Receba nossa Newsletter: Nome Email

#ATITUDEÉTUDO / Betth Ripolli

Se me perguntam se já estou realizada... CLARO QUE NÃO! O dia em que disser isso já posso ir para outro plano porque aqui não haverá mais nada a conquistar, aprender, desfrutar, compartilhar.  Quero ainda abraçar mais pessoas que eu amo, ajudar muito mais quem precisa, partilhar minhas conquistas, espalhar conhecimentos que tive a bênção de desfrutar e ter tempo para reconhecer meus erros e repetir meus acertos.

#GRATIDÃO #GRATIDÃO / Lorena Souza Santos

“Percebi, naquele instante, que Deus queria que eu fosse um novo vaso nas mãos de um oleiro. Ele quebrou minha vida e a fez de novo.”

“Um rosto de um homem mais velho veio descendo bem devagar da renda sobre a cortina. Comecei a chorar, mas, ao mesmo tempo, senti uma paz... Era como se esse ‘anjo espiritual’, um ‘anjo da guarda’, um ‘espírito de luz’ viesse ao meu encontro.”

(RE)COMEÇAR SEMPRE / Agostinho Basso

Marcos é o personagem (fictício) protagonista deste livro, é sobre ele e sua vida que a narrativa acontece. A história vai se desenrolando de forma empolgante e cheia de surpresas, pois, em vários momentos e diferentes cenários, Marcos vai se encontrando com outros personagens e diante de um diálogo iniciado, ou de um problema da vida cotidiana proposto...

... COISAS QUE APRENDI NA INFÂNCIA... / Maria Teixeira

Um dia o futuro chega e junto com ele vêm as memórias... É hora de estar no presente e olhar o passado com os olhos da maturidade. É vasculhar o que há de mais profundo e descobrir os verdadeiros tesouros guardados em nós. É hora de estar atento para escutar e perceber detalhes que não enxergou, escutar o que não ouviu e olhar o que não viu. É andar por caminhos já percorridos com a certeza de que o que não foi bênção, foi lição de vida. 

1% / Paulo Leme Filho

Estudos mostram que é ínfima a parcela de portadores da doença do alcoolismo que conseguem superar este mal e permanecer em abstinência de maneira efetiva e duradoura ao longo da vida. O autor deste livro, o advogado Paulo Leme Filho, pertence a este pequeno grupo. 

100 SENTIMENTOS / Cláudio Henrico

Poesia é vida e vida é poesia, já que a vida pode ser descrita e sentida através da poesia. É calcada nessa premissa que esta antologia de poemas se originou e, assim como a vida nos apresenta diferentes nuances, a poesia também se presta a materializar os mais distintos momentos e sentimentos experimentados; no entanto, 100 Sentimentos busca ir além da óbvia manifestação do eu poético ao abordar temas tão...

1852 / Osvaldo Gomes Jr.

59 poesias compõem o livro de estreia do médico Osvaldo Gomes Jr. Nascido em Santos (SP), em 11 de fevereiro de 1952, formou-se em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos em 1978. As poesias, inspiradas no movimento literário romântico, ficaram guardadas por quase 50 anos, considerando que a primeira poesia foi escrita em 1969 e as demais, poucos anos depois.

2018 AGORA A REINVENÇÃO DO BRASIL / Jô de Araújo

Estamos no fim de um ciclo político e no limiar de um novo tempo histórico. Com o advento das tecnologias de comunicação de massas as formas atuais das organizações políticas passarão por grandes mudanças. As democracias apenas representativas que temos não são do povo, estão distantes dele. Ora, está na nossa Constituição que a democracia nasce do povo. 

50 CASOS DE APOMETRIA / Dr. James Ricachenevsky

Este é um livro espírita, mas não é psicografado. Trata-se do relato de 50 Casos de Apometria, atendimentos estes realizados no Grupo de Estudos Apométricos Dr. José Lacerda de Azevedo, em Cruz Alta (RS). A Apometria é um dos braços do espiritismo, não do espiritismo considerado como religião, mas do espiritismo cósmico, daquele que vem do Cristo e que serve para alertar os homens que logo ali, atravessada a barreira da morte física, existe um mundo espiritual pulsante, mas nem sempre em conformidade com aquilo que as pessoas estão acostumadas a imaginar. 

A ARTE DA PERFUMARIA / G. W. Septimus Piesse

Piesse viveu no século XIX, antes de haver eletricidade nas casa, rádios, toca-discos, cinema e televisão. Em troca, tinha mais tempo de convívio com seus familiares. Os carros eram puxados a cavalo, os navios tocados a vapor e os aviões ainda não roncavam no céu.

A BASTARDA E O IRMÃO / Amauri Martins

Após o lançamento dos livros A vida anda pra frente! e Alma de sonhos e a repercussão que teve junto aos leitores e especialmente entre seus alunos dos anos 70 e 80, Amauri Martins dá continuidade a sua inspiração e criatividade no romance A Bastarda e o Irmão. O livro relata o drama entre o casal Claudio e Eloá, devido ao conflito de ideias, incluindo traição e submissão. 

A BATALHA DA LAGUNA / Flavio Prada

Em 1864 o exército brasileiro compunha-se de 14 mil a 18 mil soldados de tropas regulares que se espalhavam pela vasta superfície do país e eram aproveitadas também para fins policiais. Sua maior concentração era no sul do país. Não se reconhecia necessidade de maior exército e tinha pouca importância a instituição militar criada por D. Pedro. 

A ESTRELA CAÍDA / Marcello Fierro

Ele havia tocado o amor de uma forma que muitos o tocam, mas com um poder diferente. Sem lembranças, e carregando uma saudade que não sabia explicar, ele se deixou levar pelas mãos ardilosas do destino, que o colocaram frente às revelações surpreendentes sobre seu passado. De quem eram aquelas cartas e o que queriam dizer na verdade? 

A GLOBALIZAÇÃO E A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL / Raul Colcher

A globalização e a transformação digital: promessas e desafios de um novo mundo em construção é um texto essencial para entender o momento em que vivemos e encarar algumas das perplexidades com que nos deparamos. Constitui uma abordagem, com perspectiva brasileira, de um conjunto de fenômenos globais que caracterizam e definem o nosso tempo.

A MISSÃO DE SEGURAR CORDAS / Maurício Pereira Pitorri

Vivemos em uma época na qual existem múltiplos meios de comunicação. A informação chega depressa aos grandes centros urbanos e até mesmo aos lugares mais distantes. Em meio a esta realidade existe um grande paradoxo, milhões de pessoas ainda não ouviram as boas-novas da Salvação. Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu Filho Unigênito (Jesus Cristo) para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. 

A REVISÃO DO TEXTO / Mônica d'Almeida

O livro tem o objetivo de demonstrar o que ocorre no processo de revisão do texto e como se dá a interação autor-revisor nesse momento. Qualquer texto, para ser considerado “acabado”, deve passar por uma revisão, que faz parte do processo de produção textual. A revisão consiste, primeiramente, em verificar se a ideia inicialmente pretendida pelo autor corresponde ao texto que foi produzido.

A VIAGEM! VOLTANDO ÀS ORIGENS / Fábio José

O objetivo deste livro é inspirar cada um dos leitores a nunca desistirem de seus sonhos porque o impossível não existe, porque o lugar onde se nasce não determina o que se vai ser ou ter na vida. São as atitudes e decisões que traçam o destino de uma pessoa. 

A VIDA POR UM TRIZ / Eurico C. G. da Costa

A vida nem sempre é do jeito que gostaríamos que fosse ou pelo menos achamos que não. Alegrias, dificuldades e perdas fazem parte de nossa jornada como indivíduo social, religioso e dotado de personalidade, consciente da própria existência e do outro. Isso inevitavelmente gera conflitos que muitas vezes não são resolvidos de maneira pacífica. Estamos sempre por um triz.

A VIZINHA E OUTROS CONTOS - 2ª edição / Orlando Pimentel

Na adolescência, descobri Nelson Rodrigues nas folhas do jornal Última Hora. Eram crônicas diárias intituladas "A Vida Como Ela É". Sofri influências diversas: Guimarães Rosa, José Cândido de Carvalho, Dom Helder Câmara, Artur da Távola e Jorge Amado. Nenhuma delas com a força de Nelson Rodrigues. O título do livro poderia ter sido "Três Calcinhas", conto que abre o livro. 

ACONTECEU / João Lúcio

Ele estava no púlpito da igreja pregando a palavra de Deus, quando olhou para o lado, e viu o cano de uma espingarda apontado em sua direção. Não houve tempo para reação. Alguém puxou o gatilho e com um tiro acertou-lhe o rosto. Antes de cair no piso do altar sagrado, ainda conseguiu perceber um segundo disparo que acertou a parede da igreja. 

ALMA MILITANTE / Izabel Oliveira de Mendonça Bazzo

“Minha mãe teve 14 filhos. Morreram três. Agora somos 11, cinco homens e seis mulheres. Seis de meus irmãos não frequentaram a escola, mas são alfabetizados/as. Eu fui a primeira a frequentar a escola pública... Com a seca tudo era difícil. Dependendo da sua duração era preciso comprar farinha ou milho para nos alimentarmos. Meu pai comprava o milho porque era mais barato. 

ALMA QUE TRANSBORDA / Jorge Roberto

Alma que transborda, novo livro de Jorge Roberto, trata da emoção que encanta e se encanta com cada sol... cada respirar... cada cor... cada pedaço de vida... cada amigo... Enfim, deixa aos poros e ao sentimento a função de degustar qualquer segundo existido... O poeta e músico Jorge Roberto é mais um daqueles loucos sonhadores cuja compulsão em compor versos e músicas faz com que a poesia seja uma espécie de “oxigênio da alma”. 

ALVÍSSARAS / Maria Augusta Silva Dal Fabbro / Amaury Dal Fabbro

Quando tive a honra de acrescentar Dal Fabbro ao meu nome, recebi de presente uma família inteira. Foram muitas visitas com troca de ideias, mistura de ideais e chá com bolo quente até surgir a união de fatores que perpetraram este livro. Um trabalho acrescentado a outro e surgiu uma cadeia de novidades alvissareiras. 

AMAR MULHER POESIA / João Gomes da Silveira

De algum modo, até pelos meandros do inconsciente, todos falam do Amor, o mito, e todos sentem o amor, o sentimento. A poesia, então, é uma seara fecunda para se falar sobre temas amorosos. Pois é o que justamente João Gomes da Silveira faz neste seu livro de número 13: ele discorre, gota a gota, sobre vieses de amor, o sentir humano. São nuances ecléticas, plurais, em pedaços de instantes como que dispersos em tempos variados. 

AMOR. SEMPRE. AMANHÃ? / Miranda Jr.

A vida se recorta em pedaços do que foi, do que poderia ter sido, do que se repete para todos e daquilo que o futuro poderá trazer, dividido entre a esperança e o temor. Tudo sempre atravessado pelo amor ou pela vontade de alcançá-lo. Nesse livro, os contos são fragmentos do amor na vida, na sua repetição singular – “sabor que, experimentado uma vez, sempre se quer repetir” – e na expectativa do devir.

ANTOLOGIA DE POESIAS, CONTOS E CRÔNICAS DA CASA DA POESIA VOL.10 / Vários Autores

A Casa da Poesia é uma rede social de literatura que une poetas do Brasil todo e de outros países de língua portuguesa. Ela conta com o apoio do Facebook, onde tem seu “Grupo Casa da Poesia”, que é bastante movimentado no seu dia a dia. A Casa da Poesia tem como escopo a união dos escritores virtuais que tenham por objetivo, através da arte do escrever, beneficiar e trazer cultura para o maior número de pessoas possível no mundo. 

ANTOLOGIA EM PALAVRAS / Vários Autores

Iluminado, o evangelista João nos ensina que “no princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus”. A sábia mensagem é acolhida no mundo inteiro, há séculos, por cristãos e não cristãos. Até quem duvida da existência de Deus abraça o ensinamento, tão evidente é a força da Palavra escrita, lida, falada, ouvida e cantada, para que haja melhor comunicação, para que fatos, objetos e sentimentos façam sentido, para que o mundo se crie e recrie a cada dia diante de nossos olhos. 

ANTOLOGIA O CONSTRUTOR DE AMIGOS / Vários Autores

A Scortecci Editora edita, imprime e comercializa livros em pequenas tiragens desde 1982. Recebeu os prêmios: Jabuti (Câmara Brasileira do Livro), APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte), FBN (Fundação Biblioteca Nacional), ABL (Academia Brasileira de Letras) e PEN Clube. Foi finalista do Prêmio Jabuti (Câmara Brasileira do Livro) por mais sete vezes nas categorias: Poesia, Contos,  Reportagem e Adaptação.

