O SARCASMO DAS COISAS / Rita de Cássia Aragão Matos

Originalmente, este estudo foi realizado junto ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da Faculdade de Comunicação da UFBA. Anos depois, estimulada por amigos e diversos leitores, o trabalho foi retomado, atualizado e, finalmente, compartilhado através desta publicação.

O Sarcasmo das Coisas: Um estudo sobre recepção, publicidade e grupos “precarizados” tem como principal objetivo analisar de que modo famílias socialmente precarizadas (residentes na periferia de Salvador, que possuem renda de até 2,5 salários mínimos e baixo nível de escolaridade) assimilam, interpretam, enfim, “negociam” o discurso publicitário veiculado na televisão, particularmente aqueles anúncios que apresentam objetos em boa medida inacessíveis a estes segmentos. Ao mesmo tempo em que exibe tais coisas, a vitrine doméstica confronta o mundo dos objetos, o discurso publicitário, com um outro universo, vivenciado por estes sujeitos, marcado por privações de toda ordem. Este paradoxo é uma das características mais marcantes de uma sociedade capitalista como a brasileira, na qual, por um lado, desenvolram-se estratégias de comunicação extremamente sofisticadas para reforçar o consumo, por outro, continua mantendo a maioria da população alijada das benesses do processo de industrialização.

Rita de Cassia Aragão Matos é professora adjunta do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos e vice-coordenadora do Programa Multidisciplinar em Cultura e Sociedade da Universidade Federal da Bahia. Doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas pelo PPG em Comunicação e Cultura Contemporâneas da UFBA. É autora de “O Paroxismo do Sonho: um estudo sobre a exclusão social no Jornal Nacional”.

Serviço:

O Sarcasmo das Coisas
Rita de Cássia Aragão Matos

Scortecci Editora
Romance
ISBN 978-85-366-3059-5
Formato 14 x 21 cm
184 páginas
1ª edição - 2013

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home