"SER" HUMANO... EM EXTINÇÃO / Rosana Blanco

“Ser” Humano... Em Extinção reúne textos em prosa e verso sobre experiências do cotidiano que expressam a opinião de Rosana Blanco diante da rotina do dia a dia, dos momentos de lazer e descontração, e também as frustrações e revelações que inspiraram a autora a expor sua intimidade, seus medos e suas verdades para todos que buscam não ter a sensibilidade extinta pelos percalços da vida.

... FORMIGA?! QUANDO QUER SE PERDER, CRIA ASAS... / Frida Rai

Este livro conta a história de um médico que era bem-sucedido na vida, tinha consultório próprio, morava na Penha e tinha também uma bela esposa e duas filhas. Certo dia, encontrou com Camila na praia, uma amiga de faculdade da sua filha; deixou-se levar pela sua beleza e se envolveu correndo na contra-mão da vida.

1000 ANOS DE UMA HISTÓRIA / Nelson Gontow

Dr. Gontow nasceu em São Paulo. Graduou-se médico pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, onde, posteriormente, se especializou em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular. Além de sua formação e prática médica, formou-se em Liderança pela Universidade Barllan de Israel, como bolsista premiado pela Memorial Foundation for Jewish Culture of New York. Frequentou a Pós-Graduação na Faculdade de Psicologia da Universidade de Buenos Aires.

36 CARTAS DE AMOR / Rose Meire Scacciotti

As Cartas são reflexões sobre o significado do Amor Verdadeiro. Baseando-se nos tempos modernos, a autora acredita que estamos vivendo num mundo de ilusões no modo de viver, sentir e amar. A autora, através de vivências e experiências com pessoas de diversas classes sociais, observou que atualmente muitos sofrem pelo mesmo problema: “A falta de Amor”.

63 FRASES DE AMOR / Rose Meire Moreira Scacciotti

Siga sempre em frente... Quando se deparar com algumas pedras pelo caminho, Tire uma a uma, mas com sabedoria. Quando achar que não vai conseguir, Ou que a fraqueza está lhe dominando,  Ore, com toda a energia que lhe resta. E, se achar que ainda está difícil,– Olhe-se no espelho e fale com você, Ouça a voz do seu íntimo. Pare e observe. Você pode... Você é capaz! Permita-se descansar quando estiver cansado. Mas lembre-se: Amanha é outro dia! Siga em frente.

7 RAZÕES PARA CRER / Julio Simões Filho

Este livro elenca uma série de razões práticas defensáveis para sermos crentes em Deus e nas coisas espirituais, considerando que a compreensão de uma Verdade e da Realidade do Universo não pode limitar-se ao empirismo e ao ceticismo científico. Nem tudo podemos observar, experimentar ou levar ao laboratório para que seja submetido a testes de validade.

A "REINVENÇÃO DO JUDICIÁRIO" / R. Carlyle

A existência de “gargalos” na administração do Poder Judiciário, em sua busca por excelência, traduzida em economia, celeridade e efetividade, tem origem no evidente confronto entre o comprovado despreparo dos magistrados para o exercício da função gerencial e a exigência imposta pelo Conselho Nacional de Justiça de que, no seio da própria “máquina judiciária”, surjam os “juízes-gerentes”, que levem a cabo a missão de “reinventar” o Poder Judiciário.

A ALDEIA DO TEMPO / Gênesis Naum de Farias

“(...) As lendas hão de sempre viver, como raios de luz na treva amontoada do passado, mas a beleza delas não está em sua verdade, que é sempre pequena; está no esforço que a humanidade faz para assim reter alguns episódios de uma vida tão extensa que para abrangê-la não há memória possível...”
Joaquim Nabuco - Minha Formação, 2012. p. 202

A AMBIÊNCIA AMAZÔNICA / Chaguinha do Biá

Do começo ao final desta laboriosa obra intitulada A ambiência amazônica, composta de pensamentos voltados ao mundo encantado da nossa Amazônia, dos nossos rios, lagos e pequenos vilarejos. Escritos com objetivo de seguir caminho com o leitor, pelo diverso e extraordinário mundo encantado das nossas belezas naturais; como se fosse uma verdadeira companheira nas horas mais interessantes e divertidas desses nossos amigos leitores.

A ARTE DA PERFUMARIA / G. W. Septimus Piesse

Piesse viveu no século XIX, antes de haver eletricidade nas casas, rádios, toca discos, cinema e televisão. Em troca, tinha mais tempo de convívio com seus familiares. Os carros eram puxados a cavalo, os navios tocados a vapor e os aviões ainda não roncavam no céu. Revolução Industrial, o Império Britânico estava orgulhoso de suas conquistas.