AREEIRO & GRÃOS / Jaime Collier Coeli

Poemas, via de comunicação de viver oitenta e um anos, caso pessoal e intransferível de inconformismo expresso na crisálida (talvez estética ou mera teimosia ontogênica) aqui registrada, grata por expressar-se e conformada com a sobrevida a leite de pato em algum lugar inteligível. Areeiro, entre outros significados, denota antigo vaso de cerâmica contendo areia, para servir de mata-borrão. 

AS INTERFACES DO DIREITO PÚBLICO E PRIVADO / Ana Flávia Paulinelli Rodrigues Nunes (Coordenação) / Fábio Antunes Gonçalves (Coordenação)

O lançamento deste livro coincide com a conquista de marcos significativos para o Curso de Direito do UNIFOR-MG. Esta edição, além de celebrar cinco anos de produção de obras coletivas por professores, discentes e egressos da instituição, está sendo publicada no ano em que a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) reconhece a qualidade do ensino jurídico do Curso de Direito do UNIFOR-MG com a outorga do Selo de Qualidade OAB Recomenda.

AS INTRODUÇÕES DO PÊNIS / luCastro

O autor luCastro compromete-se seriamente na missão de desvendar o tabu pênis, introduzindo-o profundamente na temática da obra para levantar a energia do leitor e deixá-lo na expectativa de deparar-se, nas suas páginas, com uma cena de sexo explícito... ou então com o master piece na língua.
Eny Hanson

ATELIER DAS LETRAS / Hélios Montana

Hélios Montana, pseudônimo de Paulo Sérgio da Silva, nasceu em Bom Retiro (SC), em 12 de outubro de 1958, tem três filhos e dois netos. É graduado em Ciências Naturais pela FEARPE e também em Ciências Físicas e Biológicas pela UFSC.

AUDÁLIO, DEPUTADO / Antonio Barbosa Filho

AUDÁLIO DANTAS ficou conhecido em todo o Brasil como jornalista, escritor e sindicalista. Muitos se esquecem, porém, que ele teve uma brilhante passagem pela Câmara dos Deputados, sendo considerado um dos dez melhores deputados federais da legislatura 1979-1983. Uma fase tumultuada de transição da ditadura militar para a abertura democrática, que pode inspirar a resistência aos novos tempos autoritários.

AUTONOMIA FINANCEIRA / Rosalvi Monteagudo

Para dar continuidade às sugestões de Economia solidária; novas regras, é necessário criar uma empresa virtual, iempresa, a fim de formar de maneira prática um meio para a geração de trabalho em cooperação econômica. A partir da revisão do cooperativismo, são sugeridas regras para a procura de soluções como meio para a distribuição equitativa das reivindicações humanas. 

BARILOCHE, 10 ANOS DE AVC / Norberto T. Takahashi

Conheça a saga de luta pela Vida após um grave AVC, contada sob a ótica da sua vítima. Trata-se de leitura recomendada para todos os doentes graves, seus familiares, amigos e profissionais da área da saúde. Todo valor arrecadado com este livro é em prol da AACD. 

BATENDO PAPO / Andrea Gaui / Vanessa Fonseca Babini

Com a intenção de tornar a aula mais dinâmica, este livro foi pensado para facilitar o professor de PSL (Português Segunda Língua) no planejamento da aula, ao fazer com que o aluno aprenda alguns aspectos gramaticais e desenvolva a capacidade de conversação de uma maneira fácil e interativa.

BEIÇO DE JEGUE / José Lima Santana

Beiço de Jegue e Outros Escritos reúne alguns textos, dentre as centenas que foram publicadas no Jornal da Cidade, de Aracaju (SE), e que caíram no gosto de muitos leitores. Alguns desses escritos sofreram ligeiras alterações para a publicação neste livro, a talante do autor. Os textos em forma de “contos provincianos”, como costuma dizer José Lima Santana, foram escritos em linguagem simples, com expressões peculiares da gente interiorana da qual ele mesmo provém. 

BIOGRAFIA IERRIENSES / Francisco Custódio do Nascimento (Org.)

Quando se fala em biografia, normalmente associa-se a palavra a uma pessoa e sua existência. Mas, em se tratando de BIOGRAFIA DOS IERRIENSES, associa-se a gratidão, a benignidade e o amor fraternal de um ser para o outro, respeitando e contribuindo para o bem do convívio em grupo, uma das artes mais puras da humanidade. 

BOA CAÇADA / Silvio Oliveira

Boa Caçada convida o leitor a conhecer os valores, tradições, símbolos e doutrinas da ROTA por meio de uma narrativa envolvente e ações que ilustram a competência, o instinto e a bravura de seus guerreiros aguerridos e devotados, que fazem desse batalhão o símbolo de eficiência no combate ao banditismo.

BOA CAÇADA / Silvio Oliveira

Boa Caçada convida o leitor a conhecer os valores, tradições, símbolos e doutrinas da ROTA por meio de uma narrativa envolvente e ações que ilustram a competência, o instinto e a bravura de seus guerreiros aguerridos e devotados, que fazem desse batalhão o símbolo de eficiência no combate ao banditismo.

BOLETIM DE OCORRÊNCIAS / Marcos Frota

BOLETIM DE OCORRÊNCIAS – O último golpe de Ricardo Reis e as notícias da República de Pitimbu – não é tão só uma alegoria sobre disputas. É também um bailado de ensaios do bem e do mal e de suas diferentes manifestações nos mundos do crime, da política, dos negócios e também das paixões. Em essência, é uma exposição sobre vieses da natureza humana.

BRAÇO FORTE, MÃO AMIGA, DESVENDANDO AS VERDADES EM FORMA DE RIMAS / Ariel Sorrentino

Planejamos uma vida sem percalços, estudamos, trabalhamos, construímos, economizamos. Tudo isso para termos uma família com uma boa estrutura. Então, com tudo pronto para receber o herdeiro, seu filho nasce com Síndrome de Down e espectro autista. O comprometimento intelectual é severo e afeta sua autonomia. Seu filho não nasceu como você esperava! Precisará mudar seus planos. O que fazer agora?

BRASIL - UM GRITO DE AMOR À PÁTRIA! / Manoel Ianzer

Manoel Francisco Madeira Ianzer nasceu em Bagé (RS) em 1948. Estudou na Escola Silveira Martins e no Colégio Estadual Dr. Carlos Kluwe. Prestou serviço militar em 1967, em Bagé. Terminou o ginásio em Porto Alegre e fez o colegial e a faculdade em São Paulo, onde se formou em Administração de Empresas pela Universidade São Judas Tadeu. Dono de uma microempresa na capital paulista, é casado com uma pernambucana e tem um casal de filhos.

CAMINHOS / Luzia Ap. Fernandes Trabbold

Fazer parte de uma pequena roda de amigos de Luzia Ap. Fernandes é uma bênção, poder exprimir melhor os momentos poéticos, leves e profundos de cada poesia em Caminhos encanta nossa alma, cuja sabedoria passa e ensina a arte de viver pela conquista da paz interior, nutrida na contemplação da beleza.

CARRANCAS / Maria da Graça Menezes Mourão

Cartografia de 1799, denominada Mapa de toda a extensão da Campanha da Princesa, fechada pelo Rio Grande e pelos registros que limitam a capitania de Minas. Nele, a Serra de Carrancas é representada por uma figura meio homem, meio peixe alado, cujo corpo se alonga para dar a impressão de ser empurrado pelo vento. 

CARVÃO ACESO / Aderbal Bastos Barroso

Vila Nova do Rio de São Francisco, Sergipe d’El Rey, ano de 1768. Ano em que a Inquisição da Igreja Católica chega e devassa as terras do sertão do Rio São Francisco e traz à tona um dos crimes nefandos mais comentados da época, envolvendo nada mais que um nobre capitão e um escravo. Ocasião em que o frei Inácio da Purificação, carmelita da Bahia, denuncia ao Santo Ofício uma série de delitos contra a fé e os bons costumes, observados na Ouvidoria de Sergipe. 

CHEGA!!! / Carmen (Shanghai)

O método da Shanghai é muito eficiente porque é baseado nas vivências que ela tem adquirido ao longo de sua movimentada vida. Tendo vivido experiências realmente sensacionais, desde risco iminente de morte até êxtase espiritual, sua caminhada tem sido em prol do outro. O seu ikigai (o sentido da sua existência) é o compartilhamento desse conhecimento. 

CINEMA NAS VEIAS / Felício Verbicaro

Felício Verbicaro nos carrega pelas veias e nos arrebata num cinema de infinitos fotogramas. O arrebatamento pode ser o maior tesão universal. Um nome de alegria nas casinhas gêmeas londrinas, ou quando gatos e asfaltos ficam reluzentes e de volta nos trazem quem nunca deveria ter ido. Pelas veias de cada fotograma do cinema de Verbicaro iremos nos dispersar na bruma das esperanças. 

COLHEITA / Rogério da Fonseca Trindade

Colheita marca a estreia de Rogério da Fonseca Trindade no mundo dos escritores. Um sonho realizado que começa com “Uma gaveta aberta”, poema que dá início à obra, baseado na crônica de mesmo nome, produzida quando cursava o ensino médio, aluno da Grande Mestra Antônia Cleusa, a quem faz homenagem póstuma em “Colheita de anjos”. 

COLUNA DO CAPITÃO / Miguel Felício de Albuquerque

O amigo Miguel é um cearense de grande alma que ajudou muito a população de São Paulo, especialmente a gente do bairro do Belém. Após vir da sua Acopiara em caminhão pau de arara, chegou primeiro por aqui ao Albergue de Migrantes do Brás, na Rua Visconde de Parnaíba. Como trabalhador que é, foi primeiro para uma fazenda no interior do Estado, onde trabalhou na lavoura.

CONTABILIDADE INTRODUTÓRIA / Ivone Vieira Pereira

Os leitores encontrarão nesta obra uma abordagem conceitual ancorada na prática do fazer contabilidade, inicialmente suportada por uma discussão da Estrutura Conceitual Básica da Contabilidade e sua evolução, transitando pela evolução dos principais relatórios contábeis exigidos antes e depois da convergência às normas internacionais de contabilidade.

CONTOS 2019 / Pedro Franco

Em seu décimo livro de contos, Pedro Franco, escritor que transita também por outros gêneros, como crônicas e teatro, oferece uma seleção de 27 textos, alguns deles merecidamente premiados em concursos, inclusive no exterior. Nesta coletânea apresenta-nos temas para todos os gostos e põe em prática toda a sua habilidade no fazer literário, mostrando que é mais que um contador de histórias – excelentes histórias, diga-se!

CONTOS DA 3º IDADE / Mônica Valéria

Na arte de envelhecer, é preciso uma xícara de chá de esquecimento por dia, uma concha de vista ruim e uma enorme tigela de bom humor para se trilhar este caminho. Nesta arte podemos ter a plena consciência de que os últimos anos da vida de um velho não são os melhores, mas certamente são os mais caros.

CONTOS DE ELEVAÇÃO E DESAPONTAMENTO / Rogério Duarte

Em Contos de Elevação e Desapontamento, Rogério Duarte explora a interferência dos discursos do trabalho e do consumo na linguagem e nos afetos. Como o conjunto das experiências pessoais está rasurado pelo pragmatismo do mundo do mercado, os contos ganham, por vezes, uma feição assustadora, porque se inscreve neles o pragmatismo frio da produtividade, sem espaço para a dimensão emocional das personagens e dos narradores: são todos autômatos, orientados pelo relógio de ponto e pelas metas a cumprir. 

CONTOS DO CERRADO / Geralda Souza

Contos do cerrado é um convite ao leitor que gosta da vida simples do campo. Fava da sucupira, pequi, curriola, croadinha e gabiroba são apenas algumas das variedades de produtos e frutas doces que o cerrado produz... Será que para alimentar muitos precisamos sacrificar tudo, acabar com toda essa pluralidade de sabores que o cerrado nos fornece?! 

CORAÇÃO NOS DEDOS / Mônica Pereira

Em sua primeira publicação, entitulada de Coração nos Dedos, Mônica presenteia o universo com uma obra de narrativa inteligente, carregada de emoção e sensibilidade. E mais que isso: possibilita uma reflexão sobre nossas existências. Vivemos um período da história em que somos vítimas (mas também agentes) de uma verdadeira enxurrada de informações, vindas de todos os lados, a todo momento. Nem sempre são informações que enriquecem ou transformam. Não é este o caso aqui.

