OS FUNERAIS DE APOLO / Oidualc Atsoc

Se você se vê como um penetra no banquete da vida, achando literatura um pé no saco e sentindo náuseas ao entrar em livrarias... então pode ser que esse livro lhe seja indicado.

Oidualc Atsoc é o alter-ego literário de Claudio Ferreira Costa, professor universitário e pesquisador, que trabalhou em Konstanz, Munique, Berkeley e Oxford, e que é melhor conhecido por seu trabalho inovador em filosofia analítica contemporânea. Os Funerais de Apolo é um trabalho experimental escrito na juventude e só agora relutantemente dado a público.

Agora o pranto molha o rosto e o pranto não tem consolo.
Periquitos depenados são cozinhados em frigideiras de aço,
Uma multidão de corvos alça voo e obscuresce o sol.
E os girassóis sofrem de torcicolo – de tanto procurar.
Do mágico encantador de serpentes resta apenas a
ventríloqua sombra,
E olhos violentadores rasgam o ventre pálido das mentes.
Agora silêncio culpado borra a noite em perpétua núvem.

Os sapos mijam na madrugada cinzenta.
Pobres escrementos esquecidos
No amor do pudor do sapo.
Duvidosamente violáceos!
Bem como arborescentes e descrentes.
É assim que o jardim acorda de seus sonhos,
Isto é:
Pelo mijo dos sapos na madrugada cinzenta.

A revolução não precisa de cientistas, nem a alcova de Mozarts.

Serviço:

Os Funerais de Apolo
Oidualc Atsoc
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-2245-3
Formato 14 x 21 cm 
76 páginas
1ª edição - 2011

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home