CONFISSÕES DESCONTÍNUAS DE UMA MENTE CONFUSA / Fábio Rodrigo Penna

Confissões decontínuas de uma mente confusa é um livro de memórias que se propõem de veludo, ou seja, macias ao tato humano, mas, talvez, haja nada de tenro. O narrador, que é o resultado de uma relação sanguínea e cultural pluriétnica, convida o leitor a participar de um pretenso diálogo recontando a história dele enquanto foi, em corpo, vivo.

Após sua morte, resolve refletir, às vezes até sem papas na língua, sobre sua procedência, ideologias, escolhas, família, mulheres, sociedade brasileira do século XIX, etc. Há todo um mistério que envolve a possibilidade desse diálogo “animista” e sobre o que deseja confessar, para ser entendido e absolvido pela leitura. Mas tudo não passa da opinião de um morto que pensa não dever satisfação a ninguém. Nesse diálogo cultural, religioso e social, há um narrador frustrado com escolhas, destino e família, exorcizando de seu âmago doente um ar que se modela em sons discordantes, dando voz a marginais. Assim é recriada uma viagem temporal na literatura e na história plural dos povos envolvidos, especialmente o brasileiro do século XIX, para discutir a opinião de um homem que conviveu com culturas distintas, analisando negativa e positivamente as mesmas.

FÁBIO RODRIGO PENNA é Carioca, amante do samba, negro-mestiço, animista, escritor, professor de Língua Portuguesa e de Literaturas de Língua Portuguesa. Pós-graduado em Literaturas Portuguesa e Africanas. Autor do livro Primeiros Momentos (poesia).

Serviço:

Confissões Descontínuas de Uma Mente Confusa
Fábio Rodrigo Penna
Scortecci Editora
Ficção
ISBN 978-85-366-2897-4
Formato 14 x 21 cm
124 páginas
1ª edição - 2013

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home