UM HOMEM... UMA MULHER E SUAS POESIAS / Cesar Alvarenga / Vera Alvarenga

Um homem, uma mulher... um momento. Duas vidas que há 40 anos decidiram unir-se para caminharem juntos por uma mesma estrada, embora soubessem que haveria tantas outras que cada um teria de seguir sozinho. Um homem, uma mulher... um momento. Duas vidas que neste instante decidiram marcar um encontro num mágico espaço – um livro de poesia. Um homem, uma mulher... um momento.

Duas vidas que aqui se misturam, entre versos e contextos e estão a interpretar, com seus olhares, diversos aspectos de si e do viver. Palavras, signos, poemas a descrever diferentes circunstâncias, modos distintos do sentir e do expressar-se. Propositadamente, não escolheram aqui encontrar-se por suas semelhanças, seja na concordância dos temas ou no modo como compreendem o mundo, mas ao contrário, marcaram este encontro neste poetar, entre suas individualidades e apesar de tudo que os diferencia. Um homem, uma mulher... convidam você, leitor, para participar deste encontro. Puxe uma cadeira. Sente-se aqui conosco. Deixe o tempo passar...Vamos apenas poetar.
Vera e Cesar Alvarenga.

Cesar Augusto de Alvarenga, brasileiro, natural de Parati - RJ, casado com a escritora e artista plástica Vera Alvarenga há quase 40 anos, com quem teve três filhos homens. De família simples, lutou para conseguir sair das maiores dificuldades que a vida lhe impôs. Tornou-se empresário. Estudou Artes Plásticas por dois anos no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, recebeu premiações nacionais e internacionais em seus trabalhos de esculturas e máscaras. Ao se aposentar, iniciou sua carreira literária escrevendo poesias e textos críticos, dando origem ao livro que hoje se torna realidade em sua vida. Em seus 67 anos de idade, fez parte de diretório estudantil, exercendo funções de diretoria e presidência, pertenceu ao movimento dos escoteiros do Brasil, trabalhando com jovens em boa parte da sua vida e onde exerceu funções no Rio de Janeiro e também em São Paulo como Escoteiro Sênior, Pioneiro, Chefe de Tropas, de Grupo, Comissário Distrital, Ass. Regional. Afastou-se do movimento como membro, do Grupo de Guiwel. Foi político durante 18 meses, enquanto candidato a governador de Santa Catarina.

Vera  Maria  Espósito  de Alvarenga. Nasceu em São Paulo em 28 de maio de 1951. Viveu infância e adolescência no bairro de Moema. Começou a escrever e compor músicas desde menina. Gostava de artes e artesanato. Fez Adm. Hospitalar. Trabalhou no Inst. do Câncer na Santa Casa - SP Casou cedo e teve 3 filhos homens. Durante anos dedicou-se à família e só em 1985, já com os filhos adolescentes, voltou às artes e ao estudo, mas não concluiu a faculdade. Participou de exposições e, como artista plástica/escultora, foi premiada no Brasil e exterior. Publicou em 1986 o 1º livro infantil ilustrado por crianças num projeto seu, apoiado pela Escola Pequenópolis - SP. Em 1987, publicou mais 3 livros infantis, dois pela Ed. Paulinas, com 4 e 5 edições. Dedicou-se, por 15 anos, à Cerâmica. Realizou seu projeto “Mosaico na Comunidade” com o tema “Água = Vida, Saúde e Prazer”, em duas escolas nas cidades de Florianópolis e Birigui. Finalmente em 2009 volta a escrever e tem como projeto pessoal, publicar seus livros de poesias, contos infantis, crônicas. Com 60 anos, volta à faculdade – Letras.

Serviço:

Um Homem... Uma Mulher e Suas Poesias
Cesar Alvarenga
Vera Alvarenga

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-2188-3
Formato 14 x 21 cm 
108 páginas
1ª edição - 2011

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home