Receba nossa Newsletter: Nome Email

ARIEL / Ari Lins Pedrosa

"Vá sempre em frente, e vendo sempre. A poesia é uma arte de ver. E confio nos seus vigilantes olhos arregalados, nos seus e nos de seus companheiros de asfalto. Um grande abraço do seu amigo e conterrâneo".
Lêdo Ivo
Escritor


Ari Lins Pedrosa. Nasceu em 19 de novembro de 1958. Natural de João Pessoa-PB. Reside em Maceió-AL, desde 1964 (com a transferência do pai – Funcionário Público Federal – de Guarabira-PB). Filho de Raimundo Nonato dos Santos Pedrosa e Quitéria Lins Pedrosa (falecida). Casado com Virgínia Márcia Tenório Lins Pedrosa. Tem dois filhos: Leonardo Tenório Lins Pedrosa e Laís Tenório Lins Pedrosa.

Formado em Ciências Contábeis no Centro de Estudos Superiores de Maceió – CESMAC/FACCON e Pós-Graduado em Auditoria, Controladoria, Finanças e Gestão. Funcionário da Eletrobras Distribuidora – AL, onde ocupa a função de Auditor. Diretor (do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Urbana no Estado de Alagoas - Conselheiro Fiscal - período: 2011 até 2014) e Conselheiro do Deliberativo da Fundação Ceal Assistência Social e Previdência – Faceal (período: 2010 até 2014).

Quarto lugar nos VIII Jogos Escolares Brasileiros – Jeb´s em 1976, com a Seleção Alagoana de Handebol em Porto Alegre-RS. Medalha de Honra ao Mérito (em reconhecimento pela colaboração ao handebol de Alagoas) e Foto da Seleção Universitária, nos XXX Jogos Universitários Brasileiros – Jub´s em João Pessoa-PB (1979), no livro Handebol (segunda edição) – autor: Paulo Nagy Kunsagi, página n°47 (“Equipe mais disciplinada”). Poeta que acredita nas construções poéticas. Na empresa em que trabalha, desenvolve projetos literários como: “Mosquitinh Poético”. Na cidade de Maceió-AL, coordena o Concurso Nacional de Poesias – Folhas Notas Literárias há quatorze anos, sempre dando o nome de um poeta alagoano aos prêmios (uma forma de homenageá-los e divulgá-los), é editor do Folheto “Guerreiros da Cultura”, onde divulga poesias, livros e notícias do meio literário e está à frente do “Projeto Sururu de Capote” (desde 1996), inspirado na “Corrente Poética” do paranaense Carlos Barros. Deixa um livro na rua, para ser adotado.

Membro da Associação Alagoana de Imprensa – AAI (Maceió-AL) e Sócio Colaborador da Academia Palmeirense de Letras, Ciências e Artes (Palmeira dos Índios -AL). Participou: I Exposição de Poesias 1981 – DAC/AL, poema “Retrato de Peão” em Maceió-AL, The State History And Art Musuem, poema “Jaça do Destino” em Kaliningrad, Rússia, II Exposição de trabalhos artísticos feito por empregados da Ceal - “A Arte Que Se Faz” em Maceió-AL e I Encontro dos Poetas Alagoanos -SESC/Maceió-AL em 1990. Tem doze livros publicados. É criador dos “Hainetos (composição poética)”

 

Obras publicadaS
Poesias:
O Véu do Vento – 1987;
Jangada de Papel – 1990;
O Pescador de Sonhos – 1993;
O Veludo da Uva (Hainetos) – 2003;
O Jardineiro das Nuvens – 2006.
Contos e Crônicas:
Gota Urbana – 2004.


Reportagem:
O Colecionador de Sonhos (entre-vistas) – 2007.
Conto Infantil:
A Jangadinha Lenira e o Sol – 1999.
Poesias e Estórias Infantis:
Pintando o Sete (Primeira Edi-ção: 2002 e Segunda Edição: 2011);
Vogais Atrevidas e Consoantes Inibidas – 2005.
Poesia Infantojuvenil:
Meus Estados Meu País – 2011.

Serviço:

Ariel
Ari Lins Pedrosa
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-2825-7
Formato 14 x 21 cm 
76 páginas
1ª edição - 2012

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home