ANTÔNIO, UM BRASILEIRO / Joaner Campello

Antônio aflorou para a vida em um contexto em que imperava a ausência das coisas mais básicas. Mas, na verdade, todos os indivíduos possuem uma inclinação, almejam atingir algum objetivo na vida e o rapaz também tinha os seus. Claro que pessoas diferentes têm metas desiguais.

Uns desejam um novo corte de cabelo, outros uma nova máquina esportiva com muitos cavalos de potência e de alguns milhares de reais, enquanto outros querem apenas se libertar do cotidiano de violência que os assola e auferir o mínimo de renda para manter a subsistência familiar. Embora todos tenham a mesma natureza humana, os anseios diferenciados representam o resultado da diversidade social.

Este é um dentre vários questionamentos que durante a obra nos convidam a pensar sobre a vida e a sociedade. Neste cenário, três cidades: Salvador, Belém e Recife. O que estas cidades distantes e distintas têm em comum? A resposta está no desenrolar da trama. Uma história de sofrimento e esperança cujo enredo demonstra a luta de um jovem paraense, portador de epilepsia, que deixa o lar materno visando complementar a economia familiar, enquanto pessoas alheias à sôfrega realidade do protagonista presenciam a dura realidade dos desfavorecidos.

O personagem sai de Salvador numa esperançosa viagem com destino a Recife. Seu objetivo: retornar a Belém, sua cidade natal, onde moram seus pais. O desfecho? Cabe ao leitor mergulhar neste universo e buscar a resposta, bem como encontrar a sua dimensão humana e social.

Joaner Campello nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 1974. Residiu durante 12 anos na cidade de Salvador, na Bahia. Neste período, conheceu diversas cidades brasileiras e suas desigualdades. Bacharel em Direito, desenvolveu um gosto pela literatura apreciando os mais diversos expoentes da literatura nacional e estrangeira. Nesta sua primeira intrigante obra, o autor narra uma história real que começa na cidade de Salvador, onde um jovem da periferia de Belém, após periclitar entre inúmeras estações rodoviárias, tenta fervorosamente retornar ao lar materno que não recebe notícias do seu paradeiro por muitos dias. A sôfrega epopeia começa após aceitar o trabalho de ajudante na descarga de um caminhão, em São Luís, no Maranhão. Com a renda visava adquirir uma geladeira para ajudar a economia familiar, vendendo geladinhos nas sinaleiras da capital paraense. Entretanto, após uma convulsão, resultado de uma crise epilética, e pela falta de conhecimento do caminhoneiro, o jovem seria abandonado na estrada, distante de casa e sem condições de contatar seus familiares, iniciando a comovente experiência. No decorrer dos capítulos o leitor embarcará numa viagem, buscando descobrir o seu desfecho enquanto em muitos momentos irá se deparar com questionamentos sociais e humanos, sendo levado a refletir sobre a  sua vida e a nossa sociedade.

Serviço:

Antônio, Um Brasileiro
O Retrato de um Brasil Desigual
Joaner Campello
Scortecci Editora
Ficção
ISBN 978-85-366-2356-6
Formato 14 x 21 cm 
132 páginas
1ª edição - 2011

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home