CORREIO SENTIMENTAL E OUTROS CONTOS / Luiz M. F. Maia

A maior parte dos contos deste livro têm em seus personagens fictícios pessoas que buscaram outras para viverem sob o mesmo teto e dividirem entre si suas alegrias e tristezas. Essa procura obviamente resulta para ambos em satisfação ou decepção. Com o tempo os parceiros desnudam suas personalidades e mostram-se um ao outro sem falsetas. Ninguém é perfeito, assim costuma-se dizer.

CRENÇAS & DESCRENÇAS / Heloísa Corrêa

Há os que pensam como Nietzsche: “O nível da espécie humana não se eleva”. A história da raça humana, de Henry Thomas, tenta provar isso.Voltaire perguntou: “Sont-ce là des hommes, ou des bêtes féroces?”.  Da Vinci foi pela mesma trilha: “O homem não é o rei do mundo animal, e sim, a pior das bestas selvagens”. Schopenhauer ponderou: “Se caíssem os ferrolhos e as cadeias da ordem legal, se a anarquia rebentasse, ver-se-ia então o que é o homem”.

DA MATEMÁTICA À LITERATURA / Irene Neta de Oliveira Pianissola

No primeiro livro de Irene Neta de Oliveira Pianissola, Muito além da ataxia, disse que aceitaria o convite de auxiliar a autora nessa caminhada e é com muito orgulho que estou aqui para apresentar sua nova obra. É mais um fruto da superação dessa guerreira, que mais uma vez se reinventou e trilha brilhantemente caminhos totalmente diferentes do sonhado antes de se descobrir portadora da síndrome de ataxia espinocerebelar SCA3. 

DA PRAÇA DA REPÚBLICA / Amadeu Cirilo

Para falar dos “hippies” “é necessário tirar o chapéu”. Na verdade, havia entre eles muitos bandidos, ladrões. Alguns deles eram ladrõezinhos que roubavam coisas de comer, como bolachas, bananas, frutas, como um carioca que roubou do japonês um pacote de bolacha, como gracejo, somente para provocá-lo. Porém esses ladrõezinhos não faziam parte dos “hippies”. 

DANOS MORAIS E ISONOMIA EM ANOTAÇÃO IRREGULAR EM CADASTRO DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO / Felipe Consonni Fraga

A figura jurídica dos danos morais não é recente na prática jurídica brasileira. Existe rica doutrina e minuciosa jurisprudência sobre as suas características, atributos, efeitos e desdobramentos em geral. Apesar disso, até hoje não foi possível superar a dificuldade – ou seria impossibilidade? – de atribuir um valor certo a bens jurídicos como a honra, a imagem ou o nome. 

DE ALMA PARA ALMA / Christine Santoro da Costa

Para aqueles que atravessaram ou atravessam a "noite escura da alma" e conhecem os medos e incertezas que se impõem nessa jornada solitária e sofrida. Para aqueles que reconhecem o valor de uma mão amiga que nos é estendida no auge da tempestade interior, representando a boia que nos impede de submergir por completo diante de nossas limitações emocionais e de entendimento.

DE REPENTE... POESIA! / Patrícia Forestieri (Org.)

De repente, surgiu a ideia de publicar um livro de poesias, sem regras, sem pressa, escrever o que a mente luzia... sem censura nem frescura. De repente, os poetas começaram a aparecer, queriam participar, poetizar, poetizar e poetizar... que alegria, a antologia nascia!

DESTILANDO O AMOR / Vicente Creazzo

O amor sempre esteve presente na vida dos seres humanos. Às vezes mal interpretado, muitas vezes duvidado, e algumas outras questionado pelas mais variadas teorias ou pesquisas. É daí que sentimos a existência de vários tipos de amor, do mais puro ao mais malvado. Do sincero ao cínico. Do alegre ao muito triste. 

DEUTERONÔMIO 18:15 EIS O IDEAL DO REAL: A PERENE LITURGIA DA IGUALDADE / Abadi

Como o título diz, “ideal do real” é o ideal do filho de Deus que nos é proposto como modelo, é a distância entre o bem que devemos realizar em nós e o mal do real que fica para trás. A distância da qual partimos é infinita, e sem uma liturgia idealizada em nosso céu interior o ser não se cria nos arcos do ente humano. Nesse sentido, jamais chegaremos ao fim desejado para alcançar o objetivo em conformidade com nossa conduta, com a santidade da lei santificante na máxima universalizante.

DIANTE DAS MONTANHAS / Joselito Pizzetti

Uma cidade do interior, agraciada por sua beleza natural, é conduzida por seus fundadores a um padrão de comportamento que exalta a tranquilidade como principal atributo. Tudo segue como planejado, até a chegada do idealista Victor ao histórico Camping Centenário para uma breve temporada. 

DIGITAL SELF-CARE: EMBARQUE IMEDIATO / Guilherme S. Hummel

Como indivíduos ou sistemas organizados, nunca mais seremos os mesmos no Século XXI. Se as tecnologias digitais estão remodelando corações e mentes, não será diferente na indústria de serviços de Saúde. Um dos novos paradigmas, talvez o mais abrangente e efetivo, tem nome (self-care) e formato (digital self-care). 

DINÂMICAS OCULTAS - 3ª EDIÇÃO REVISADA E AMPLIADA / Celene Thaumaturgo

Existem muitas dinâmicas ocultas, desconhecidas para nós em nosso universo pessoal. Qual delas afeta o nosso bem-estar? Onde estou emaranhado? As mudanças são inevitáveis, mudar o paradigma significa encontrar novas soluções.  Focamos muitas vezes na dor e esquecemos que temos outros caminhos. A mente fica aprisionada em memórias sem soluções, porque já aconteceram.

DIVAS / Lurdes Zucchello / Mariângela Calazans / Marina Marino

Três mulheres, três histórias de superação. Três vidas que foram maltratadas, desde o princípio, em nome do que a sociedade julga correto. Mulheres que pegaram na mão seus problemas e, diferentemente da maioria que se entrega ao desespero, resolveram dar a volta por cima. Porque, para essas mulheres corajosas, problema é sinônimo de solução. Aqui estão elas, expondo suas vidas, contando suas histórias, partilhando suas experiências, sem medo, de coração aberto, com a única finalidade de testemunhar seus processos de cura.

DO ÓDIO AO AMOR, DA REVOLTA AO PERDÃO / Jhou Jou

O resgate de vidas passadas alimenta a trama desse romance espírita Do ódio ao amor, da revolta ao perdão. Argel e Maria Antônia, pais de Maria Angélica, formam um casal harmonioso com fé em Deus e muito amor no coração. Pedro também é filho único, mas passou muito tempo na Europa estudando, longe da família, tornou-se um rapaz sem fé e religião. Frequentava as missas quando seus pais exigiam que os acompanhassem. 

DOCES LEMBRANÇAS / Marineide Molina Gonçalves

Ao final destas Doces lembranças, certamente se dirá a antiga frase popular “acabou-se o que era doce!”, repetida sempre que se acaba algo muito bom, seja de comer, beber, vivenciar ou, neste caso, ler. Deveríamos dizer, porém, que começou o que é doce, por termos o privilégio de conhecer a poesia de Marineide Molina Gonçalves e, através dela, um pouco de sua aura. 

DUAS VIDAS / Ane Braga

Ela usava um lindo vestido esvoaçante e azul. Tinha uma fita dourada nos cabelos. Quem seria ela? Abaixou a mão e a moça fez o mesmo. Estaria ela imitando-a deliberadamente?

E POR FALAR EM MULHER... / Zezinha Lins

O Prêmio Mulher Evidência, criado em 2010 pela jornalista Cláudia Montes, tem como proposta a valorização das grandiosas mulheres do Estado de Pernambuco, do Brasil e do mundo. Sabe-se que muitas desenvolvem excelentes trabalhos pelo bem da sociedade, mas mesmo assim são anônimas.

ELA SE CHAMAVA ORNÁRIA E OUTRAS LEMBRANÇAS / Marcial R. dos Santos Filho

Graças à memória que a natureza me deu para guardar fatos, acontecimentos, fofocas e outros e como a minha provecta idade já me privou daqueles amigos que comigo conviveram e que poderiam estar aqui, recordando e rindo comigo daqueles inúmeros casos e aventuras que até hoje me fazem rir sozinho, só posso contar aqueles que me marcaram e que ainda me divertem. 

ELISABETTA PÉSARO / Luigi Capránica

Num jantar realizado em um dos mais conhecidos palácios da Veneza de meados do século XVIII, Bernardo Tiépolo faz comentários desabonadores a respeito de Elisabetta Pésaro, pertencente a uma tradicional família da cidade. Presente ao banquete, Vittório Faliero se vê obrigado a defender a honra da moça, desafiando Tiépolo para um duelo. 

ENCONTROS E DESENCONTROS / Ubirajara Vieira Xavier

Ubirajara Vieira Xavier, radicado no Vale do Paraíba, na cidade de Tremembé, nasceu no município de São Paulo em 1940, filho de Jason Vieira e Teresina Argentato. É administrador de empresas e autor de diversos contos e composições musicais, alguns premiados.

ENQUANTO EU ESCREVIA.../ Nane P. Feliciano

Talvez você esteja vivendo um turbilhão de coisas.
Talvez esteja vivendo uma maré calma e suave.
Talvez você seja uma dessas pessoas leves que caem e se levantam, que riem de si mesmas.
Talvez, para você, não seja tão fácil rir de si.

EPOPEIA DOS ANÔNIMOS / Carlos Miranda

— Você se recorda do trecho bíblico em que nosso Deus Misericordioso, parecendo demonstrar certa frustração, e quem sabe até meio arrependido de sua primorosa criatura (o homem), que O tinha tornado tão satisfeito no momento de sua criação, e que no desenrolar dos tempos, já séculos depois, vinha em incontáveis ocasiões provocando a ira divina por sua violência, e busca do poder e prazer a qualquer custo...

ESCOLA DE POETAS / Benedita De Lazari

Escola de Poetas, de Benedita De Lazari, apresenta um curso para oficina literária com método simples e fácil, com orientação teórica e treinamento prático para aqueles que desejam estudar poesia e desenvolver a criatividade poética. É indicado para poetas iniciantes, escritores que desejam aprimorar a criatividade e estudantes em geral. 

ESCRITOS REUNIDOS AO ENTARDECER / José Newton Alves de Sousa

No próximo dia 5 de junho do corrente ano, assim Deus o permita, o calendário registra o nascimento de um menino que, aos 97 anos, empobrecido de cabelos, guarda no coração a saudade da esposa. Os filhos, vivos, me confortam de bondade e de amor. Os bisnetinhos que começam a adornar os lares de seus felizes genitores são flores que desabrocham no jardim de minha esperança.

ESPERANÇA - 50 ANOS DEPOIS / Paulo Cordeiro Saldanha

Esperança – 50 anos depois é uma ficção baseada em uma atividade que concorreu para a afirmação econômica de toda a Amazônia, onde, entre os séculos XIX e início do XX, homens ficaram milionários, porém, depois, atravessaram períodos amargos, superados a partir de um conflito mundial – a Segunda Guerra, durante a qual, novamente, a ação gumífera ganhou outros espaços.

ESTRANHOS CAMINHOS DO AMOR / Augusto Cesar Ribeiro Rocha

De cada vez que Augusto Cesar escreve, a vida acontece. Frequentemente marcada por passados conturbados ou, ao contrário, em berços felizes e perfeitos. O poeta, melhor, o escritor sonda e aplica delicada e meticulosamente o bisturi dos sentimentos para tecer um lugar de sonho no corpo e no coração daqueles a quem dá vida. 

ESTRESSE, O DESTRUIDOR DE VIDAS / Milton César Rodrigues Medeiros

Esta obra define o conceito de estresse, mostrando como causas externas geram alterações orgânicas, levando à destruição do corpo humano. O mundo atual, cheio de pressões em todos os aspectos da existência humana, com exigências intensas na vida profissional e nas relações pessoais, proporciona uma condição constante de estresse e consequente produção excessiva de substâncias como o cortisol e catecolaminas, alterando assim o equilíbrio de diversos sistemas fisiológicos.

EU QUE ME TRADUZA / Luiz Arruda

Os poemas e fragmentos de poemas deste livro, escritos ao longo dos últimos anos, trazem temas recorrentes na escrita de Luiz Arruda. Engenheiro por formação, um dos temas recorrentes é a batalha entre a lógica e a necessidade da mágica como ponte para o entendimento de um mundo cada vez mais ambíguo. Reconhece, assim, que “cansei da clara razão que ofusca”. 

EU SOU YANKA / Eliaquim Batista Mendes

Eu sou Yanka conta a história de uma menina que nunca saiu de casa. Ou melhor, saiu quando muito pequena, mas ela não se lembra de muita coisa, só de pequenos detalhes, mas que não fazem diferença. Ela não sai de casa, pois sua mãe, a amável professora Débora, foi assassinada por engano e seu pai, o matemático Leonel, acha o mundo um lugar muito perigoso para ela e seu irmão Lyno. 

