O VOO DO BEIJA-FLOR / Carlos Soares de Oliveira

Tenho tantas definições para a poesia em mim e para mim. Talvez estas sejam as principais: 'As poesias são como outro corpo que fala por mim quando meu corpo não consegue se explicar'. 'Se o planeta tem 2/3 de água e 1/3 de terra eu tenho 2/3 de poesia. A outra parte, não sei'. Com a poesia conquistei amigos, venci dificuldades, entendi melhor a vida.

Vivo a poesia com afinco porque a respeito como dom de Deus, eu não apenas a coloco no papel, eu visto poesia, eu respiro poesia. Quando escrevi meu primeiro poema “O Sonho das Estrelas”, que abre este livro, digo nele... 'eu queria ser uma estrela...' . O próprio poema diz, não estrela de ser o maior, mas de ser visto, de ser lido, de ser compreendido, pois não há outra forma de eu me expressar melhor a não ser pela poesia.

Se eu conversar com alguém olhando nos olhos, talvez não fale tão explicitamente de mim. Acho melhor dar à pessoa algumas poesias e dizer. “Tome, esse sou eu”. Quando eu disse... 'eu queria ser uma estrela', eu vislumbrava meu próprio livro, distante, mas vislumbrava. Comentei com uma amiga: 'Vejo meu livro como uma estrela bem distante, hoje minha mão não alcança, mas nunca impossível. Um dia vou tocar nessa estrela'.

Com olhos cheios de lágrimas ela respondeu. 'Vai sim e eu aposto nisso'. Mais de vinte anos se passaram, eu via a estrela, às vezes ela sumia, depois aparecia. Não é fácil ser beija-flor, beija-flor é frágil, mas é ao mesmo tempo audacioso, desafia o vento e a lei da gravidade. Só assim para alcançar uma estrela tão distante. Nesses mais de vinte anos, cada vez que alguém leu minha poesia, me senti incentivado dando mais um passo rumo à estrela. Hoje eu pude tocá-la, graças a cada um que acreditou.  Leiam este livro, mas não como um simples livro... Este livro é o meu coração.

Operador de Tráfego Aéreo, Nascido em Iapu-MG, Carlos Soares de Oliveira viveu infância, juventude e maior parte da vida adulta em Ipatinga-MG. Mudou-se para Governador Valadares-MG por motivo de trabalho. Pesquisador, contestador, autodidata. Como poeta conquistou, entre outros, os seguintes destaques literários: 1º lugar em SP – Poesia em Trânsito – Editora Arte Literária, 2005; 8º lugar  no 19ª FESP – Festival Estadual de Poesia - Cidade de Ipatinga-MG, 2004 e 2007; 8º lugar no 1º FESTRIODOCE – Cidade de Governador Valadares-MG, 2008; Prêmio Publicação Poetas Brasileiros de Hoje – 1986 Editora Shogun Art; além de várias participações em coletâneas.

Serviço:

O Voo do Beija-Flor
Carlos Soares de Oliveira
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-2217-0
Formato 14 x 21 cm 
116 páginas
1ª edição - 2011

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home