Receba nossa Newsletter: Nome Email

O REVERSO DA SORTE / Valter Luiz Peluque


Arrastava-se o tempo moribundo por entre três leitos de finadas esperanças. Se Ana Rosa se arrependia calada em tê-lo acolhido, Manuel se arrependia de tudo que errara na vida. E consignava sua vida ao absoluto erro. Amargurava-se e implorava que a morte lhe chegasse rápido a libertá-lo dos tormentos. Mas a morte tinha seus próprios caminhos e predileções. Ainda haveria de contorná-lo, rir de suas preces e apelos. 

A morte queria divertir-se às suas custas, mostrar-lhe todo o reverso da sorte. E inspirou-se de meandros dolorosos, os mais elaborados possíveis, para tirar-lhe todos os alentos, todas as mínimas alegrias. Dois anos tinham decorrido de seu retorno ao seio da família. Ele, que continuava vivo, embora ansiando pelas terras que lhe cobrissem o caixão, não passava de um brinquedo do destino que se desgastava lentamente.

Seria a sorte um acaso aleatório, um desejo persistente, um destino ou apenas uma brincadeira da vida? A fortuna atende os apelos de quem a solicita? Ou vende seus favores pelo preço da tormenta em seu reverso, como um Mefistófeles? Manuel é um professor escolar e músico insatisfeito com sua vida rotineira numa província interiorana. Casa, profissão, família não lhe preenchem os anseios da alma. Ele acredita na sorte que se busca na força do querer e que se obtém para regozijo de todos os desejos. Ela, antes fazendo troça, atende o seu chamado e vem, dúbia, cheia de promessas e também de insidiosos abismos.

É nesse fascinante caminho aberto pela sorte que Manuel, junto à sua amante Corina, irá percorrer o amor, a riqueza e a extravagância dos sentidos. E será neste mesmo caminho em avesso que ambos irão escorregar para a perdição da miséria, da doença e do desespero, onde irão encontrar, por fim, a redenção. A história que segue foi inspirada em personagens reais.

Depois de se aposentar do TRT de São Paulo, aos 60 anos Valter Luiz Peluque passou a preencher seu tempo, entre outras coisas, com a escrita, uma atividade que sempre o motivou, mas até então não a havia tornado literatura. O romance O reverso da sorte foi o primeiro que desenvolveu inteiramente, partindo de personagens reais que viveram em Taubaté (SP), na virada do século XIX para o século XX. Impressionado com os fragmentos que conhecia da vida de tais personagens, dedicou-se a recriá-las, situando a história na década de 1920, colorindo-a com os acontecimentos de época na cidade do Rio de Janeiro. Natural de Leme (SP), Valter chegou à capital São Paulo aos 17 anos, cidade em que reside desde então. Desde a infância apaixonou-se pelos livros, sentindo uma inclinação especial pelos romances que investigam a alma humana, com particular apreço às obras de Thomas Mann.

Serviço:

O Reverso da Sorte
Valter Luiz Peluque
Scortecci Editora 
Romance
ISBN 978-85-366-6031-8
Formato 14 x 21 cm
228  páginas
1ª edição - 2019 

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home