Receba nossa Newsletter: Nome Email

VERSO-UNI-VERSÁTIL-DI-VERSO / Maria Aparecida de Rezende Gaiofatto - Gaiô

Minha poesia emerge da expressão nascida em contemplação da poética do viver: Tudo junto! Me atrai, me encanta, me emociona e me assusta. A poética da Arte Visual, sempre traduzo aliada à palavra, versando o pictórico pelo traço e cor, pela escrita junto ao desenho, à foto-montagem, à escultura, pintura, em linguagem de sentimentos, reveladores delicados de luz e sombra compactadas.

E em sincronia com o diverso universo em versos, vou maturando silêncios, invólucros de afetos, me fazendo em contemplação do que juntos SOMOS. No movimento incessante do tempo, me sinto acolhida, configurada para além dos pré-conceitos, na quebra de dogmas, em novo olhar. E em silêncio, desconstruo pra de novo construir. E aprendo, recriando o templo de depuração artística no mágico do vivido. Recorto e rasgo, fazendo a releitura de mim: refaço descompassos  em reconstrução. E me alterno no verso que me aquece e na arte visual, imagem que me reporta ao sonho, à fantasia, à imaginação  de um mundo real melhor. E intuo, sinto, me nutro em questionamentos, interrogações, questões provocativas. Busco, faço perceptos rítmicos, teço a canção das vogais, consoantes, bailam na mente as palavras,  descem ao coração... Às vezes acerto, em outras erro, jogo ou guardo... Até amadurecer a forma poética.

Verso-Uni-Versátil-Di-Verso

Uno em elo o Belo
Que quero
E trago no peito O SONHO que carrego.
Alquímica segue e sangra toda  sombra
Em difusa rede, bruxuleante luz-cor.
Teia intui trama de fortes fios
Que o acaso cose
Tecendo verdes verdades
Tessituras, veias abertas.
Desvelada arte
Liberta
Entoa mantras de alegria.
Promessa e esperança
Aquecem o ocaso,
Transmutam poentes
Degustam mistérios
De estrelas cadentes.
Urge a poesia!
Gaiô

Gaiô, MariaApdeRGaiofatto, Paulista de Ribeirão Preto, Pedagoga e Arte-Educadora aposentada, tem três filhas e é casada com João Carlos Gaiofatto que sempre a incentivou a ir em  busca de si mesma através da expressão artística. No mundo sensível das Artes Visuais, despertou para o desenho e pintura, escultura e a música. Participou de várias exposições e premiações enquanto cursava a faculdade. Entretanto, enquanto educadora e mãe, impossibilitada de perseverar nesta busca, acabou se afastando das atividades pertinentes às Artes Plásticas, a não ser no exercício de “artista da vida” no convívio familiar e de trabalho junto a Educação. Textos poéticos sempre a acompanharam compondo com as Artes. E aposentada, se viu envolvida, mergulhada na poesia que a tem fascinado. O Ser Humano, na busca de interação com a existência, constitui seu alimento, privilegiando a observação, a percepção, que aliadas à sensibilidade, ao espírito criativo e crítico, fazem a leitura do mundo em suas peculiaridades e transformações. Participou da Antologia “Mar de Versos”, (Ed. Pensata); da publicação da Antologia Poética – Volume I – “Vozes da Alma”, após o que, veio a Antologia pela Scortecci, “Encontro Pontual” lançada na Bienal Internacional do Livro em São Paulo (2010). Mais recentemente, Antologia de Poesias, IX prêmio Literário Livraria Asabeça (2010) e em Belo Horizonte, com a Antologia de Ouro do Museu Nacional da Poesia (2010).

Serviço:

Verso-Uni-Versátil-Di-Verso
Maria Aparecida de Rezende Gaiofatto
Gaiô
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-2809-7
Formato 14 x 21 cm
180 páginas
1ª edição - 2012

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home