FRUTO PERMITIDO / Carlos Maia

O dualismo da existência é o fio condutor do livro Fruto Permitido, que pretende atingir o objetivo de despertar emoções por meio da reflexão do leitor sobre os temas que apresenta em verso e em prosa. O autor acredita que é no mundo literário que os desejos da alma humana se libertam do condicionamento imposto pela estrutura social, mostrando o espiritualismo como um lenitivo para as tensões provocadas pelas interações sociais no cotidiano.

O gênero lírico desafia o pensamento radical com um amor liberal pela vida humana e pela natureza, bens preciosos muitas vezes menosprezados, na medida em que aproxima a razão e o coração, a fim de experimentar, e não esgotar, as diversas possibilidades de ver e sentir o mundo em que vivemos na atualidade. O título deste livro sugere a ideia do amor desprovido de repressão, que tem tudo a ver com a liberdade de expressão dos valores morais, intelectuais e ideológicos domundo moderno, e nada a ver com o poder corrompido pela ambição das consciências desprovidas de escrúpulos.

A criação literária está em constante transformação, como consequência inevitável das mudanças na cultura social e da natureza inacabada do ser humano. Assim, os textos literários renovam-se com o tempo, acompanhando a variância dos princípios e valores que regem as relações intrapessoais e interpessoais, da linguagem apropriada para expressar o sentimento do indivíduo em relação a si próprio e ao grupo que integra. Paralelamente ao processo irreversível da globalização, o escritor deve estar antenado com tudo o que acontece ao seu redor, a fim de atualizar seus conceitos em relação ao mundo que pretende retratar com sua habilidade artística.

Nascido em São Fidélis, RJ, Carlos Henrique Pereira Maia foi aluno da Escola Preparatória de Cadetes do Ar e cursou Ciências Contábeis na Universidade Federal Fluminense. No campo literário, prefere o gênero poético, tendo alguns poemas publicados pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores, além de participar da Antologia Nossa História, Nossos Autores, comemorativa dos trinta anos de dedicação da Scortecci Editora à cultura brasileira. Na Scortecci publicou ainda Vale de lágrimas e Centelhas noturnas. A ideia de que os fenômenos sociais e naturais merecem um lugar de destaque na concepção poética predomina na sua obra literária, com o suporte das suas bases morais e religiosas.

A vida é feita de momentos. Por cada momento de tristeza compensou ter pranteado, porque as lágrimas ensinaram o justo valor de cada momento de alegria. Não adianta viajar por lugares formosos sem antes desembarcar do purgatório interior. Visto que a escuridão é a ausência da luz, cabe ao ser humano descortinar seu paraíso interior, permitindo que a presença de Deus ilumine sua vida, de modo que o fardo do mundo fique menos pesado. Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós!

Serviço:

Fruto Permitido
Carlos Maia

Scortecci Editora
Crônicas
ISBN 978-85-366-2720-5
Formato 14 x 21 cm
80 páginas
2ª edição - 2013

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home