A ÁRVORE DOS PENSARES / Carlos Camargo

A questão não é credibilidade, é a veracidade.
Acorde se estiver dormindo, caso contrário continue como está.
Na guerra pela vida só uma bandeira nos estimula: a esperança.
Nenhum amor é maior do que o próximo.
Os adeuses se repetem na vida dos solitários.

A BAILARINA / Alexandre Kury Port

Esta história se perdeu entre meus dedos, assim como a bailarina se perdeu em meus braços. Cada palavra é como uma suave nota musical – as noites nunca mais foram as mesmas e todos os outros lagos que encontro refletem minhas memórias. Ler este livro é como escutar um soneto único, como foi meu amor pela bailarina. O que permanece?! Permanecem as estrelas, dispostas a testemunhar tantos outros amores, inclusive o seu.

A BANHISTA DA CERVANTES E OUTROS CONTOS / Denis Venceslau

Uma mulher de nome Helena e um jumento de nome Troia, um garoto na ansiedade de conhecer o pai, um jovem sem pai e mãe, uma criança de mochila nas costas, um inventor de artefatos e a esposa, uma jovem encantadora, uma professora e um leitor, um mendigo morto na rua, uma mulher que chora em funerais.

A BENÇÃO / Walmyr Fonseca Sayão

Pode-se dizer que o livro A Bênção surgiu de um passeio que meus netos fizeram a Campos do Jordão, onde ficaram hospedados em um hotel em frente a uma pequena praça. Nela existiam cavalos para alugar. Pediram quatro animais, mas, após terem montado, perceberam que estava faltando um para o meu neto. Logo foi providenciado o animal que faltava; assim que meu neto montou, viu que a irmã e os pais já estavam um pouco distantes.

A BIBLIOTECA DOS ESTUDANTES / Chaguinha do Biá

Em A biblioteca dos estudantes, o poeta Chaguinha do Biá apresenta, a seus leitores, textos que valorizam a nossa querida Floresta Equatorial, também chamada de “Pulmão Verde”, para que, através destas novas aventuras literárias, descubram na poesia uma forma de se expressar livremente e, ao mesmo tempo, fazer um grito de alerta contra a destruição do meio em que vivemos.

A CHAVE DA MEMÓRIA / René de Barros

Onde reside a chave que destranca e liberta nossas memórias? Não sei se esta é a pergunta certa. Para usar a chave, é preciso chegar até a fechadura. Então... onde fica a porta? Nada disso importa aqui, nesta primeira obra publicada de René de Barros. Com a força de seus poemas cuidadosamente elaborados, desnudos também ficamos – eu, você, nós, anônimos e desconhecidos, mas companheiros e solidários, numa jornada interior em que memória é mais que lembrança ou reminiscência, ela própria é chave do tempo que nos define e identifica.

A CIDADE ALÉM DO ARCO-ÍRIS / Academia Jacarehyense de Letras

As palavras e os sonhos - A beleza mítica do arco das sete cores, que em certas condições enfeita o céu, mexe com a imaginação de artistas provocando esperanças, sonhos e desejos. O título da presente coletânea, “A cidade além do Arco-Íris”, inspirado no instante registrado em foto pela acadêmica benemérita Wener Faria Cappelli, em Jacareí, reflete essa experiência.

A CIDADE DO RIO DE JANEIRIO E SUAS ACADEMIAS MILITARES COMO ALICERCES DA ENGENHARIA BRASILEIRA / Gastão Rubio de Sá Weyne

Observou-se, no escopo deste trabalho de pesquisa, que o Brasil, até os dias atuais, contou, ao longo do tempo, com 10 (dez) academias militares, assim discriminadas: 1792:  Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho; 1810: Academia Real Militar, situada na Casa do Trem; 1812: Academia Real Militar, situada no Largo de São Francisco; 1822: Imperial Academia Militar (independência do Brasil); 1839: Escola Militar da Corte (Período Regencial).

A CULPA / Gustavo Felipe Monteiro de Castro

A culpa é a maior causa da doença mental reativa. O romance conta histórias de doenças mentais relacionadas à culpa que se entrelaçam num clima de suspense e crueza. O relato pode ser factível, embora a complexidade dos fatos seja extremamente improvável. A realidade dos antigos manicômios brasileiros e os detalhes de quem neles vivia por décadas é chocante. Só mesmo um médico que viveu esta época pode descrevê-la.

A CURA ESTÁ EM VOCÊ / Elaine Lucena Teles

As reflexões aqui reunidas são como um caminho para os que buscam a saúde emocional, bem-estar e crescimento pessoal, e podem ser lidas aleatoriamente ou em sequência. São como uma direção para o seu despertar. Muitas vezes os ensinamentos de um mestre soam como uma nota harmoniosa em nosso interior, é como se aquilo já fizesse parte de nós, são como memórias adormecidas em nosso subconsciente que ressurgem à luz e devemos escutá-las.

