CATOLÉS NOS ANOS 50 / The Kid

Melquiades José Ferreira, The Kid, nasceu no estado da Bahia, no dia nove de novembro de 1942. Em 1959 migrou para São Paulo. Em 1963, já casado com dona Valdenice Assunção Ferreira veio morar em Taboão da Serra (SP), onde reside até hoje. Em 1976 participou da política do município, foi eleito o primeiro suplente de vereador por dois mandatos, chegou a assumir a Câmara de Vereadores de Taboão da Serra em 1979 por noventa dias.

Escritor, escreveu seu primeiro livro A Valorização do Homem em 1989. Foi sucesso. No Brasil, é o autor da frase “tem gente que olha e não vê”, usada pelo presidente Collor de Mello, em 15 de agosto de 1990. Foi aclamado, pelo Governo Collor, o novo Guru da Comunicação Brasileira, em 14 de agosto de 1990. Mandou sugestões à Constituinte, tornando duas delas Constitucional – A valorização de todos os profissionais que trabalham uniformizados e as pequenas penas serem cumpridas nos serviços Públicos em liberdade, e, para os pais de família que, em sua legítima defesa ou de sua família sofreram penas. Escreveu seu segundo livro O Mine-Suplemento em 1994, uma obra polêmica, com os maiores mistérios do Mundo, sobre os desaparecidos na desconhecida Nova York de 1872. Escreveu o seu terceiro livro o Douca Medrado um mergulho na Chapada Diamantina. O autor é um artista plástico com mais de 100 obras a óleo. O autor fala de sua primeira viagem à Catolés nos anos 50, pela Estrada dos Cristais.

Serviço:

Catolés nos Anos 50
The Kid

Scortecci Editora
História
ISBN 978-85-366-3313-8
Formato 14 x 21 cm
52 páginas
1ª edição - 2013

Mais informações:

Catálogo Virtual de Publicações

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home