EXSQUISITA / Helena Prates

Esquisita: do português, significa desconhecido, estranho, anormal, excêntrico. Exquisita: do espanhol, significa extraordinária qualidade, primor. Exsquisita: do portunhol, uma mistura dos dois significados anteriores que define esta história de amor, ilusão, morte, realidade e fantasia, vivida em Punta del Este, um dos lugares mais exuberantes da América Latina. Silêncio! Ouça... é a vida trazendo uma verdade...
Helena Zanella Prates

Gaúcha de Pelotas, Helena Prates é jornalista por formação, especialista em Jornalismo Cultural pela PUC/SP, escritora e roteirista. Já criou conteúdos para empresas como TV Cultura e Conspiração Filmes. Tem dois livros publicados: Do Corpo Cênico ao Teatro Escola, que resgata 90 anos da história do teatro nacional; e O que pode o tempo – Maragato e a Consagração de Sobreiro, uma análise sobre a promoção dos bens simbólicos no Brasil. Unindo suas três principais bagagens, que são o jornalismo, a publicidade e o teatro, a autora conta histórias que sempre nascem de um fato verídico acrescido de muita imaginação em novas propostas de formas e ritmos narrativos, que representam nossa percepção contemporânea de tempo: fragmentada e interconectada. Exsquisita é uma narrativa fictícia sobre a morte verídica de uma mulher que traía o marido em um famoso cassino uruguaio. Constante frequentadora de Punta del Este, devido à proximidade com seu estado natal, Helena ouviu essa história durante sua adolescência, a guardou em seu imaginário e com o tempo tratou de desvendá-la sob a ótica da fantasia; ou, das possibilidades.

Serviço:

Exsquisita
Helena Prates

Editora Scortecci
Ficção
ISBN 978-85-366-3841-6
Formato 14 x 21 cm 
120 páginas
1ª edição - 2014

Mais informações:

Para comprar este livro verifique na Livraria e Loja Virtual Asabeça se a obra está disponível para comercialização.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home