Receba nossa Newsletter: Nome Email

INESPERADA REUNIÃO NA METRÓPOLE / Akio Kimura


Um personagem do livro teve duas profissões: tipógrafo e linotipista, enquanto durou. A defasagem de ofícios devido à tecnologia afetou diversas profissões no final das décadas de 80 e 90 do século passado – o que, consequentemente, culminou em desemprego, apesar da criação de outras profissões, mais modernas. Numa determinada fase da vida do personagem Antônio, sua esperança passou a ser a aposentadoria, que era aquela “luz no fim do túnel”. E a obteve. Estava a salvo. Não bastasse o avanço da tecnologia, o avanço da idade também o atingiu com o correr dos anos. Os gastos com moradia, alimentação, internação e remédios já consumiam grande parte dos seus recursos, tornando a vida mais difícil. Até que, um dia, o maior de seus sonhos – a recuperação de seu passado feliz – começou a se concretizar. Por acaso do destino, um repórter de TV atravessou seu caminho, perguntando o que esperava para o futuro. Sem muito pensar, Antônio simplesmente respondeu:

 – O meu desejo é voltar para o interior, a fim de recuperar minha joia preciosa: minha família, que perdi há muito tempo. 
Por um simples mal-entendido, ele tinha perdido sua família no passado; e, também por um simples acaso, uma nova vida estava prestes a se iniciar. Os seus filhos tinham assistido à TV.

Essa é a estória de várias pessoas que migraram de outros estados para São Paulo, cada uma trazendo dentro de si sofrimentos acumulados. Não que a cidade grande seja a solução nem que a cidade pequena tenha sido culpada por ser provinciana, mas, sim, as circunstâncias excepcionais que cada uma passou em seu ambiente particular é que tornam essas pessoas peculiares. E quais foram os geradores dessas situações? Desemprego, preconceito, mau relacionamento entre as pessoas, banditismo sem punição, propiciando até que alguns elementos fora da lei conseguissem chegar à velhice sem que a Justiça os tivesse alcançado. Cida é ingênua, menor de idade e, sem saber, refém de trabalho escravo; Zefa se torna vítima da violência por um acidente casual; Laurinda, vítima da sua própria liberdade; Gerusa, vítima do sonho do casamento perfeito; e Antônio, vítima do desemprego e da tecnologia. Esses personagens, apesar das histórias tão diversas, tinham apenas um sonho em comum: almejavam obter suas aposentadorias para continuarem a sobreviver. E, até concretizarem esse objetivo, foram tendo suas vidas entrelaçadas, por conta e obra do destino.

Depois de ter estreado como autor com o livro Paxá, o aposentado ativo, Akio Kimura lança seu segundo livro, Inesperada reunião na metrópole, tendo em vista o entretenimento dos leitores. Em linguagem coloquial, relata a história de Antônio, cuja vida sofre diversas reviravoltas quando se vê vítima da extinção de seu ofício e do desemprego, em face do rápido avanço da tecnologia. E também das muitas personagens femininas que migraram de outros estados para São Paulo, desfavorecidas pelas circunstâncias da vida, e que procuram sobreviver permanecendo num emprego fixo com o objetivo de alcançar a aposentadoria. Não bastasse essa oportunidade, visam ainda a desejada inclusão na classe média paulistana.

Serviço:

Inesperada Reunião Na Metrópole
Akio Kimura
Scortecci Editora 
Ficção
ISBN 978-85-366-5756-1
Formato 14 x 21 cm
184 páginas
1ª edição - 2019 

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home