Receba nossa Newsletter: Nome Email

VÉRTICES DO TEMPO / Marilina Baccarat de Almeida Leão


Nem sempre achamos que podemos percorrer as arestas da vida. Duvidamos, muitas vezes, de nós mesmos, de que não seremos capazes de caminhar pelas quinas do tempo e buscar a felicidade... 

Nas curvas do passado, muitas vezes, enfrentamos o vento contra. Aquela lufada, que atrapalhava a nossa visão e nos impedia de ultrapassar as aduncas...

Quando não temos uma saída para nossos problemas, pensamos logo que poderemos ultrapassar as recurvas da vida, mas, os caminhos, que nos ligam às esquinas do passado, são mais advertidos, pois é deles de que mais nos lembramos...

As circunflexas do presente nos levarão ao futuro, onde, quiçá, poderemos encontrar lamparinas, que alumiarão o nosso caminhar...
Pelos vértices do tempo, em que passamos, se tornaram escuros. Se quisermos, mesmo, não havendo estrelas a alumiá-los, poderemos usar as lamparinas do presente e seguir para o futuro... Só depende de nós...
Marilina

Marilina Baccarat de Almeida Leão
Descendente de franceses, a escritora nasceu em São Paulo, Capital, onde viveu sua infância e juventude. Seu avô, José Baccarat, foi delegado e prefeito de Santos (SP), na década de 1940. Foi professora de música clássica e canto erudito, com especialização em órgão. É acadêmica da Academia de Letras de Goiás (ALG). Acadêmica imortal da Academia de Ciências, Letras e Artes de Vitória (ES), tendo uma das cadeiras patronímicas em seu nome. É acadêmica na Academia de Letras, Música e Artes de Salvador (BA). Acadêmica fundadora da Academia Mineira de Belas Artes (MG), da qual recebeu uma cadeira patronímica em seu nome. É, também, acadêmica da Academia de Letras e Artes de Fortaleza (ALAF). Acadêmica na Academia de Letras de Teófilo Ottoni (MG), tendo uma cadeira patronímica em seu nome. Acadêmica no Núcleo de Letras e Artes de Portugal. Pertence ao Núcleo Europeu de Literatura. Ingressou como acadêmica internacional no Núcleo de Letras e Artes de Buenos Aires, Argentina. Prêmios recebidos: Luso-Brasileiro, de poesias, na ilha da Madeira, Portugal; Escritora Destaque de 2014, na cidade de Cabo Frio (RJ). Em Portugal, a Medalha Luiz Vaz de Camões, por sua contribuição à cultura lusófona. Melhor cronista de 2015/2016 da prefeitura de Ouro Preto (MG). Da Academia de Letras e Artes de Fortaleza, a Medalha Raquel de Queiroz, por sua contribuição à cultura. Na Maison Baccarat, em São Paulo, recebeu a comenda de acadêmica imortal da CONBLA – Confederação Brasileira de Letras e Artes. 

Da mesma confederação, recebeu a comenda de “Comendadora” – Troféu Cora Coralina da Academia de Letras de Goiás. No memorial de Curitiba, das mãos do secretário da Cultura, recebeu o troféu, por sua ativa e valorosa contribuição à cultura lusófona e a Medalha Fernando Pessoa, por sua dedicação e liberdade de expressão e de efetividade em benefício da sociedade lusófona. Na França, em Val de Loire, recebeu a comenda Conde Cheverny, no Castelo de Cheverny, pela sociedade civil e europeia e prefeitura de Paris. Na Assembleia Legislativa de Florianópolis (SC), o prêmio de melhor livro do ano de 2017 e o troféu por sua contribuição à cultura. Na Academia de Letras de Valparaiso, Chile, recebeu dessa academia a comenda de Embaixadora Cultural, da qual faz parte como acadêmica imortal, e, agora, como Embaixadora Cultural. Troféu Orgulho Acadêmico, do Núcleo de Letras e Artes de Portugal, pela relevante e permanente intervenção literária cultural, no âmbito da universalização da Lusofonia. A Personalidade Acadêmica. Empossada como imortal na Academia de Letras do Brasil, sendo nomeada Embaixadora Cultural em Londrina (PR).

Serviço:

Vértices do Tempo 
Marilina Baccarat de Almeida Leão
Scortecci Editora 
Contos
ISBN 978-85-366-6032-5
Formato 14 x 21 cm
200 páginas
1ª edição - 2019 

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home