EU... E OUTRAS POESIAS / Daniel Genovez

“O mundo não seria nada sem a poesia. Eis; senão dessa torre, de onde se observam os vales adormecidos de neblina, os mares de inconstantes rumores, sua cor tímida de pôr do sol breve: o homem que escala seu último degrau para se abrigar em estrelas e suas fontes luminosas.” (D.G.)

EXISTE UMA SAÍDA / Rebeca Fischer

“Quando você se conhece melhor, tem mais facilidade para lidar com as dificuldades, é mais resiliente, tem maior estabilidade emocional, sabe manter o autoequilíbrio nas situações adversas. Ao percorrer as páginas deste livro de Rebeca Fischer, amiga e companheira de longas jornadas neste universo da PNL, você irá aprender como estas ferramentas podem efetivamente trazer grandes melhorias para sua vida pessoal e profissional.”

FATOS E RELATOS / Newton Nazareth

O nosso cotidiano é um manancial rico para abastecer a inspiração do contador de “causos”, poetas e escritores, seja ele um profissional famoso ou mesmo um amador, os quais nos momentos de lazer escrevem os seus textos para divulgá-los nos livros, redes sociais, jornais de bairro ou qualquer outro veículo de comunicação semelhante.

FATOS REAIS NA ADVOCACIA LIBERAL - 3ª edição/ Ivan Endo

Permitam-me um sucinto e pequeno comentário a respeito do bom relacionamento de amizade existente há vários anos entre Brasil e Japão, este que possibilitou à família Endo aqui chegar na condição pioneira, e à sua descendência, na qual me incluo com orgulho, poder escrever um modesto livro...

FATOS REAIS NA ADVOCACIA LIBERAL - 4ª edição / Ivan Endo

Permitam-me um sucinto e pequeno comentário a respeito do bom relacionamento de amizade existente há vários anos entre Brasil e Japão, este que possibilitou à família Endo aqui chegar na condição pioneira, e à sua descendência, na qual me incluo com orgulho, poder escrever um modesto livro, o qual visa acentuar e colaborar com o fortalecimento daqueles laços de amizade...

FLOR DE ABRAÇO - 3ª edição / Maria Luiza Kuhn

Como usar: O Oráculo Flor de Abraço é para seu deleite e autoconhecimento. Pode ser usado em jogos corporativos de treinamento, bem como outras atividades de grupo e consulta individual. O uso em forma de oráculo: Espalhadas as cartas com as ilustrações viradas para cima, escolhe-se uma intuitivamente. 

FLORES E BORBOLETAS EM MEIO SÉCULO DE POESIA / Adriana Silva Santiago

A vida é um presente, dádiva de Deus. O pulmão encher-se de ar, o coração bater forte, pulsar o sangue que percorre as veias. No precioso líquido carregamos a ancestralidade. Trazemos, de novo, ao palco da vida, talentos, afetos, que, misturados, refazem as cenas, constroem novas histórias, a nossa história. Nascer, vivenciar o presente divino é maravilhoso. 

FLORESTA PINTADA / Maurício Pereira da Silva

Maurício Pereira da Silva nasceu em Teresina (PI) em 30 de outubro de 1959, no Bairro da Vermelha, filho de Francisco de Assis Pereira da Silva e de Zenóbia Nogueira Castelo Branco. Foi criado no serão de Aroazes (PI), vivendo da agricultura familiar na Fazenda Tabúa, na época propriedade de seu avô paterno, Ulisses Pereira da Silva, que foi um inspirado poeta valenciano, do qual o autor herdou o gosto pela poesia. 

FÓRUM DA ÁGUA / Benjamin Monteiro

Miguel Arcanjo passou por uma infância um tanto conturbada. Só melhorou quando ingressou na Faculdade de Medicina. Nesse período, por opção viveu em um completo ostracismo, pois poderia até ter se tornado um líder estudantil, caso assim desejasse. Já desempenhando o papel de médico, continuou vivendo uma vida normal até passar por uma situação crítica no estado de Minas Gerais, para onde tinha mudado. 

GENOCÍDIO DOS CAIÇARAS / Priscila Siqueira

É oportuna uma nova edição deste Genocídio dos Caiçaras para refletir sobre o passado e pensar o futuro. No caso, o testemunho, num recorte de tempo, do que um regime autoritário e antidemocrático faz com as populações economicamente menos afortunadas. A briga pela posse da terra ainda acontece em muitos pontos desse litoral. A voracidade do capital não deixa em paz as comunidades que insistem em não sair de sua morada ancestral em frente ao mar. 

GUATAMBU / Luiz Carlos Ladeia

Uma paixão proibida e a opressão dos poderosos sobre os retirantes em uma região de conflitos. O cenário é o interior paulista no início do século XX. O autor explora o Realismo Mágico e se vale da voz de um humilde cantador para narrar os mistérios e fantasias do mundo dos tropeiros e dos boiadeiros.

HÁ UM SEMPRE NO CAMINHO / Marilina Baccarat de Almeida Leão

Vivendo isolado, na clareira de uma floresta, Lucio vive um passado, que surge, sempre, em sua mente e se alterna com o presente... Revelações, que vão desvendando os acontecimentos, que o levaram até ali... Sem conseguir reagir à dor, que o prejudicava, afunda-se, cada vez mais, nas mentiras e em suas dores... Mas, nesse cenário de extrema desolação, surge uma luz, o amor de uma mulher apaixonada, que oferece, ao seu homem, a última possibilidade de redenção... 

HELENA / Inêz Lourenço

Este não é um livro religioso, mas trata de algo que todos gostariam de vivenciar. Um livro que ensina a arte de viver bem, com saúde, realizações e sem preocupação com o futuro. Aproveito para dizer que é ficção; qualquer semelhança com nomes ou fatos é mera coincidência. 

HERÓI ATÉ O ÚLTIMO MOMENTO / Mônica Molari

Herói até o último momento contém o relato da luta de uma mãe contra o transtorno da esquizofrenia que acometeu seu filho do meio, muito guerreiro, líder, esportista, amoroso e com tantas qualidades e vontade para vencer na vida. Os surtos de delírios e alucinações da esquizofrenia causam perdas cognitivas importantes no tocante à memória, ao raciocínio lógico e à capacidade de concentração e de atividade física. 

HIATO / Walter Pantoja

O tempo entre uma e outra lufada de vento... aquela que move as dunas, que alvoroça as folhas dos plátanos, que às vezes nos impede numa esquina qualquer, que nos impulsiona quando menos esperamos... O espaço de tempo entre uma e outra onda quebrando na praia... é o hiato que revela a poesia lírica, intimista e reflexiva de Walter Pantoja no seu novo livro.

HISTÓRIAS REVIVIDAS / Carlos de Morais

As narrativas do livro Histórias Revividas são expansões do livro anterior, Histórias vividas. São histórias esquecidas que agora afloram na memória, principalmente aquelas nas quais aparece um personagem muito querido, um amigo e irmão que viveu comigo caminhadas inusitadas.

HOMENS DO CAIXÃO / Francisco Aparecido

Homens do caixão conta a saga de Teodorico, o corrupto prefeito de Socorro, no interior paulista, um homem muito supersticioso. Ele acredita que o município é assombrado por oito homens fantasmas que carregam um caixão no cruzamento das estradas das fazendas de café, à noite. 

IGARAPAVA / Maria José Silva Adornato

Maria José Silva Adornato - Paulista de Igarapava, nascida no dia 28 de abril de 1942. Formada em Letras pela USP na Faculdade de Filosofia, Letras, e Ciências Humanas e em Pedagogia pela mesma Universidade. Lecionou Português em escolas estaduais e municipais na cidade São Paulo no Ensino Fundamental e Médio. 

INESPERADA REUNIÃO NA METRÓPOLE / Akio Kimura

Um personagem do livro teve duas profissões: tipógrafo e linotipista, enquanto durou. A defasagem de ofícios devido à tecnologia afetou diversas profissões no final das décadas de 80 e 90 do século passado – o que, consequentemente, culminou em desemprego, apesar da criação de outras profissões, mais modernas. Numa determinada fase da vida do personagem Antônio, sua esperança passou a ser a aposentadoria, que era aquela “luz no fim do túnel”. E a obteve.

INTRODUÇÕES A METAFÍSICA / Mário Sérgio da Conceição Oliveira Junior

A idea [εἶδος] não é o seu concepto, é a forma na mente humana. Somos Seres Vivos na enervação do que podemos ser na existência. Estar no tempo nunca será o mesmo que intuímos na nossa mente, tempos são memórias, não são regências ainda in-compossíveis lembranças, presença fixa ou desaparecida reemerge feito o sol que podemos ver em segundos em notas de assuntos da vida humana e servem aos reflexos e fórmulas do caso do verbo passado-futuro se si saibamos realizar o sentimento e noção de nossa própria rede causal...

IRMÃ LETÍCIA /Elisa Guimarães

O leitor haverá de encontrar nas páginas da história de Nair – Irmã Letícia – sinais de que a Providência Divina a sacramentou para o cumprimento fiel de uma vocação. Traços da biografia, tanto da Nair, quanto da Irmã Letícia são matéria deste livro – mensageiro de fraterna, carinhosa e grata homenagem.

ITAITUBA, NOSSA HISTÓRIA EM RIMA E PROSA / Barrozo

Olimpio Pereira BARROZO, filho de João Pereira de Souza e Francisca Barrozo, nasceu em 26 de julho de 1953 em Itaituba (PA). Estudou no Grupo Escolar de Itaituba, na Escola Alice Carneiro e Escola Normal Sant’Ana. Fez o segundo grau com habilitação em Magistério (professor primário) na Escola Estadual Benedito Corrêa de Sousa, de 1979 a 1981. Frequentou por 18 meses o cursinho pré-vestibular. 

JOSÉ DE ALENCAR E MACHADO DE ASSIS - UM POSSÍVEL DIÁLOGO REALISTA / Dariana Paula Silva Gadelha

O realismo foi a estética que se opôs ao romantismo e que preconizava uma descrição mais verista dos fatos humanos e dos costumes da época. Contudo, embora se tente separá-los firmemente, pode-se dizer que ambos possuem muitos fatores em comum. Conforme essa ideia é que Afrânio Coutinho (1986) afirma que o realismo é mais uma continuação do que uma oposição ao romantismo, pois trazem como assunto central o homem. 

LA GRÁFICA: UNA INDUSTRIA EN TRANSFORMACIÓN / Hamilton Terni Costa

Uno de los modelos de comportamiento que busco profesionalmente es el reaprendizaje continuo. Caminamos por este mundo con velocidad creciente, casi corriendo, y no revisamos en todo momento qué tan válidos son los conceptos y supuestos que hemos adoptado como verdaderos en nuestras vidas (especialmente en un mercado dinámico como la comunicación digital e impresa). 

LEMBRANÇAS POÉTICAS / Maria Augusta Sellmann Oliveira

O livro retrata momentos vividos e a observação de cenas do cotidiano. Tem a sensibilidade de buscar a valorização do gênero lírico e os temas abordados são frutos também da prática como professora de Literatura, a qual teve contato com obras inspiradoras. Lembranças poéticas vem dividir sentimentos com o leitor em busca de emoção.

LINHAS PARES / Claudia Quintana

Eu, Claudia Quintana, o caminho do meio de Ana Claudia de Lima Quintana Arantes, sou mulher feita de poesia. Já passando da minha primeira metade de vida, nasci mesmo há bem pouco tempo, depois de perceber que a vida só precisa fazer sentido do lado de dentro. E do lado de dentro, sou poesia. Nas horas vagas sou médica, e muitas vezes chego a pôr em receituário as orientações de tratamento complementar de poesia para meus pacientes. E como isso funciona!! 

LIVRA-ME, POESIA / Bruno Ramalho

livra-me, poesia. sim, com letras minúsculas, pois, na concepção da obra, a poesia deve ser pequena em sua grandiosidade, delicada em sua pungência, minimamente especial em sua máxima expressão. nela, bruno ramalho brinca com as palavras ao remeter o leitor à poesia que o liberta e, ao mesmo tempo, o aprisiona a um livro.

LUA SOLIDÁRIA / João Gomes da Silveira

Madrugada alta, o confinado acorda. Pelas grades do calabouço, aquele luão enorme sobre a torre da Sé, muito branco, espreita o solitário, num gesto muito, mui solidário. Lua solidária é o décimo segundo livro de João Gomes da Silveira, o sétimo de poesia.

