RAPTADAS / Leonardo Lelis / Mauro Panella

O aumento da pobreza e degradação social provocado pela crise financeira de 2008 favoreceu a disseminação de atividades ilícitas ao redor do mundo e fez consolidar, cada vez mais, as três maiores indústrias da criminalidade internacional, baseadas na pirataria, entorpecentes e, sobretudo, tráfico de seres humanos. Nesse cenário, uma multinacional do submundo passa a dominar o mercado ocidental europeu da prostituição, tendo à frente o sombrio e sanguinário mercenário Mirko “The Bull” Batrachian, conhecido e temido nos cinco continentes por suas práticas terroristas de toda sorte.

A hegemonia da quadrilha, cujos planos vão desde subornos de autoridades a assassinatos de concorrentes, permanece incontestável até o dia em que um dos membros mais importantes, responsável por toda a contabilidade, desaparece junto com milhões de euros num momento crucial, provocando brutal reação que resulta na chacina de um grupo de garotas de programa de luxo na cidade de Paris. Longe dessa feroz batalha por dinheiro e poder, Isabela Villas Boas, uma jovem batalhadora de dezoito anos encontra no concurso Brazil Hot Model a chance para concretizar o grande sonho de se tornar modelo profissional. Órfã desde os dois anos e filha de imigrantes bósnios, foi criada pelo tio na cidade litorânea de Santos e amadureceu de forma precoce, tanto física quanto mentalmente, tornando-se membro do Greenpeace aos treze e modelo amadora aos catorze.

Dotada de padrão de beleza valorizado no mundo fashion, mas também de forte personalidade, marcada pela rebeldia da adolescência, ela irá se deparar com dois fatores que mudarão sua vida para sempre: a amizade com outra aspirante à modelo, Carla Medina, e o contato com um renomado caça-talentos. Deslumbradas com a perspectiva de fama, glamour e riqueza, e muito determinadas a alcançar o topo do show business, elas cairão nas garras de habilidosos sequestradores e terão de trilhar um caminho tão perigoso quanto sedutor, onde a constante convivência com o mal irá forçá-las a uma guerra pela sobrevivência e preservação da identidade.

Mauro Panella, formado em Publicidade e Propaganda e com mestrado em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Publicou dois livros em 1984: A longa noite dos samurais, pela Shogun Editora (poema sobre a Revolução Estudantil de maio de 1968) e Rosebud, pela Roswitha Kempf Editora (contos e fragmentos), em parceria com o jornalista Guilherme Monteiro. Em 2008, lança pela Escrituras Editora O clã Matsumoto (romance policial), escrito a quatro mãos com o também jornalista Leonardo Lelis. Em 2011, lança O impressionista: livros que matam (contos e fragmentos), pelo Grupo Editorial Scortecci. Cinéfilo inveterado, participa ocasionalmente como crooner convidado de “bandas de rock do pedaço”.

Leonardo Lelis, formado em Comunicação Social com habilitação em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu, nasceu na cidade de São Paulo, em 13 de fevereiro de 1987. Fascinado por História, escreveu em conjunto com os jornalistas André Alvim e Arthur Bodstein a obra Heróis de 32: Memórias da Revolução (livro-reportagem sobre a Revolução Constitucionalista de 1932), publicada em 2012 pelo Grupo Editorial Scortecci. Raptadas é sua terceira publicação, a segunda em parceria com o mentor literário e antigo supervisor de estágio, Mauro Panella, com quem também desenvolveu O clã Matsumoto (Escrituras Editora, 2008).

Serviço:

Raptadas
Mauro Panella
Leonardo Lelis
Scortecci Editora
Ficção
ISBN 978-85-366-3349-7
Formato 14 x 21 cm
384 páginas
1ª edição - 2013

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home