GOL! / Jorge Lescano

Relatos com motivos de futebol. As formas destes relatos assumem gêneros diversos: a crônica, o conto, a resenha esportiva, etc. Sobre o pano de fundo do futebol se desenrolam temas clássicos: o duplo, a loucura, a memória da infância, a rebelião política, etc.. As narrativas revelam a presença do futebol no cotidiano dos personagens captados em momentos cruciais da existência.

Naquela final do Tegucigalpa Juniors contra o Georgetown F.C. foi épica. Alvejado aqui e ali pelo arqueiro adversário, o Calcanhar de Vidro, nosso homem-gol, quase põe tudo a perder. Não tive alternativa senão escalar um cavalo bem perna-de-pau para penetrar a cidadela inimiga e fazer o estrago. Quando o galo cantou para eles o bode já estava chorando, entramos com a equipe toda e aí, meu filho, só alegria: entornamos as ânforas. Mas, já cantei essa bola, a viagem de volta pelo mar Mesoamericano foi longa.
Cândido Nero - Memórias prístinas do Dr. Ayer

Por sorte ainda aparece nos campos [da escrita], embora muito de vez em quando, algum atrevido que sai do roteiro e comete o disparate de driblar o time adversário inteirinho, além do juiz e do público das arquibancadas, pelo puro prazer do corpo [e da mente] que se lança na proibida aventura da liberdade.
Eduardo Galeano - Futebol ao sol e à sombra - [com enxertos de Autor Anônimo]

Atualmente Jorge Lescano separa os escritores em duas grandes tribos: os lúdicos e os messiânicos (“salvadores do mundo através da literatura”). Ele já foi messiânico; hoje prefere se situar no grupo dos lúdicos. Dizem que não sabe se deve consultar um psiquiatra ou um crítico literário. É de domínio público que não acredita em psicanálise.

Quanto à crítica literária, dizem que tem a impressão de que atualmente a que não está confinada na universidade, com sua tralha lexical parabólica, foi substituída pela resenha redigida às pressas por leitores de orelhas e garotos de vários sexos recentemente saídos da escola de jornalismo. Dizem que é com a intenção de divertir que publica seus brinquedos.

À margem da indústria editorial, também chamada de A Literatura, nosso autor não é convidado a participar de congressos, feiras, exposições, debates, simpósios, homenagens, nem a dar entrevistas para revistas, jornais, rádio ou televisão. Sorte dele, torcida brasileira! Ele está livre para dizer o que quiser e como quiser. Além das filas, o futebol é paixão nacional dos brasileiros.

Esta segunda paixão, compartilhada pelo autor alienígena, inspirou o presente livro de temas diversos, ainda que respeitem o motivo título. Há textos de longa data e outros de feitura recente, prova de que o futebol, que já foi esporte só de brancos, o acompanha, com sorte cambiante, no modesto reduto de sua mansarda.

Serviço:

Gol!
Jorge Lescano

Scortecci Editora
Literatura
ISBN 978-85-366-3697-9
Formato 14 x 21 cm 
116 páginas
1ª edição - 2014

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home