PELOS CAMINHOS DO VIVER / Marilina Baccarat de Almeida Leão

Marilina Baccarat de Almeida Leão – a sensibilidade à flor da pele. Cada crônica sua é um encanto a ser desvelado. Um convite a reflexão: “(...) o início de qualquer coisa nova para sua evolução, começa aí, dentro de você (...)” Convido a todas as pessoas de bom gosto, a se deliciarem com as crônicas da sempre charmosa e elegante Marilina. Falar desse trabalho dosado e criado a partir do cotidiano é se reportar à surpresa, motivação, esperança, é agradecer a Deus pela oportunidade de curtir tudo que nos revela aquela que fala e escreve do que o coração está cheio. Confiram! Com carinho, Lourdes.
Lourdes Gonçalves Balan - Professora de Língua Portuguesa e Língua Inglesa.

A autora nasceu em São Paulo, capital, onde viveu sua infância e juventude. É descendente de franceses. Seu avô, José Baccarat, foi delegado e prefeito de Santos na década de quarenta. Foi professora de música clássica e canto erudito, com especialização em órgão. É casada com José Almeida Leão, advogado aposentado do Banco do Brasil e, também, professor aposentado do curso de Direito da Universidade Estadual de Londrina. Afiliada à Rebra – Rede de Escritoras Brasileiras. É também, filiada a AJEB – Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil. Reside em Londrina – PR, chamada de pequena Londres.

Não me preocupo com a forma das letras e
nem com o rigor da formação das frases. Não
busco os olhos críticos, tento encontrar os corações
dos que vão ler. Esqueço os títulos e as graduações.
Lembro-me do sentimento puro dos que, muitas vezes,
nem são letrados e escrevem!
Quando escrevo, crio, rimo, brinco com as letras,
desconstruo e invento, sejam poemas de vida ou crônicas
que emocionam. Conto o meu dia, a saudade do pai, da
infância e da adolescência. Escrevo sentimentos, dou-lhes
vida, conto histórias. Escrevendo, mostro que o
receio não é de alguém não gostar do que eu escrevo,
nem do estilo, nem dos erros. O mal está em não
deixar livre a alma para escrever, está em se
preocupar com o que os outros vão
interpretar o que escrevo. Escrever sou eu
mesma, em cada linha, cada palavra,
vivendo tudo o que escrevo, seja
na vida ou na imaginação.
Vivo. Escrevo.

Serviço:

Pelos Caminhos do Viver
Marilina Baccarat de Almeida Leão

Scortecci Editora
Crônicas
ISBN 978-85-366-3227-8
Formato 14 x 21 cm
196 páginas
1ª edição - 2013

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home