CAPITUADAS / Katiane Rodrigues / Fernanda Xavier / Ronaldo Barbosa / Eliane Herrero

Nossa ideia inicial era escrever contos e crônicas, mas, no meio do caminho, uma surpresa: percebemos que nossas inquietações não cabem em gêneros. As histórias contadas aqui não são crônicas ou contos, elas – parafraseando Clarice Lispector – apenas são. Solidão, morte, amor, loucura e moral são temas recorrentes em nossos textos. Escrevemos para desnudar a alma e seus mistérios, para experimentar a vida em todas as suas possibilidades, para tentar entender as contradições do nosso século.

Mas pode haver uma dose de mentira e humor em cada história. O nome do livro é uma homenagem ao nosso querido Machado de Assis. Transformamos o nome da personagem do livro D. Casmurro em verbo nosso, que define, simultaneamente, o leitor e o ato de ler, o escritor e a escrita. Somos, dessa forma, capituandos: leitores e escritores ao mesmo tempo. Nós, Eliane Herrero, Fernanda Xavier, Katiane Rodrigues e Ronaldo Barbosa, escrevemos porque dessa forma somos. Eliane aborda os temas mais dolorosos com sensibilidade e doçura. Fernanda consegue intrigar seus leitores com seu humor peculiar e criatividade. Katiane escreve com ímpeto e emoção sobre a vida e o amor. Ronaldo faz “poesia” com o cotidiano. Há ainda uma crônica deliciosamente bem-humorada de Evandro Luiz Lopes. Ao leitor, nosso convidado e conviva, esperamos servir uma variedade de sensações, uma verdadeira experiência. Capitue-se.

A ideia deste livro surgiu a partir de um sonho, mas as Capituadas aconteceram, de fato, a partir do encontro desses quatro professores. Escritores em construção, eles escolheram a literatura na tentativa de transcender o cotidiano e reinventar a realidade.
Eliane Herrero desde menina amava as letras e ainda hoje se empolga com as histórias que lê para os alunos. Idealista, seu sonho é que suas crianças percebam que papel e lápis são como linha e tecido – instrumentos que, nas mãos da gente, podem se trans-formar em peças únicas, úteis e maravilhosas.
Fernanda Xavier é professora de Língua Portuguesa na rede municipal de São Paulo. Seus primeiros textos foram escritos ainda na adolescência; tratavam-se de poemas que nunca foram publicados. Seus textos, como um tanto de sua personalidade, são marcados por um humor peculiar e criatividade.
Katiane Rodrigues sempre se expressou melhor “por escrito”. É professora de Língua Inglesa e estudante de Teatro. Encontrou na escrita a melhor forma de (tentar) entender a essência humana. Seus textos nascem a partir de seus questionamentos e têm um caráter profundo, visceral. Foram inspirados, sobretudo, por Clarice Lispector e Caio Fernando Abreu.
Aos 34 anos, Ronaldo espera ter vivido, no máximo, um terço de sua vida para tentar pôr a leitura em dia. Conheceu o gosto pelas letras por volta dos vinte anos, ao ler Cartas a um jovem poeta, de Rainer M. Rilke. Apreciador das artes literárias e musicais, tem como paixões Clarice Lispector e Vinícius de Morais; sonha em ter uma casa no campo, reunir os amigos e escrever ao cheiro de terra molhada e ao som das cigarras. Cada palavra deste labirinto formado pela linguagem dos textos representa a vontade de perceber e compartilhar as sutilezas que a vida pode oferecer.

Serviço:

Capituadas
Katiane Rodrigues
Fernanda Xavier
Ronaldo Barbosa
Eliane Herrero

Scortecci Editora
Contos
ISBN 978-85-366-3421-0
Formato 14 x 21 cm
188 páginas
1ª edição - 2013

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home