vento, o mar, e a areia é a ponte tênue entre o real e a ficção, que existe não apenas na Literatura, mas também em nossas vidas, no mergulho em nossos próprios sonhos e histórias.

José M. M. Rebêlo nasceu em Barreirinhas, litoral nordeste do Estado do Maranhão, em 06 de setembro de 1960. É licenciado e bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Mestre em Entomologia na Universidade de São Paulo (USP) e Doutor em Zoologia pela Universidade Paulista Júlio Mesquita (UNESP) desde 1993. Entre os anos 1994 e 1995, lecionou Parasitologia na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), onde participou efetivamente na implantação do curso de Mestrado em Saúde e Ambiente, do qual foi coordenador por duas gestões. Entre 1996 e 1997, foi professor contratado pelo Departamento de Biologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Em 1997, após realização de concurso público, tornou-se professor adjunto do Departamento de Química e Biologia da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). No entanto, após aprovação em um novo concurso, torna-se professor titular junto ao Departamento de Biologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), no qual permanece até hoje. Rebêlo já publicou inúmeros artigos científicos em revistas nacionais e internacionais, apresentou diversos trabalhos acadêmicos, orientou alunos de graduação e pós-graduação. É autor dos livros Flebótomos vetores das leishmanioses. Manual para técnicos da área de saúde, de 1999; Bioecologia dos Triatomíneos Vetores da Doença de Chagas, de 2000 e Manual de bioecologia dos vetores da malária, de 2001 e História Natural das euglossíneas. As abelhas das orquídeas, de 2001. O súbito interesse pelo trabalho literário surgiu mais da angústia de assistir a chegada do progresso arrasador e impiedoso na região de sua cidade natal, com o desenvolvimento do turismo exploratório. Rebêlo é membro da Academia de Letras de Barreirinhas.

Serviço:

O Vento, o Mar e a Areia
José Manuel Macário Rebêlo
Scortecci Editora
Teatro
ISBN 978-85-366-2026-8
Formato 14 x 21 cm 
232 páginas
1ª edição - 2011

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home