MÃE CORAGEM / Jô Nunes / Cristina Loddi

A obra é um depoimento emocionado e verdadeiro de Jô Nunes, Presidente e fundadora da Associação Brasileira da Síndrome de Williams – ABSW, contando a trajetória de luta em prol do diagnóstico e inclusão de sua filha Jessica Nunes Herculano, que nasceu com Síndrome de Williams, uma doença rara, em uma época onde essa síndrome genética ainda não era conhecida no Brasil.

MAGIA POÉTICA / Esther Ribeiro Gomes

Mãos de poeta pincelam a beleza, falam do encanto da natureza, do sol que desponta ao amanhecer, do pôr do sol que é lindo de ver! Os anjos sussurram inspirações e o poeta se encanta traçando poesias, em harpas e banjos dedilham canções e o poeta se inspira com essa magia!

MANUAL PARA SÍNDICOS, MEMBROS DE CONSELHO E ADMINISTRADORES / Zulmar José Koerich Junior

A presente obra tem por finalidade apresentar aos Síndicos, administradores e gestores um completo manual para consultas a ser realizadas no cotidiano da vida em condomínio, abrangendo assuntos de grande dificuldade e controvérsia. Não nos prenderemos a questões relacionadas à manutenção predial – de fácil percepção e decisão, mas avançaremos por temas que causam dúvidas até mesmo em profissionais experientes.

MÃOS QUE FALAM / Manoel S. Moura

Em minha vida sempre admirei muito os estudos, o aprendizado e a leitura, que nos apresenta um mundo novo e propicia descobertas. Lendo, é fácil mergulhar no cotidiano cultural. O que mais amo, porém, é escrever. Atividade que faço sempre com amor e dedicação, com o intuito de levar a outras pessoas parte de minha experiência e conhecimentos que adquiri ao longo do tempo para ajuda-las em sua evolução. 

MAR AZUL / Conrado Colli Sampaio

Orgulho e prepotência gerando ódio, desejo de vingança e morte. Assim estão entrelaçadas as vidas de Felipe e Roza, Rubens e Maryna, José e Dalva.Só o Amor e o Perdão poderão romper esses sentimentos gerados em outras encarnações. Leia esta linda história, envolva-se com os acontecimentos e veja que “nada é impossível para quem tem fé em Deus”.

MAR DE NORONHA E OUTRAS ÁGUAS / Cássia Marina Moreira

Há vinte anos, no Arquipélago de Abrolhos, Bahia, foi coletada água energizada por baleias jubartes, que visitam o lugar desde tempos imemoráveis e onde permanecem por alguns meses. Essa água foi transformada na primeira Essência Vibracional D’Água, a Essência das Baleias em Abrolhos. Desde então muitas outras surgiram. 

MASSACRE DOS ÍNDIOS CANELA / Virgílio Galvão Sobrinho

Etapa de choro alto, de desespero, de corpos inertes nas esteiras de palha de buriti. A terra estranha, carrasco seco, triste, de fome e doenças. Nos voos rasantes das aves noturnas, gritos de desespero pelo mau presságio, de morte. Pela manhã a procissão de aflitos, para enterrar os entes queridos em covas rasas protegidas por jiraus de madeira ressequida. O som de cabaça indígena, flauta rústica, nostálgico, reboava nas noites escuras doloridas de saudade.

MATURIDADE? AGORA QUE SÃO ELAS! / Cristiane Viviani (Org.)

O livro Maturidade? Agora que são elas! tem como objetivo uma reflexão sobre as diferentes faixas etárias. O que foi mais representativo ao escritor na virada para a maturidade: suas agonias, alegrias, sonhos; bem como quais impactos transformadores que o processo natural do envelhecimento teve na vida de cada autor com base em suas experiências.

MEDITAÇÕES POÉTICAS / Graziella Tognetti

Meditações poéticas é o novo livro da escritora e poetisa Graziella Tognetti que nos brinda com lindos poemas, revelando-nos emoções, lembranças, sonhos e anseios acalentados em sua alma de mulher romântica, sensível e apaixonada.
O amor está presente em cada um de seus versos, extravasando sentimentos ditados pela inspiração de seu coração poeta.

MEDO DO ESCURO / Maurício Oliveira

“As imagens e sons que vinham à tona torciam a mente de Timeo de forma cada vez mais detestável, até que se tornaram horrendos. As lembranças eram pesadelos que emergiam naquele seu descanso silencioso na cadeira de vime e lutava consigo entre recordar e deixar apagar. [...] Queria parar de pensar ou sonhar e devanear. Estou acordado? Não podia ter certeza de mais nada, mas esse fluxo era agora incontrolável e os acontecimentos rememorados de forma torta vertiam-se para a consciência entorpecida.”

MEIO SÉCULO DE MIM / Aíde Queiroz Lisboa

Meio Século de mim é um livro poético de diversas fases da vida do autor. Na obra os leitores encontrarão textos escritos ainda na adolescência e outros ainda mais atuais. Algumas poesias são românticas e apaixonadas, outras críticas e sociais. Há textos de cunho religioso e de autoajuda, homenagens a pessoas importantes na vida do autor, como pai, mãe, irmãos, filhos, esposa, família, amigos... 

MEMÓRIA DE VIAGEM - AÇORES, ISRAEL E TURQUIA / Elisa Guimarães

Este livro contém impressões de viagem que, registradas num diário, foram pouco a pouco tecendo a memória ou as memórias ligadas ao que se viu e ouviu. Tem-se, pois, esta obra como repositório das contribuições emotivas e imaginativas da observação. A meta na linha de mira da autora é repartir com o leitor o gosto das maravilhas contempladas ao longo do percurso que nos franqueou o acesso a Açores, Israel e Turquia.

MEMÓRIA DE VIAGEM - ARGENTINA, CUBA E CANADÁ / Elisa Guimarães

Este livro contém impressões de viagem que, registradas num diário, foram pouco a pouco tecendo a memória ou as memórias ligadas ao que se viu e ouviu. Tem-se, pois, esta obra como repositório das contribuições emotivas e imaginativas da observação. A meta na linha de mira da autora é repartir com o leitor o gosto das maravilhas contempladas ao longo do percurso que nos franqueou o acesso a Argentina, Cuba e Canadá.

MEMÓRIA DE VIAGEM - MÉXICO E ESTADOS UNIDOS / Elisa Guimarães

Este livro contém impressões de viagem que, registradas num diário, foram pouco a pouco tecendo a memória ou as memórias ligadas ao que se viu e ouviu. Tem-se, pois, esta obra como repositório das contribuições emotivas e imaginativas da observação. A meta na linha de mira da autora é repartir com o leitor o gosto das maravilhas contempladas ao longo do percurso que nos franqueou o acesso ao México e Estados Unidos.

MEMÓRIA DE VIAGEM / Elisa Guimarães

Este livro contém impressões de viagem que, registradas num diário, foram pouco a pouco tecendo a memória ou as memórias ligadas ao que se viu e ouviu. Tem-se, pois, esta obra como repositório das contribuições emotivas e imaginativas da observação. A meta na linha de mira da autora é repartir com o leitor o gosto das maravilhas contempladas ao longo do percurso que nos franqueou o acesso a Espanha e Portugal.

MEMÓRIA DE VIAGEM / Elisa Guimarães

Este livro contém impressões de viagem que, registradas num diário, foram pouco a pouco tecendo a memória ou as memórias ligadas ao que se viu e ouviu. Tem-se, pois, esta obra como repositório das contribuições emotivas e imaginativas da observação. A meta na linha de mira da autora é repartir com o leitor o gosto das maravilhas contempladas ao longo do percurso que nos franqueou o acesso a Itália, Portugal, Espanha e França.

MEMÓRIA DE VIAGEM DE ROMA À TERRA SANTA / Elisa Guimarães

Este livro contém impressões de viagem que, registradas num diário, foram pouco a pouco tecendo a memória ou as memórias ligadas ao que se viu e ouviu. Tem-se, pois, esta obra como repositório das contribuições emotivas e imaginativas da observação. A meta na linha de mira da autora é repartir com o leitor o gosto das maravilhas contempladas ao longo do percurso que nos franqueou o acesso a Roma e à Terra Santa.

MEMÓRIAS DE UMA ROSEIRA / Lourdinha Duque

A roseira da casa, atenta e vigilante, viu e acompanhou as transformações pelas quais Amélia passou ao longo dos anos junto com a família, até quando Amélia foi para longe, escrever a própria história. Também viu as dificuldades enfrentadas pelos pais determinados, com tantos filhos, tendo como norte colocá-los no caminho da retidão, apesar da insegurança que o país enfrentava. 

MENSAGENS DE AMOR E PAZ NA TERRA / Claudia Lopes de Oliveira Campos

Mensagens de amor e paz na terra é um livro de autoajuda para pessoas que estão depressivas, passando por problemas, viciadas em drogas ou bebidas – enfim, pessoas desesperadas que ainda não encontraram o caminho verdadeiro. A obra traz textos inspirados na Bíblia Sagrada em forma de verso e poesias, verdadeiras sementes de amor.

MENTES SIDERAIS / Maruam

Livre pensar! Com embalagem infantojuvenil, está feito o convite para flutuar, entre mentes, no espaço sideral! Em linguagem de prosa poética, reflexões ecoam o eterno sonho humano da plenitude vivencial. Um estímulo para despertar o núcleo adolescente aventureiro que repousa em cada um de nós.

MÉTRICAS MACERADAS / Mirian Menezes de Oliveira

Métricas Maceradas apresenta-se como uma singela e minimalista obra, pretensiosamente organizada sob princípios homeopáticos. Sucinta... diluída... esfacelada... tenta, desesperadamente, aproximar-se do ritmo das batidas do coração, escandindo sentimentos em: sete, oito... dez sílabas poéticas... Os esboços e rabiscos poéticos assumem o papel de reorganizadores do CAOS, comportando-se como libélulas, na busca do voo equilibrado. 

MEUS MAIS DE MIL CORAÇÕES / Gabriela Plaza

Escrever esse livro foi exercício de rotina [...] e nessa rotina senti tudo (ou quase) que há para sentir: ódio, carinho, tristeza, alegria, nada. Devo minha escrita a tudo que me apareceu. Amores, lutas, feridas, tudo de mais ínfimo e gigante. A vida me foi matéria bruta essencial para qualquer tentativa literária que eu tenha ambicionado, pois em tudo houve poesia.

MINHA FAMÍLIA / Sumico Yokoyama

Foi quando estava impossibilitada de andar, devido ao pé engessado, que Sumico iniciou o trabalho de trazer para o papel a sua história. Talvez motivada pela herança de família, que nunca se deixou esmorecer frente às dificuldades. Quem sabe por ter sido provocada a deixar para os seus descendentes o "mapa da conquista".

MOSAICO DO TEMPO / Antonio Mourão Cavalcante

É preciso pisar no mosaico do tempo. Mourão – é assim que ele gosta de ser chamado – sentou-se inteiro na velha cadeira de balanço e nela, com a cumplicidade do “seu” tempo, escreveu os versos de Mosaico do tempo. Ainda sentado na cadeira de balanço remoeu-se – corpo e memória – na prática do exercício ímpar pela vida. 

MOTIVAÇÃO S NO SER / Ives Marcelo

Sou Relações Públicas. A certa altura senti necessidade de passar a minha motivação S para o mundo high tech de frias relações e pretensões, em que perdemos o senso e o sentido da vida. Valorizamos o ter e não o ser. Eu senti em ser: técnico em Marketing, bacharel em Relações Públicas com ênfase em Recursos Humanos, pós-graduado em Ética Empresarial e concursado. 

MUDE SUA VIDA! COM PNL / Deborah Edelman

A Programação Neurolinguística – PNL – é uma ciência que estuda o funcionamento do cérebro humano desde o momento em que ele capta as informações do meio ambiente, a forma como ele registra, e finalmente, como elas interferem nos comportamentos, nas capacidades, nas crenças, nos valores, na identidade e nos relacionamentos com outras pessoas, com o meio ambiente, e com o que está acima de nós e que cada um chama de um jeito: D’us, Cosmos, Universo, Unidade, Eu Superior, entre outros nomes.

MULHERES SEM MEDO / Gê Marquish

Esta história não trata de heroínas com superpoderes ou pessoas imunes ao sofrimento. São mulheres românticas como tantas outras, porém ameaçadas ou acuadas, não se furtam a reagir de forma brutal. Mulheres encurraladas podem tornar-se tão cruéis quanto carrascos da Idade Média, que enforcavam, decapitavam ou queimavam vivas as suas vítimas. Pode a amizade nos forçar a fazer vista grossa quanto a crimes e falsidades?