A ESSÊNCIA DA VIDA / Sonia Maria Marques

Sonia Maria Marques nasceu em Araraquara, interior de São Paulo, a 31 de outubro de 1952, e é formada em História, Geografia e Pedagogia. Começou muito criança a se interessar pelas artes e pela literatura, destacando-se sempre por seus desenhos e redações, tendo sido condecorada com prêmios. Como pintora participou de várias exposições com obras no Brasil e exterior.

A FADA MADRINHA / Chaguinha do Biá

Chaguinha do Biá dedica grande tempo de seus pensamentos às lembranças dos seus antepassados e, através de seus pequenos textos – infantis, poéticos, fábulas e crônicas – consegue trazê-los de volta à nossa atualidade. Este pequeno livro, recheado de contos infantis, aborda a temática da nossa educação ambiental como um dos verdadeiros pilares do aprendizado para compreender e preservar o meio ambiente.

A FLAUTA E O CAJADO DO PASTOR - 2ª PARTE / Amadeu Cirilo

Os versos de Amadeu Cirilo são carregados de história. Ele traz à tona o Arcadismo, uma escola literária que tinha como característica a valorização da vida bucólica e da natureza com toda sua magia e beleza. O nome Arcadismo veio de Arcádia, região grega, onde morava o deus Pan. Esse deus, chamado Lupércio em Roma, é o deus dos bosques, dos campos, dos rebanhos e dos pastores. Pan circula pelas grutas, montanhas e campos, caçando ou dançando com as ninfas.

A FONTE / Élcio Mário Pinto

A vida, suas muitas experiências e a fé. Eis o conjunto de acontecimentos que provocaram o nascimento deste livro. De tantos ensinamentos das romarias para Iguape, os que acreditam olham para o Senhor Bom Jesus e se convencem do que fazem. Para os que dizem não acreditar, ficam admirados com a fé compartilhada pelos romeiros.

A FORMAÇÃO DO PROFESSOR EM LETRAS / Taíza da Silva Gama / Diego Fernandes C. Nunes / Alexandre Amaral Ferreira / Felicio Laurindo Dias / Rozalvo Canella / Larissa Ribeiro / Robledo Cabral / Gabriela Toledo

Oriunda da V Semana de Letras da Faculdade de Formação de Professores (FFP), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), surgiu, por parte de oito estudantes do curso de Letras, a ideia de publicação dos artigos resultantes de trabalhos apresentados no evento. Diante de tamanho desafio e das inúmeras dificuldades encontradas por qualquer autor “iniciante”, foi elaborado um projeto que propunha a criação de um livro sob a justificativa da importância em disseminar informações referentes às pes-quisas desenvolvidas no nível da graduação com o objetivo de promover o conhecimento de várias vertentes que se relacionam com ensino, metodologia e pesquisa em Letras.

A GUERRA DE NELSON / Marcos José Cesare / Nelson Guedes Junior

Rio de Janeiro. 29 de Junho de 1944. No Cais do Porto, o navio norte-americano General Mann espera os seus novos passageiros: 5.800 brasileiros, componentes do 1º Escalão da Força Expedicionária Brasileira, cuja única certeza é de que a “Cobra havia fumado”, ou melhor, de que iriam participar da SEGUNDA GUERRA MUNDIAL. Porém, não sabiam onde e nem com quem iam lutar. Naquele momento, só pensavam no que deveriam fazer para SOBREVIVEREM!

A HISTÓRIA DE NÓS DOIS / Roberta Faustini / Danielle Faustini

Cada namoro começa de um jeito, cada relacionamento tem as suas particularidades: o primeiro encontro, as trocas de olhares, os encantos, as manias e os momentos na vida de cada casal. Este é um livro para contar a sua história de amor. Ele é feito para tocar o coração da pessoa que despertou todo esse sentimento em você. A sua história é única e aqui ela se tornará inesquecível.

A HISTÓRIA E MITOS DAS TRIBOS ENIGMÁTICAS EUROPÉIAS / Peter Naumann

O texto é uma viagem movimentada pela vida civil e bélica dos povos tribais germânicos apurada e atualizada pelas recentes e modernas pesquisas arqueológicas. A imagem estereotipada de tratar-se apenas de beberrões selvagens em peles de animais é um mito superado. Por outro lado, também não eram as garbosas figuras heroicas apresentadas nas óperas de Richard Wagner.

