POEMAS INSIGNIFICANTES / Rubens Bonatelli Moni

Em Poemas inSignificantes, “que de insignificantes não têm nada”, Rubens Bonatelli Moni “desvendou aqueles seus sentimentos que dão valor à sua vida. Explorou aspectos e perspectivas do seu mundo”, os quais apresenta nesta segunda edição da obra, publicada inicialmente em 2009 e já há algum tempo esgotada. Conforme bem notado por Aiovani Mendes Santana e Sara de Oliveira, na acurada análise empreendida para a redação do prefácio do livro, a poesia de Rubens “apresenta-se às vezes simples, algumas vezes terna e carinhosa, outras vezes moderna, movida pela liberdade da atualidade.

Poesias de variadas nuances, abrangem grandes e novos espaços”. Nesta nova edição, o autor revisou alguns textos, aproveitou trabalhos publicados anteriormente em Boa viagem?... Otário! e acrescentou textos novos, mais recentes, mostrando que, para o escritor, na verdade o processo criativo nunca se encerra – ao contrário, as palavras, combinadas de diferentes formas entre si até a exaustão, adquirem novos significados.

Rubens Bonatelli Moni (Barretos – SP, 1952) – burguês, elite operária, funcionário público, PEB II aposentado e detentor Programa do Mérito do Magistério da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo. Existência de intelectual em Ciências, Artes e Filosofia: a difícil práxis teórica de (re)leituras e lides de escrituras, intelighensias. Sociólogo, engenheiro, jornalista, escritor e licenciado (Sociologia, História, Geografia, Mercadologia). Multidisciplinar no amor e no tesão por ensino-aprendizagem. Pós-Graduado e Especialista em Educação (Psicopedagogia). Mestrados em Engenharia e Ciências Sociais (USP, UNESP, UNICAMP). Desejo: convites para concluir o Mestrado e o Doutorado em Ciências Humanas e Sociais. Prêmios: Programa de Apoio ao Escritor Barretense – 1987, Semana da Biblioteca – Prefeitura Municipal de Barretos (SP). Prêmio em Colina – SEESP e Espaço Unibanco. Prêmio Poesia Cidade de Osas-co e Faculdade de Direito. Materialismo Histórico e Dialético: Teoria Crítica da Sociedade e da Cultura. Orientado de Paulo Argemiro Silveira Filho, Glauco Grandi, Maria Lygia Quartin de Moraes, André Bastos Amaral e Célia Aparecida Ferreira Tolentino. Da recolha de material bibliográfico e orientações intermitentes possibilitam a edição de vida(s) e livros!... É arteiro de pintura em tecidos. Aprendiz de óleo sobre tela. Existência: docência e assessoria. É pesquisador, jornalista e professor na dialética da Educação Democrática. Aposentou-se ícone e assume-se bissexual em direitos e deveres de cidadão e cidadania. Respeito a similitudes na diferença, o todo e o singular de Educação e Democracia Operária de Sociedade do Trabalho: Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e Ministério de Educação e Cultura – Brasil.
OBRAS DO AUTOR:
• Jornalismo – Antonio Gramsci (ensaio, 1987) – Prêmio Escritor do Ano pela Prefeitura Municipal de Barretos
• Boa viagem?... Otário! (poesia, 1989)
• Poemas inSignificantes (poesia, 2009)
• De prazeres e vinho(s) Livros 1 e 2
• Jornalismo Livro 1: Antônio Gramsci (2ª edição revisada)

A PUBLICAR:
• Poemas com sabor de tempero(s) do amargo de doce(s) (conjunto de quatro livros de crônicas e poesias)
• De prazeres e vinho(s) Livro 3
• Jornalismo Livro 2: O Homem do Povo. Opinião. Movimento, Em Tempo, Versus. Caminhos Alternativos da Grande Imprensa.
• Boa viagem?... 2ª edição

EM ELABORAÇÃO:
• Prosaico Amor Modernidade Revoluções Cotidianos. Amores de heteros de homos de bissexual(is)!... (na média de trilogia).

Serviço:

Poemas Insignificantes
Rubens Bonatelli Moni

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-3377-0
Formato 14 x 21 cm
160 páginas
1ª edição - 2013

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home