ANSEIOS E CHAMAS / Sanio Aguiar Morgado

Anseios & Chamas, segundo livro de Sanio Aguiar Morgado, resume uma vida de sentimentos desde a juventude até a maturidade, tudo que o poeta por longos anos pode colher e perceber da vida, seus anseios e a constante presença do amor, a grande chama que nos acompanha até o fim nos mais íntimos momentos. Aqui há o fato de, apesar de ter nascido cá e vivido o sentimento brasileiro, ter tido seus poemas admirados em Portugal, onde viveu alguns anos e pôde captar a poética e o sentimento lusitano, mantendo a maneira de redigir dos dois países respeitada em seus versos. Seus poemas fluíram com a mesma naturalidade com que os acontecimentos se desenrolaram.

Seu trabalho sempre foi intuitivo, sem grande ou profundo conhecimento teórico e literário. Como o autor mesmo diz: “Um detalhe qualquer pode se transformar em inspiração”. Nesta obra, Sanio pretende dar ao leitor pequenas gotas de essências verdadeiras de Anseios, em poemas diversos, e Chamas, os poemas românticos, e na simplicidade dos seus versos se poderá perceber algumas de suas vivências e sentimentos.

Filho de portugueses do Douro Vinhateiro, Sanio Morgado, arquiteto e urbanista, pai de duas filhas, nasceu no Rio de Janeiro, em 1955. Em 1985, é “Benemérito da Imprensa” pelo jornal O Patropi. Seu poema “Regresso” é um dos vencedores da 1ª Mostra de Poesia do Rio de Janeiro, em 1987, publicado na revista Arte & Cultura. Membro do Centro Brasileiro de Letras e Artes, é convidado a escrever no jornal O Escudo. Faz parte, em 1989, do Clube de Poesias de Petrópolis, e em Friburgo participa dos encontros mensais de poetas. Fica, porém, dezessete anos afastado de concursos literários. O jornal Barra Condomínios, em 1992, faz reportagem sobre si e convida-o a escrever, passando a divulgar poetas antigos. Publica seu primeiro livro, Anseios, em 2000, no SENAI, fazendo depois parte do acervo da Association Bião – Pour la diffusion de la cu-ture brésilliene en France. Collid Filho, já falecido, na Rádio Tupi do Rio, aos domingos, no “Salão Grená”, declamava suas poesias. Em 2005, “Quadro Poético” é finalista nacional no 7º FEST-CAMPOS de Poesia Falada, dirigido por Regina Tonelli. O jornal Destak, de Portugal, publica “Metro Lisboa” em 2007. Arlete Piedade, redactora chefe do jornal Raizonline, de divulgação lusófona, em 2010, convida-o a colaborador. O compositor Jurandir da Silva lhe confere participação especial no samba-enredo “O mais doce bárbaro”, indo à finalíssima da Escola de Samba Paraíso do Tuiuti. Criou algumas músicas e um conto infantojuvenil. É membro da UHE (Unión Hispano-mundial de Escritores). Em 2010, é um dos quarenta vencedores do IX Prêmio Asabeça, com o poema “Heranças Além Tejo”, publicado em antologia nacional. Participa da seleção para a VI Antologia do Prêmio Valdeck Almeida de Jesus, escritor baiano de renome, sendo incluído com o poema “Meu Fantasma”. Recebe o 7º lugar no XXXII Concurso Internacional de Poesia – Prêmio AG. É convidado a tornar-se membro da ULLA – União Lusófona de Letras e Artes em 2012.

Serviço:

Anseios e Chamas
Sanio Aguiar Morgado
Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-3156-1
Formato 14 x 21 cm
80 páginas
1ª edição - 2013

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home