OS INOCÊNCIOS / Vânia Coelho

Os Inocêncios: romance ficcional que retrata uma família numerosa e bastante tradicional da metade do século XX (1943-1983), em Daruma, um lugar dividido entre a periferia e Daruma Alta. Vânia Coelho desnuda a intimidade da família Inocêncio e traz à tona os fantasmas de cada um deles, as dificuldades, as angústias, a melancolia, a sordidez e a falibilidade humana, inundados de preconceitos, ideologias, aparências sociais e paradigmas antigos.

Ela fotografa e, por intermédio de um raio-x minucioso, vai mostrando o sofrimento de cada um deles, que resulta numa tentativa desesperada de se colocar no mundo. O romance traduz uma espécie de violência emocional vivida pelos familiares que tentam enquadrar-se na forma velada estabelecida pelo senhor Inocêncio, patriarca dessa família que caminha aos trancos e barrancos, num mundo de aparências. Ao mesmo tempo, dialoga com diversos gêneros e formatos literários, tais como o fantástico que se personifica na figura do homem-lagarto; o saudosismo e o sonho que se alicerçam na presença do livro de D. Quixote na estante da sala da casa grande e com a personagem do Retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde, entre outros possíveis diálogos.

Vânia Coelho é jornalista, escritora e docente. Leciona no curso de Comunicação Social-Jornalismo. É orientadora de TCCs em Jornalismo no que tange à produção de livros-reportagem. Trabalha, ainda, no www.digital.ung.br monitorando as disciplinas de Leitura e Produção Textual e Metodologia da Pesquisa Científica. Militante da democratização dos meios comunicacionais, principalmente no que se refere aos conteúdos midiáticos da produção e da recepção das notícias televisivas, impressas, online e radiofônicas. É frankfurtiana, tem, portanto, uma visão bastante crítica da comunicação e dos efeitos que produz na massa. É a primeira vez que caminha pela estrada do romance ficcional. É, também, autora de Ritos Encantatórios (1998); Aspectos Teóricos da Linguística (2002); A Mulher na Idade Média. In: História e Resistência (2004); Café com Sartre (2008) e Costureira dos Malditos (2010).

Alexandre Vilas Boas é artista plástico, ilustrador e arte-educador. Seu trabalho transita entre a pintura, a gravura e, principalmente, o desenho. É um artista ativista em diversas frentes de produção cultural alternativa. Possui experiência em cenografia e ilustração. Membro do Coletivo 308 e do International Union of Mail Artists (IUOMA), acredita que a arte e a cultura abram portas para um mundo melhor. Artista já premiado: Museu Olho Latino – Museu de Arte Contemporânea, Atibaia, São Paulo, 2011; VIII Salão de Artes Visuais de Guarulhos – Adamastor, 2008; Artists featured DE – Alemanha, 2008; Menção Honrosa pelo conjunto da obra (júri técnico); Trabalho de ilustração selecinado para o Projeto Palavra em Prisma. Secretaria Municipal da Cultura, Guarulhos, 2006; 1º colocado (júri técnico) no V Salão de Artes Visuais de Guarulhos, Centro de Exposição Permanente Professor José Ismael, 2005; entre muitos outros.

Serviço:

Os Inocêncios
Vânia Coelho
Scortecci Editora
Ficção
ISBN 978-85-366-2578-2
Formato 14 x 21 cm 
228 páginas
1ª edição - 2012

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home