MUNDO ANGULAR / Omar Ellakkis

Na forma, nosso escritor incursiona por vários estilos: Por vezes sua poesia se aproxima da prosa, mas claro, é prosa poética. Em seus poemas, o leitor nunca encontrará uma linguagem difícil, no máximo algum neologismo que é fruto de seu discreto, mas eficaz experimentalismo. Gosta de organizar palavras justapostas, para produzir sentidos e, assim, vai limando interessantes poemas minimalistas. Notam-se umas pitadas de concretismo. Só quando necessário faz uso da rima, ou seja, ele prefere o verso livre.

NA TARDE DE MINHA VIDA / Dê

No livro Na tarde de minha vida, o leitor vai encontrar fatos reais pelos quais a autora, com base familiar fundamentada, passa, com todas as adversidades que a vida lhe impôs, vencendo até seus medos mais íntimos para chegar aos objetivos maiores, sua carreira e, posteriormente, a criação e formação de seus filhos. 

NANA / Osvaldo Gomes Jr.

Estes 66 poemas foram escritos em 1976 e 1977, ou seja, há 42 anos estão guardados, e, exceto por publicações episódicas no Facebook, não foram expostos à visitação pública. O poeta, com seus 24, 25 anos, absorvendo o Romantismo presente em seu livro anterior, intitulado 1852, já em uma juventude amadurecida, enveredava pelo caminho dos versos livres...

NÃO TEM MAIS GOLEIRO / Ricardo Carneiro Leão (Dr. Poeta)

Nasceu este livro de homenagens, após alguns meses de haver escrito o poema que dá título ao livro: Não tem mais goleiro. Poema que eu desejava não ter tido a oportunidade de escrever. Poema homenagem, escrito a um jovem amigo em um momento de muita tristeza e dor. Uma homenagem que eu não gostaria de tê-la feito nas condições que me levaram à inspiração. 

NOITE NO HOSPÍCIO / Elson Jacinto

Esse é um universo muito singular; de vivência e referências muito pessoais, com respingos que fazem alusão ao âmago, num resgate resignado de profecias sôfregas. Vidas que retrocedem, regurgitam, esvaem-se... não se trata de um registro ou denúncia. Talvez seja um pardieiro humano que abre um parêntese oportuno e despretensioso, a fim de revelar um mundo infestado de preconceitos; esquecido, engalfinhado pela hipocrisia. 

NOS CAMINHOS DE MADALENA / MJ Vettorazzi

Como sempre, fico encantada com a sua justa, digna, carinhosa e corretíssima sensibilidade para com os animais. Suas colocações e boas intenções são relevantes, especialmente nessa era digital. Você faz Filosofia com bom humor, num texto literário, ao mesmo tempo. É sempre gratificante saber, saborear os seus textos! Seu carro-chefe é o monitoramento sensível aos gatos(as).

NUM3 / Ivan Marcon

NUM3 é uma travessia. Percorre lugares que aparecem na geografia e nos mapas, como também na alma humana. Localiza diversos sentimentos e significados, que se traduzem em experiências físicas, que reverberam no corpo, na pele, na lágrima, no suor. O texto, ágil, é minuciosamente preciso nas palavras.

O ANJO DO APOCALIPSE / Clovis Levi

Clovis Levi é autor das peças “Se chovesse, vocês estragavam todos” (coautoria de Tania Pacheco; Prêmio Governador Estado de São Paulo), “Na Era do Rádio”, “Ai, ai, Brasil”, “Oh, que belos dias, meu Rio de Janeiro” (inédita), “Amor e morte de Nelson Rodrigues” (Prêmio Concurso Nacional de Dramaturgia da Funarte, Segundo Lugar; inédita), entre outras.

O CAMAFEU DE ESMERALDAS / Francisco Deiana

Rio de Janeiro, 1948. O jovem e simpático motorneiro de bondes Germano Xavier conhece a bela e rica Heloísa Amaro Cruz, pertencente à alta sociedade carioca da época, com quem inicia um intenso e secreto romance, apesar do abismo de classes que os separa. 

O CORAÇÃO DA ALMA / Vivian Maria Geraldi

A vida tem mudado tanto que nossas necessidades emocionais e espirituais crescem como nunca antes. As dificuldades de lidar com toda essa situação têm acarretado sérias consequências como excesso de ansiedade, pânico, depressão, e um alarmante aumento no índice de suicídio. Nessa época tão conturbada e desafiadora, o meu desejo é que cada texto deste livro seja um bálsamo, um carinho, um farol, um incentivo a cultivar um relacionamento verdadeiro e saudável com Deus, com a natureza, conosco mesmos e com quem convivemos.

O GRANDE MÍNIMO / Taís Guimarães

Intolerante à corrupção e à opressão, o Santo trazia a paz, a misericórdia e a justiça aos mais fracos. Sempre procurado pelos oprimidos, aos quais ouvia atentamente, Francisco se revoltava cada vez mais com os poderosos inescrupulosos até que, do coração de Paula, surgiu uma destemida e abençoada voz, ecoando no vento, nos galhos mais altos dos pinheiros, na gruta, no pequeno riacho! 

O IRMÃO E A JORNADA DA VOLTA / Hânia Gazetta Ribeiro

Com uma linguagem bastante leve e fácil, o livro traz a história de dois irmãos e suas descobertas desde que chegaram no mundo do tempo e da ilusão. Nessa jornada, eles cantam e contam lembranças e lições que vão despertando o gostar de aprender, o brincar de pensar no pensamento, o voar em par e tantos outros instantes luminosos. Suas descobertas brilham, entre conversas e reflexões, véus e estrelas, encontros e toques no Céu.

O LADO POÉTICO DA VIDA / Rosimeire Leal da Motta Piredda

Nascemos e não sabemos exatamente como viver. A existência é composta de alegrias, solidão, incertezas, realizações, situações positivas e negativas. Administramos nosso dia a dia, seguindo convicções e desejos interiores. Nem tudo sai conforme planejamos, mas devemos aprender a virar a página e ler o próximo capítulo, pois o tempo não para, tampouco aguarda que possamos compreendê-lo.

O LIMITE É SÓ O COMEÇO / Douglas Aparecido Antônio

Como é que pode
Alguém imaginar que um adolescente de apenas 15 anos seria capaz dar uma virada de 180 graus em sua vida e seguir rumo a uma caminhada que é para poucos? Pois é... Isso aconteceu com Douglas Robinho, que nessa idade teve o joelho prensado em uma partida de futebol. Em O limite é só o começo, aprendemos que o que passamos na vida, para certas pessoas, só se explica por uma enorme vontade de viver. 

O PLANETA TERRA E SEUS HABITANTES / Gil Mário do Lago

Gil Mário Lago, através deste livro, nos faz ver a importância do planeta Terra e seus habitantes. O reino animal, hominal, vegetal e mesmo os insetos – todos têm a sua relevância. Revela-nos como a dor é importante para o despertar espiritual do ser humano. Mostra-nos quão desnecessária é a homofobia, um tema por demais recorrente nos dias de hoje. Leva-nos a refletir sobre temas e citações utilizadas por segmentos religiosos nunca dantes questionados. 

O RABO DO TATU / Alexandre Gennari (org.) / Camilo Frade (org.) / Luiz Egypto (org.)

Se a partir dos anos 1980 a música passa a se reinventar no contexto da cidade, muito devido ao retorno do carnaval e pelo surgimento do Grupo Paranga, também o é na poesia dessas composições. Ainda que nesta coletânea optamos por não contemplar as canções, que merecem um outro volume especificamente para isso, a música e a literatura depois de 1980 se tornam indissociáveis. 

O REVERSO DA SORTE / Valter Luiz Peluque

Arrastava-se o tempo moribundo por entre três leitos de finadas esperanças. Se Ana Rosa se arrependia calada em tê-lo acolhido, Manuel se arrependia de tudo que errara na vida. E consignava sua vida ao absoluto erro. Amargurava-se e implorava que a morte lhe chegasse rápido a libertá-lo dos tormentos. Mas a morte tinha seus próprios caminhos e predileções. Ainda haveria de contorná-lo, rir de suas preces e apelos. 

O RIO SÃO FRANCISCO / J. Moraes de Souza

Os rios, mesmo aqueles de pequeno porte, desempenham uma função importante ao longo do seu percurso. Dão água para os mais variados fins, além de fornecerem alimento de graça para quem vai pescar, e ainda facilitam a ligação com intercâmbios variados entre os lugares existentes nas suas margens. 

O SEXTO JARDIM / Ana Maria Caldas

O Quarto Jardim pretende oferecer essa leitura como forma de um alegre e relaxante exercício para estimular a criatividade e melhorar o desempenho da memória. O Sexto Jardim é a continuação de uma terapia (O quarto jardim) através de uma fábula, reconhecida por profissionais da saúde/cognição/memória e da educação como estímulo à criação de textos.Ana Maria Caldas escreve teatro e literatura para adultos e crianças. 


O SONHO QUE TERMINOU / Paulo Mariano da Silva

Infelizmente, nosso estado lidera nos EUA quando se trata de câncer de pulmão, de acordo com o KYcancerc.org e o UsNews, além de outras fontes. Do lado positivo, temos alguns dos melhores médicos e programas nos EUA para ajudar a combater a doença maligna. A fita representa o câncer de mama, mas é um símbolo de esperança que todos podemos reconhecer. Kentucky/EUA.

O SONHO QUE TERMINOU / Paulo Mariano da Silva

Este livro foi produzido estritamente com cunho social, não tendo qualquer outra finalidade, a não ser dedicar-se a mulher que mais amei em minha vida durante quatro décadas. Fundamentado nessa linha de pensamento seus textos em sua grande parte segue o gênero narrativo - obedecendo uma ordem cronológica, e descritivo. Alguns aspectos delineou-se em gênero dissertativo argumentativo, sem a pretensão de abrir infindáveis teses para abordagens, pesquisas e levantamentos de determinados assuntos, isso fugiria a finalidade desse livro.

O TAL E O QUAL / Jô Gomiero

A proposta deste livro é uma brincadeira entre o Tal, que se acha muito importante, e o Qual, que consegue mostrar sua relevância. Assim acontece com as demais narrativas. A obra não tem a pretensão de ser informativa, muito menos didática, apesar de uma ou outra informação fazer parte de algumas das historietas. A intenção é que sejam apenas lúdicas e divertidas. O que vier além disso fica por conta de cada leitor.

O TEU QUE É MAIS AZUL / Eloésio Paulo

A preciosidade do poema de Eloésio está no fato de ironizar, sarcasticamente, o aprendizado durante a catequese, destituindo assim, mais uma vez, o lugar da palavra verdadeira, recebida como dogma, e instituindo sub-repticiamente uma tensão intranquila, já que, no exato momento de iniciação do sujeito menino na cultura católica, o inferno em relação ao céu apresenta-se “mais próximo e palpável”.

O VÁCUO DO VERSO / Tércio A. Paparoto

Os presentes versos aqui se anunciam. Há, neles, como que a somatória das feridas que os anos de existência cosem, num costurar minucioso das agruras, dos dissabores, mas também dos louvores que só o polimento da maturidade oferece. O vácuo dos dizeres exclui, atenua, filtra – por vezes – a pequenez inerente à coisa humana. Mas, antes, prepara e acolhe a sensível capacidade de se construir vida por meio do paladar das palavras. Aqui, vão-se os novos versos...

O VELHO DO BUGUE / Carolina Portoliveira

Escrever sobre “Seu Impólito” é tentar entender o paradoxo que foi a sua vida. Descendente de uma família de fazendeiros de café, nasceu e cresceu na vila de Lajeadinho, hoje Nova América, município de Itápolis, no estado de São Paulo. Rebelde desde criança, pouco aproveitou os anos escolares. Desde cedo sua preocupação era jogar bola e explorar tudo que a vida oferecia. 

O VELHO, NOVO E SEM TEMPO / Luiz Andrade (Org.)

O Teatro Amazonas, o Encontro das Águas e o tambaqui todos conhecemos, mas quem olha Manaus com cuidado sabe que é uma cidade muito mais complexa do que se vê na superfície. A noite cai, e sua escuridão revela um lugar diferente, pulsante, cheio de segredos, de maravilhas sombrias. Suas ruas se transformam em labirintos nos quais tudo pode acontecer, e a alma humana, em sua face mais obscura, é protagonista de episódios inquietantes. 

ONTEM NAS MANHÃS / Milton Luiz Moreira

Algo destes bastidores cabe à confissão que faço sem ressalvas: Tal como no real artifício de "limpar gavetas", antigos poemas que fugiriam da sombra para o descarte, agora todos acabariam por mim submetidos á reanálise; de modo que, relidos superficial ou tenazmente, ganhariam nova luz e lugar seguro.

