LUANA / Angela Pastana

“É um livro especial e encantador, pois permite servir de janela para a alma feminina e sua forma de viver o amor. Nos faz refletir sobre nossas relações amorosas. É uma obra que fala de amor, coragem, perseverança e destino”.
Cláudio Gomes - Professor de Língua Portuguesa

“(...) Neste seu novo trabalho, Luana, expressa com emoções a paixão de dois adolescentes do interior do Estado do Pará, mais especificamente da região do Salgado, onde estão localizadas as cidades de Ourém e de Capitão Poço. O drama se dá no início dos anos sessenta, onde havia muita inocência nos jovens que juravam amor eterno. Mas como isso ocorria? Como eram essas meigas meninas dos anos sessenta? Você, leitor, para descobrir, terá que mergulhar no universo lírico amoroso de Angela Pastana.”
Rui do Carmo - Escritor e poeta

Desejo a todos uma deleitosa viagem.

Sacudiu as teias das minhas lembranças a pergunta que Rita fizera. “Algum dia já amou alguém?” Eu não era assim tão jovem. Os fios brancos nos cabelos revelavam os anos vividos que a ampulheta do tempo virou, mas meu coração ainda amava como aquela adolescente de anos atrás. Via claramente em câmera lenta desfiar-se o desenrolar dos fatos... E na velocidade do tempo, retroagi. Assistia-me penetrando pela porta das lembranças em que fui envolvida. O passado retornava. Havia despertado, remexendo no baú dos segredos guardados. A redoma fora quebrada revivendo cada momento sentido. Agora, após tanto tempo resguardado, aflorava, emergia e me tombava em seu laço novamente.

Entrei sofreguidamente naquele túnel. Nada é passado quando se rompe o tênue fio da realidade para as lembranças. Fiquei relembrando cada detalhe sentido que ficara vívido em minha memória. Aquele garoto não saía do meu pensamento e preenchia meu coração. Sabia que a partir daquela noite eu não seria mais a mesma. Havia um garoto e ele tinha conquistado meu coração. Só que ainda não entendia que o sentimento que sentira se chamava “amor à primeira vista”. Ali, deitada na penumbra do quarto, fechei meus olhos e sua miragem veio povoar minha memória. E eu sorri... Sorri um sorriso largado de contente e beijei minha mão que ele estivera segurando, como se assim pudesse beijá-lo também. Dormi como se fosse um anjo naquela noite... Criei asas e voei rumo ao infinito dos sonhos.

Angela Maria Pastana, é poeta, escritora e letrista. Autodidata. Graduada em Letras. É detentora de vários troféus e comendas literárias. Acadêmica Titular da Academia Brasileira de Estudos e Pesquisas Literárias, Honorífica e Comendadora da Ordem do Dragão Dourado da Real Academia de Letras. Uma das fundadoras e integrante do Clube do Escritor Paraense, Movimento Literário Extremo Norte e Instituto Cultural "EXTREMO NORTE". Publicou vários livros de poesias, contos e crônicas e literatura infanto juvenil. Nasceu em Belém do Pará onde vive atualmente. Porém considera Ourém a sua cidade do coração. Foi onde viveu grande parte de sua vida, e para onde sempre retorna.
angelapastana@bol.com.br
www.angelapastana.prosaeverso.net

Serviço:

Luana
Angela Pastana
Editora Scortecci
Ficção
ISBN 978-85-366-2684-0
Formato 14 x 21 cm 
208 páginas
1ª edição - 2012

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home