PEDRO, ANTES DA MORTE / Luiz Viegas de Carvalho

Pedro Vicente dos Santos morreu de repente, de causas desconhecidas. Deixou para trás desejos, medos, aventuras, segredos. Desvendar os mistérios desse homem foi uma tarefa a que se propôs, ainda durante o velório, o meio-irmão, afilhado e amigo, o Espanhol, disposto a refazer e resgatar a vida de Pedro, antes da morte.

Nas cartas, bilhetes e documentos do morto; nas conversas com parentes e gente que conviveu com ele, Espanhol refaz a caminhada de Pedro, desde a saída de Barbacena, quase menino, até a vida no Rio, estudante, professor, doutor, mas, principalmente, o dono da farmacinha, seu mundo, seu refúgio, “sua igreja e seu santuário”. E chega a um desfecho de melancolia e desilusão. Mas este Pedro, antes da morte é mais do que a história de um personagem e seu entorno.

É também o retrato de uma época e a variada gama de pensamentos, ideias, conceitos, constatações que, com sabedoria e experiência, Luiz Viegas de Carvalho distribui ao longo de um texto criativo e instigante. Pela voz dos seus personagens, em estilo muito pessoal, fala de Minas, Rio, história, política, filosofia, religião, costumes, preconceitos. De tudo um pouco.

“Pedro morreu hoje, quando o dia apenas começava. Não estava doente. Suponho que se sentiu mal, enquanto vestia seu jaleco em frente ao espelho grande, e caiu ao lado da cama.(...) Começam a desfilar, dentro de mim, como num filme ou como um quadro posto na parede, as lutas do Pedro, suas ânsias, seus medos, seus sustos, seus repentes, suas dúvidas e certezas, seus ímpetos, seus dramas internos, sua alegria, a festa que ele era, quando tudo ia bem. (...) Vou andar no ontem de Pedro. Em cada um desses passos, descobrirei um traço, pois tudo, na vida desse homem, foi capaz de gerar. Chegarei de novo aos seus olhos e saberei onde pararam. Tenho certeza de que eles se fixaram para sempre no melhor deste triste mundo, exatamente aí onde os dramas podem virar comédia.” (Espanhol).

Luiz Viegas de Carvalho nasceu em 1925 na cidade de Pará de Minas, MG. Licenciou-se em Filosofia e Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana, de Roma. Trabalhou inicialmente em Belo Horizonte, nas décadas de 50 e 60. Entre as várias atividades ali exercidas, foi Vice-Reitor da Universidade Católica de Minas Gerais, onde ensinou Lógica, Metafísica, Iniciação Filosófica e Deontologia Médica, e presidiu o Conselho Estadual de Educação do Estado de Minas Gerais. Em meados dos anos 70 transferiu-se para São Paulo. Foi assessor do então Cardeal-Arcebispo Dom Paulo Evaristo Arns, trabalhando como diretor do jornal “O São Paulo”. Posteriormente mudou-se para o Rio de Janeiro, onde fez formação psicanalítica. Desde março de 2008 escreve semanalmente, aos sábados, a coluna Ponto de Vista dos jornais da Rede Bom Dia. Os periódicos são diários e possuem atualmente 9 edições, abrangendo as cidades paulistas de Bauru, Catanduva, Fernandópolis, Itatiba, Jundiaí, Marília, Região do ABCD, São José do Rio Preto e Sorocaba.

Serviço:

Pedro, Antes da Morte
Luiz Viegas de Carvalho
Scortecci Editora
Ficção
ISBN 978-85-366-2416-7
Formato 14 x 21 cm 
148 páginas
1ª edição - 2011

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home