PALAVRAS SOLTAS / Denis Maricato

Palavras soltas são histórias, relatos, vitórias e derrotas dos grandes e dos pequenos, da vida real e da vida imaginária. São crônicas do homem, crônicas da vida. Que se elevam no palco literário e espalham-se pelas cidades e aldeias do mundo. Oferecem palavras e pensamentos aos seres do futuro.
Denis Maricato

PARA COMEÇAR A PRATICAR / Fernanda Marçola

Começar uma nova atividade, seja ela qual for, demonstra determinação e força interna para administrar o tempo, organizar suas prioridades e preservar o comprometimento. Parabéns por escolher cuidar de si e reservar um tempo especial para o seu bem-estar e qualidade de vida. Este pequeno livro irá ajudar você a aproveitar as práticas do yôga. Seja bem-vindo!

PEDAGOGIA DOS SISTEMAS DINÂMICOS ABERTOS E ADAPTATIVOS - (PSDAAP) / Irineu Morelo Júnior

Para pensar, refletir e quem sabe transformar! Vivemos um momento no tempo histórico humano em que descobrir caminhos torna-se imprescindível para prosseguirmos como espécie na face do planeta. Nossa sociedade está repleta de informações, mas será que isso é um fator favorável para gerar conhecimento, facilitando nossa permanência, ou um fator que pode causar a nossa própria destruição nesse processo?

PELOS CAMINHOS DA VIDA / Vera Lucia Moares de Siqueira

Este livro é uma coletânea de contos, crônicas e poesias. Através dos contos e crônicas, abordo problemas sociais que servem como exemplos nas várias situações vividas pelo ser humano. Escrevo para todos os tipos de pessoas usando um vocabulário simples, pois o que pretendo é provocar a emoção e a reflexão sobre a nossa trajetória pelos caminhos da vida.

PENSAMENTOS / Sérgio Di Petta

Na curva de distribuição de machos e fêmeas, dependendo do que se considere como normal, poderíamos chegar a um pequeno percentual de homossexuais, uma vez que não se espera que a natureza cometa muitos erros, a menos que a espécie em questão atravesse uma fase de extremo estresse. 

PEREGRINAR É PRECISO / Remo Rabello Mesquita

PEREGRINAR é PRECISO - Reflexões de um peregrino não é uma obra de ficção. Trata-se de uma coletânea de relatos reais e poemas que foram aflorando em mim após um longo período de recolhimento, oração e reflexão. No dia 13 de julho de 2007, em Niterói (RJ), fui submetido a uma cirurgia para retirada de um tumor maligno. O período pós-operatório se estendeu por cinco meses. 

PÉROLAS DO MEU ARQUIVO /Pr. Marco Antônio de Araújo

Este livro é resultado de constante observação no que diz respeito ao dia a dia das pessoas, como elas vivem e se comportam diante da sociedade, principalmente nas redes sociais. Não são poucos os casos em que muitas pessoas se entregam ao fracasso espiritual, desiludem-se com a própria vida e, em alguns casos, até cometem suicídio.

POEMAS ATRAENTES / Alberto Slomp / Yara Regina Franco

Poemas atraentes objetiva conquistar e entreter, despertando o interesse do leitor a partir de um conjunto de características apresentadas no livro. Sendo a atração um impulso, leia esta obra, envolva-se na harmonia do conteúdo poético, dando asas a sua imaginação, e voe com a magia e a poesia em constante evolução.

POESIA DE RIO / Mauro Guilherme

Voltando a publicar um livro de poesia depois de dezesseis anos, fecho um ciclo de dez livros publicados. Estive publicando prosa por todo esse tempo, de modo que as minhas poesias só apareceram em antologias literárias. O livro que ora publico é diferente dos outros dois que publiquei, seja porque é regionalista em boa parte, seja porque possui poesias mais concisas. 

POESIAS DO COTIDIANO / Rahinei

Este livro de poesias é o primeiro de uma série de mais três livros que venho ao longo de trinta anos escrevendo até que senti a hora de lançá-lo ao público, que é agora. Descrevo poeticamente a nossa vida política e social no Brasil e no mundo: protestos, desigualdades, injustiça entre pobre e rico, quando todos pagam impostos. Tem poesias que mexem muito com o raciocínio do leitor. 

POR TODO O INFINITO / Maria Lucia Moyses Ruiz

Adriana acorda confusa e aterrorizada. Não sabe onde está, o que lhe aconteceu, nem se lembra dos eventos da noite anterior. É invadida por um misto de angústia e medo enquanto as pessoas que a cercam, bem como o leitor, tentam desvendar o mistério. O livro, assim, se desenrola entre o passado e o presente, contando uma história de amor e ódio entre os protagonistas Adriana e Paulo, começando quando eles se conhecem e prosseguindo até os dias atuais.

POR TRÁS DOS MUROS DA INSANIDADE / Jorge Henrique Ramos

Me encheu de orgulho o convite para escrever esta apresentação. Há pessoas que nos deixam felizes só por nos dar um bom dia, e o Jorge é um desses. De sorriso largo, texto rápido e fácil, incansável curiosidade pelas coisas e pelas pessoas e a consciência de quem sabe para onde quer ir, sem perder de vista o lugar de onde veio, o nosso contador de memórias escolheu – como boa árvore que não nega suas raízes – algumas das inúmeras histórias do nosso velho complexo.

PRÁTICAS DE LETRAMENTOS 2ª edição / Maria Lúcia Souza Castro

Esta publicação resulta de vários anos de pesquisa e de prática docente no ensino de Língua Portuguesa em curso de Licenciatura na Universidade do Estado da Bahia – UNEB. A oportunidade de concretizá-la se apresentou com a execução do Projeto de Estágio Pós-Doutoral no Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade de Brasília – PPGL/UnB, sob a supervisão da Profa. Dra. Stella Maris Bortoni-Ricardo. 

PROEX / Sanderson de Freitas Leite

Um grande problema encontrado pela maioria dos exportadores brasileiros é a falta de informação acerca de programas específicos de incentivo às exportações. Tal problema acarreta perdas de concorrências internacionais de fornecimento de mercadorias e serviços.Vivemos uma situação de competição global, em que os mais preparados de qualidade, tecnologia e financiamentos sobressaem àqueles menos preparados.

PSICOLOGIA: UM POUCO DE HISTÓRIA, MEMÓRIAS E REFLEXÕES / Luiz Celso Manço

A psicologia, como qualquer outra ciência, não é neutra, estática e linear, isto é, ela não se desenvolve acima do contexto sócio-histórico, assim como seu objeto de estudo. Nos âmbitos da produção teórica e prática, está sujeita ao movimento dialético e às injunções e demandas da sociedade em cada época – inclusive as de natureza político-ideológica. 

PSICOLOGIA: UM POUCO DE HISTÓRIA, MEMÓRIAS E REFLEXÕES / Luiz Celso Manço

A psicologia, como qualquer outra ciência, não é neutra, estática e linear, isto é, ela não se desenvolve acima do contexto sócio-histórico, assim como seu objeto de estudo. Nos âmbitos da produção teórica e prática, está sujeita ao movimento dialético e às injunções e demandas da sociedade em cada época – inclusive as de natureza político-ideológica. 

QUASE / Jane Gatti

Os 51 poemas deste livro foram produzidos ao longo da vida da autora e guardados em cadernos que o tempo se incumbiu de amarelar. Em 2009 passou a publicá-los no blog Viver em prosa e verso, que tinha como introdução o texto a seguir: “Neste espaço, pretendo que convivam os meus textos – que escrevi ou escreverei – com aqueles que amo: de poetas conhecidos ou desconhecidos...

REBELDIA / Zluiz

Relatos romanceados acerca da defesa e da luta pela posse da terra e dos direitos sociais dos posseiros e comunidades tradicionais (quilombolas, ribeirinhos, vazanteiros, gerazeiros...) do oeste baiano.

RECOMEÇO / Rita Milani

O mundo evoluiu muito e arrastou com ele os relacionamentos e, mesmo que se nos apresentando das mais variadas maneiras, os sentimentos que brotam desses encontros ou desencontros são atemporais. Entristecemo-nos e alegramo-nos do mesmo jeito que o faziam antigamente, lá nos tempos idos. 

RECOMEÇO / Rita Milani

O mundo evoluiu muito e arrastou com ele os relacionamentos e, mesmo que se nos apresentando das mais variadas maneiras, os sentimentos que brotam desses encontros ou desencontros são atemporais. Entristecemo-nos e alegramo-nos do mesmo jeito que o faziam antigamente, lá nos tempos idos. 

REFLEXÕES DO CAMINHO / Esther Dahan

Hoje vivemos a era da informação ampla, livre e gratuita. Todos podem falar sobre o que pensam e como vivem. Quem estuda as energias espirituais sabe que muito do que está disponível online precisa ser averiguado, porque nem tudo vem de uma boa base e gera conhecimento verdadeiro. 

REFLEXÕES: EDUCAÇÃO, SOCIEDADE E POLÍTICA / Israel Aparecido Gonçalves

Este livro é uma coletânea de artigos publicados em jornais de Santa Catarina e de São Paulo ao longo de dez anos. Os artigos têm uma linguagem simples e analisam o papel da escola, o processo educacional e a inclusão ou exclusão de segmentos da sociedade. Na esfera social é debatida a questão da corrupção, da desigualdade social, da liberdade de imprensa e a rua como lugar de crítica social, entre outros temas importantes para a sociedade. 

REFLEXOS NA IMENSIDÃO / Neilde Alves

Ao reunir neste livro 21 contos de minha autoria, quis juntar, em uma única obra, os seis contos que participaram de várias antologias de algumas editoras. Foram textos analisados por críticos literários e, portanto, de real valor para mim.

ROSA DO DESERTO / Liliane Silva

Somos tão consumidos pela correria rotineira da vida, pela locomotiva do tempo que passa sem cessar, que não paramos para nos perguntar qual o sentido da vida, qual o propósito. E de repente, numa tarde ensolarada de fevereiro, tudo muda, você perde o chão. 

RUMO A NOROESTE / Francisco de Souza

Os mais poderosos subjugavam os mais fracos e apoderavam-se das melhores terras e dos melhores rebanhos, tornando-se senhores de grandes áreas. A vinculação à terra e aos rebanhos fez nascer o poder político, que mais tarde será reconhecido por diversos nomes: imperador, rei, monarca e, mais modernamente, presidente... 

SAGA DE NOSSA FAMÍLIA / Narciso Barbosa da Silva

Curioso sempre fui... Pautei-me sempre pela lei do: “Se não sabes, intui” Pra chegar onde cheguei. Vivi sempre tendo em vista lição alhures haurida: Que toda e qualquer conquista é prêmio de alguma lida... Contemporâneos já tive que ficaram já pra trás... Se este João, pois, sobrevive, de cuidar-me fui capaz.

SAMPA EM CONTOS E CRÔNICAS NEGRAS / Alcidéa Miguel

Este livro expõe o cenário urbano da cidade de São Paulo, retratando o dia a dia de pessoas de diferentes faixas etárias, profissões e classes sociais, de etnia negra e afrodescendentes, com a finalidade de abordar testemunhos de discriminação racial e histórias motivacionais de superação.

SAUDADES ENTRE DOIS MUNDOS / Valquíria Gazze

Faz já vinte anos que conheço Valquíria Gazze. Faz já, portanto, vinte anos que reviso seus livros. Foram, ao todo, quatro livros. Porém, nunca foram revisões da linguagem apenas. Foram leituras de espírito. Desde o início, eu percebi que, para compreender os livros de Valquíria, era preciso uma outra postura de leitor – era preciso ler a alma implícita nas entrelinhas. 

SE FOR SAIR, FECHE A PORTA / Hilda Mendonça

É uma mistura de humor e seriedade, fantasia e realidade que envolve a gente na história. Mariah, Adelaine, Tapiraca, Anta!!! Viajei nessa mulherada que habita uma mulher só! Qual de nós não tem várias dentro de si? E todas juntas e misturadas deram um nó no analista que perdeu a neutralidade terapêutica e integrou-se às várias personalidades da moça. Leitura deliciosa, instigante e que leva a várias reflexões sobre a vida e as consequências e riscos das nossas escolhas. 

SERTÃO DO REINO / Marcos Quinan

Quando viu, veloz e em saltos no meio fechado do mato, pensou: guariba. Não era. Pensou pintura sem preceito, desar. Não era. Caça fora de hora no espaçado do dia, parecia. Acompanhou pisando silêncios até o destro gesto. No outro, metade susto, metade medo. Caça nada, parecia resto de fogo sem fumego, avaliou quanta carne, armou a borduna de tucum, recém-tirada. 

