POESIA COTIDIANA / Adalberto Telles

Trecho do livro Poesia Cotidiana, de Adalberto Telles:

Aquela que se alimenta / do poema-lembrança / feito no Natal para / dar aos pais. / Que se forma lentamente / através das poesias escritas / para comemorar o aniversário / dos amigos, sobrinhos e afilhadas. / Que acompanha o crescimento dos filhos, / feito de buscas e dúvidas. / Acompanha assuas adaptações / aos novos espaços ocupados / por seus corpos que crescem.
O derrubar de xícaras, / as mãos que giram pratos e garfos / o esbarrar nas portas, / a busca de um sentido. / É a poesia que me é possível, Manuel. / Efêmera, mas vida


Serviço:

Poesia Cotidiana
Adalberto Telles

Scortecci Editora
Poesia brasileira
ISBN 85-366-0517-0
Formato 14 x 21 cm - 56 páginas
1° Edição – Ano 2005

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home