MESMA MATÉRIA / Luiz Arruda

Este livro traz poemas escritos em diversos momentos da vida do escritor, desde quando começou a escrever ainda muito cedo. Longe de acreditar numa habilidade inata, ele acha que enfrentar a página em branco tem muito de labuta, suor. Por isso é que, de certa maneira, todo jovem escreve poemas, mas abandona a escrita logo que encontra algo mais interessante e menos demandante para fazer.

Os versos deste livro refletem sua teimosia em não parar de escrever e ainda guardam o frescor e os medos próprios da juventude. Em alguns momentos, os poemas revelam a necessidade do autor em ter um diálogo consigo mesmo, que só o escrever permite. O que se vê nestas páginas, em essência, são confissões.

Desconfio dos virtuosos,
dos sem arestas.
Há sempre em nós o oposto
ao que se mostra.
No final, tudo é vaidade,
e o virtuosismo,
um escárnio.

Luiz Antônio de Sá Arruda nasceu em 1970, na cidade de Maceió (AL). Cedo, foi morar em Recife-PE, cidade que adotou como sua. É Engenheiro Mecânico-Aeronáutico de formação, mas sempre gostou de escrever. Este é o seu segundo livro. O primeiro, intitulado Eterno Viajar, foi publicado em 2007.

Serviço:

Mesma Matéria
Luiz Arruda
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-3004-5
Formato 14 x 21 cm 
92 páginas
1ª edição - 2013

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home