SÓ POR CIMA DO MEU CADÁVER / Maria Lucia Moyses Ruiz

Marcela acorda no hospital. A última coisa da qual ela se lembra é de estar na cozinha preparando o café da manhã. Então, veio a escuridão. Enquanto Marcela tenta entender o que está acontecendo, o leitor vai desvendando a sua vida: sua juventude, seu amor por Edu, o casamento, os filhos, até o desenlace final. Marcela sempre foi bonita e nunca teve problemas para arrumar namorados.

SOB OS CÉUS DA ITÁLIA / Paulo Roberto de Carvalho

“Deixamos algo de nós para trás ao deixar um lugar. Permanecemos lá, apesar de termos partido. E há coisas em nós que só reencontraremos ao voltar. Viajamos ao nosso encontro quando vamos a um lugar onde vivemos parte de nossa vida, por mais breve que tenha sido”. 

SOBRE ONTEM, ENFIM / Milton Luiz Moreira

Apesar das obras anteriores que apresentaram ao meio literário Milton Luiz Moreira, a presente publicação mostra cronologicamente o desfile das primeiras poesias do autor. Compor este livro, portanto, bastou tomar do antigo baú os textos inspirados sob efervescência adolescente, aqueles escritos impulsivos, singelos e libertos de qualquer juízo.

SONHOS E O DESTINO / Cecília França

Um romance envolvente da primeira à última página. Sonhos e o destino – Uma história de amor narra a luta de um casal contra os golpes do destino. Retrata a vida de uma jovem à procura de seu homem ideal e de um jovem buscando um novo caminho. Premonições, visões e sonhos irão revelando o que acontecerá na vida futura do casal. J

SUBIDOS / Marcos Quinan

Assim se deu nossa história. Assim foi como vivemos nesse inferno. Conforme aconselhado por Edéas, tudo foi anotado nessas folhas agora encardidas que dão conta do que passamos, como sobrevivemos e de nossas tentativas de nos manter unidos e unindo outras pessoas. 

SUPERANDO LIMITES II / Francisco Calixta

Superando limites não é só uma ideia, mas também uma reflexão do que somos hoje. É como se a cada momento nos achássemos entrelaçados, sem termos a nítida noção do que nos faz ser kilianos verdadeiramente. O prazer talvez não seja mais nobre do que a clareza de caminharmos, mesmo que às vezes atropelados por coisas alheias a nossa vontade, mas, mesmo assim, seguimos em frente, com a sabedoria de entender o valor de uma amizade.

TEM UM CELTA NA JANELA / Jorge-Arildo

Desenvolvendo intensa noção do sagrado, impregnando de religiosidade o curso da vida, mormente quando, firme e dedicado ao estudo dos paradigmas científicos não convencionais – como aqueles baseados na física quântica e no primado da consciência –, cresceu espiritualmente, indo além do ego. 

TEO-LF: TESTE DE ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO LOBO FRONTAL / Gislene Gorgueira

Após nove anos de pesquisa, concluímos os estudos para poder oferecer um teste dinâmico, de fácil compreensão e sobretudo atualizado, o TEP - LF (Teste de Estratégia e Planejamento - Lobo Frontal). Este teste de raciocínio lógico não verbal vem contribuir com os psicólogos e outros profissionais no processo de avaliação das funções executivas, que são as habilidades do indivíduo de planejar, organizar, tomar decisões, julgar suas próprias atitudes e executar o que planejou.

TERAPIAS NÃO MEDICAMENTOSAS PARA DTM / Simone Graziani Prada

Terapias não medicamentosas para DTM (disfunção temporomandibular) é a um só tempo instigante exploração dos processos físicos subjacentes à nossa percepção e eloquente ode à qualidade de vida – eis que constitui admirável combinação de ciência e dos processos terapêuticos naturais.

TORMENTA / Vânia Coelho

Tormenta, nova obra de Vânia Coelho, fala das profundezas conflitantes do ser humano por meio de personagens literárias criadas para coexistir nos meandros da trama e representar os espaços secretos e abissais do homem. A autora traz à luz uma antologia de contos cuja narrativa, por meio do fluxo de consciência e de outros recursos, revela as batalhas internas que ator-mentam o ser humano, em especial as mulheres.

TRIBUTO Á ANTIGA CEPLAC / Luiz Ferreira da Silva / Manoel Malheiros Tourinho / José Alexandre de Souza Menezes

Os autores se formaram na Ceplac, iniciando sua vida profissional logo ao saírem de suas faculdades, permanecendo até a aposentadoria, tendo participado dos áureos tempos da instituição modelar por três décadas. Por essa razão, resolveram escrever a presente obra como gratidão e para registrar a excelência de uma organização ímpar, de modo a passar às novas gerações essa sua experiência vivida. 

UM INOCENTE NA FÉ / Sérgio Di Petta

Emigração e religião são assuntos atuais, de recorrência constante na história humana. O homem emigra por aventura, por necessidade e para difundir sua religião. Os Gregos colonizaram a Europa e o Oriente próximo. Os Árabes estiveram na Europa, na África e em quase todo o Oriente. Os imigrantes Cristãos levaram para as Américas sua fé. Nos séculos XIX e XX, catorze milhões de italianos abandonaram sua pátria para se aventurar e transmitir sua fé em Cristo.

UM PONTO NO INFINITO... / Tom Villa Brasil

Cada um de nós pode ser considerado um ponto no infinito e possui dentro de si um livro em particular que é escrito diariamente através da própria experiência adquirida por vários acontecimentos, inclusive a leitura.Aqui uma mescla de poesias, mensagens e letras de músicas de minha autoria, que registram vários momentos vividos.

UM RASTRO DE LUZ / José Carlos da Silva

Agradecido e feliz, o casal passou então a dedicar-se com mais fervor ainda à transmissão do Johrei para sua família e em todas as pessoas de sua cidade. Começaram a ocorrer graças e milagres na vida dos que o recebiam. Como consequência natural não demorou para que a sua casa passasse a ser procurada por muita gente com problemas, chegando a formar-se fila dos que esperavam para serem atendidos.

UMA DOSE FATAL / Maria Lucia Moyses Ruiz

O frasco continha 30 comprimidos. A moça colocou-os na boca, um por um. A morte era a única saída para a dor insuportável que não a deixava prosseguir. Quem é ela e o que aconteceu para tão trágica decisão? O leitor só descobrirá as respostas conforme o livro for se desenvolvendo, contando a história de duas moças: Tatiana e Fernanda. Elas cresceram juntas e eram as melhores amigas desde então.

UMA SEMENTE CHAMADA AMOR / Francisco Epifânio Ferreira

Uma semente chamada amor é o quarto livro publicado de Francisco Epifânio Ferreira, sua primeira incursão na área de ficção. A obra traz o relato emocionante do adolescente Gilvan, que não tem medo de lutar para transformar seus sonhos em realidade e todas as batalhas que teve que enfrentar para superar sua humilde condição social e financeira e tornar-se “alguém na vida”. 

VAI CHOVER DE NOVO / Patrícia Daparé Botechia

Vai chover de novo conta a emocionante trajetória da formação de uma família através da adoção e tudo o que acontece depois desse processo de amor e entrega. Com uma história cheia de superação e muitas surpresas, ao final dela você entenderá que a esperança é um ciclo que se movimenta, mas nunca deixa de existir nem nos abandona. Muito parecida com a chuva, a esperança chega e vai embora, nos alimenta e nos dá a certeza de que tudo, a seu tempo, vai acontecer.

VAI CHOVER DE NOVO / Patrícia Daparé Botechia

Vai chover de novo conta a emocionante trajetória da formação de uma família através da adoção e tudo o que acontece depois desse processo de amor e entrega. Com uma história cheia de superação e muitas surpresas, ao final dela você entenderá que a esperança é um ciclo que se movimenta, mas nunca deixa de existir nem nos abandona. Muito parecida com a chuva, a esperança chega e vai embora, nos alimenta e nos dá a certeza de que tudo, a seu tempo, vai acontecer.

VAMOS FALAR DE COMÉRCIO EXTERIOR? / Gustavo Henrique Maia de Almeida

Esta obra retrata alguns temas para quem atua em comércio exterior, escolhidos especialmente conforme o grau de prejuízo, seja contratual, financeiro ou operacional, que podem acarretar. Certamente são assuntos com os quais as empresas que atuam em comércio exterior prefeririam não ter que lidar, como o perdimento de mercadorias, o temido canal cinza, a interposição fraudulenta, a sobre-estadia de contêineres ou demurrage, os crimes no comércio exterior, entre outros temas.

VELHAS PORTAS / Marilina Baccarat de Almeida Leão

Quantas vezes precisamos abrir novas portas e sentir um novo perfume, com urgência, de uma nova felicidade... Ficamos entre as velhas portas, que nos lembram dos reveses que passamos, e entre as novas portas, que temos pressa em abri-las, para ficarmos perfumados de nós mesmos, com novos aromas de alegrias... 

VELHAS PORTAS / Marilina Baccarat de Almeida Leão

Quantas vezes precisamos abrir novas portas e sentir um novo perfume, com urgência, de uma nova felicidade... Ficamos entre as velhas portas, que nos lembram dos reveses que passamos, e entre as novas portas, que temos pressa em abri-las, para ficarmos perfumados de nós mesmos, com novos aromas de alegrias... 

VELHICE COM AMOR / Maria Amélia Blasi de Toledo Piza

“O nosso intuito é auxiliar os caminhos daqueles que cuidam de idosos e procuram fazê-lo do melhor modo possível, colocando amor e compreensão nesse relacionamento que se esvai no esquecimento e na inversão dos papéis – quando somos a mãe e nossa mãe é a filha...”
Maria Amélia Blasi de Toledo Piza

VENCENDO O CÂNCER COM FÉ, OTIMISMO E BOM HUMOR / Fabiana da Silva

Em um piscar de olhos, a vida me ensinou que, por mais difíceis que fossem os seus caminhos, eu ainda teria forças para resistir aos obstáculos que ela me traria. Enfrentar um câncer com apenas sete meses de casada e longe do meu país me fez compreender que é preciso aproveitar todo e qualquer momento da vida, bons ou ruins. Na luta contra o câncer, passei a entender o verdadeiro sentido da vida e fui presenteada com uma nova perspectiva sobre o que era viver. 

VÉRTICES DO TEMPO / Marilina Baccarat de Almeida Leão

Nem sempre achamos que podemos percorrer as arestas da vida. Duvidamos, muitas vezes, de nós mesmos, de que não seremos capazes de caminhar pelas quinas do tempo e buscar a felicidade...  Nas curvas do passado, muitas vezes, enfrentamos o vento contra. Aquela lufada, que atrapalhava a nossa visão e nos impedia de ultrapassar as aduncas...

VIRTUDES & MANDALAS / Sylvia Mäder

Mais uma vez, deparo-me encantada com o estupendo e minucioso trabalho de Sylvia Mäder, cuja inspirada arte retrata a alma da natureza. Passeando pelos espaços entre a luz das flores e o tempo de maturação da vida, leva-nos a cada etapa do florescimento... 

VIVA 100% / Rubén Kassabián

“Você foi criado para ser feliz, para desfrutar a vida em toda a sua plenitude. Não se contente em só sobreviver; não se conforme a uma vida mediana. É tempo de melhorar sua qualidade de vida. É tempo de aprender a desfrutar cada dia.”
– RUBÉN KASSABIÁN

VOCÊ SABE FALAR EM PÚBLICO? / Pedro Barroso

É impossível perder o medo de falar em público sem praticar essa estonteante aventura. Porém, isso terá de ser feito por partes, gradativamente, de acordo com o ensinado nas páginas a seguir. Temos muitos amigos e amigas que se recusam a essa prática, camuflando-se mimeticamente na rouquidão para justificar o não falar, cantar ou ler em público. Outros vão perdendo a voz à medida que o dia da sua apresentação se aproxima.

VOLTA SE HOUVER MOTIVO PARA VOLTAR / Ana Costa

“Uma coisa é acontecer um fato desagradável na sua vida, outra coisa é acontecer uma sucessão de fatos ruins ao mesmo tempo. Qual o sentido disso? Seria o acaso no destino? Deve ter uma razão maior.” É o que pensa a autora, que sofreu acidente vascular cerebral aos 48 anos, o qual foi um marco impactante na sua trajetória. Sem perspectivas, o jeito foi se escudar contra o sofrimento e reconstruir a identidade. 

XXII SABOR DE POETAR / Colégio Acadêmico

“Toda comunidade escolar sente--se orgulhosa com o lançamento do primeiro livro de poesias dos alunos do Colégio Acadêmico. O trabalho desenvolvido teve como objetivo estimular o gosto pela arte, despertar a sensibilidade e a criatividade, além de descobrir talentos.”
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home