A INSUPERÁVEL ALEGRIA DA VITÓRIA / Paulo Frigério

Assim como o semeador da parábola saiu a semear, semeio minhas convicções. Que a boa semente das minhas palavras caia em boa terra e produza frutos. Que os espinhos do vício não a sufoquem. Que a poderosa nicotina, essa destrutiva ave, não coma a boa semente. Que o venenoso cilindro de tabaco não transforme corações em pedra, onde a boa palavra cai, mas não consegue criar raízes e crescer.”
Paulo Frigério

A LETRA L / Rakel e Alec Roffer

O que pode acontecer quando um velhinho rabugento chamado José encontra um garoto franzino perdido na feira que afirma ser Jesus fugido do céu? Uma jornada repleta de risos, lágrimas e descobertas. Uma divertida e singela aventura que inspira e faz pensar naquilo que realmente importa. Um livro para toda a família.

A LOROTA NA POLÍTICA / Chaguinha do Biá

Neste novo livro, o poeta Chaguinha do Biá apresenta, a seus estimados leitores, textos que valorizam a nossa querida Floresta Equatorial, também chamada de “Pulmão Verde" para que, através destas novas aventuras literárias, descubram na poesia uma forma de se expressar livremente e, ao mesmo tempo, fazer um grito de alerta contra a destruição do meio em que vivemos. Pois, com a ajuda de todos, podemos lutar pela preservação de nosso meio ambiente.

A MAÇÃ QUE GUARDO NA BOCA / João Scortecci

A Maçã que Guardo na Boca é o 13º livro de João Scortecci, que nasceu no Ceará em 1956, e mora em São Paulo, Capital, desde 1972. Trata-se de um livro erótico e de poética sensual. Foi escrito no corpo de todas as mulheres (as que sangram e as que não sangram mais). Nas Estações de Amora (subtítulo) o autor vivencia dias de fúria, pecando seus pecados vermelhos, e de cio, explorando Afrodite e os lúdicos pecados da carne.

A MEU LADO... / Fausta Nogueira Pacheco

Fausta Nogueira Pacheco nasceu em Águas da Prata, São Paulo, no limite entre o Estado de São Paulo e Minas Gerais. A mãe (Fausta) paulista de São José do Rio Pardo e o pai (Cincinato), mineiro de Caxambu. Com curso Universitário, sempre apreciou a literatura e a poesia. Viajou muito, procurando ampliar seus horizontes. Percorreu toda a América Latina tendo convivido com os índios no Peru. Viajou de cidade a cidade para melhor conhecer os costumes daqueles povos.

A MORTE VISITA O QUILOMBO / Onivaldo Paiva

Estórias de homens que muito cedo foram atropelados pela tragédia e o único caminho que conhecem para reagir é o da violência rápida e mortal. Homens que habitam um universo em que a honra se lava com sangue e matam por ninharias. Cada um tem suas histórias de amores intensos ou frustrados, e muitos desses amores com mulheres aguerridas ou traiçoeiras que lhes dão motivos para enveredar pelo crime. Neste mundo cheio de contradições, eles não passam de vítimas e algozes. Treinados nas artes de matar, foram contratados para resgatar a filha de um rico fazendeiro. E a matança começa...

A MULHER ESCREVENDO A HISTÓRIA / Marco A. Rossi

A Mulher – Escrevendo a História, quarto livro de Marcos Antonio Rossi, é fruto de suas observações e análises sobre as causas que conduzem o homem à agressividade contra a mulher, e expõe conclusões carregadas com profundo apelo pessoal e aspectos voltados ao sentido filosófico. Ao longo da obra, aborda questões sobre a igualdade humana, porém direcionadas especificamente ao relacionamento entre os gêneros. 

A MULHER QUE TEME AO SENHOR SERÁ LOUVADA / Edna Conceição

É preciso viver intensamente desfrutando com muita alegria, emoção e satisfação todos os momentos de nossas vidas. Distribuindo sorrisos, abraços e beijos, porque chegarão dias nos quais sentiremos a falta de contentamento, e com isso as lembranças atingirão os nossos sentimentos trazendo as doces recordações das folhas caídas de um outono que se finda, do cheiro do mato molhado após a chuva; do aquecer de nosso corpo na fria madrugada de um inverno que se aproxima; do início da noite com o aroma da primavera; e o forte calor de um verão que chega tímido e logo vai embora.

A NUVEM DA BLOGUEIRA / Porlian

Crônicas e contos escritos a partir de experiências vivenciadas numa jornada de tempo e espaço. Fases diferenciadas que vão da adolescência à maturidade. O que foi e ainda é familiar no mundo real, transformado em histórias pela imaginação e tratado sob uma perspectiva e significados próprios. A Nuvem da Blogueira resultou de uma conversa sobre a solidão e a impessoalidade.

A PARADA DA PASSARADA / Chaguinha do Biá

Chaguinha do Biá dedica grande parte de seu tempo às lembranças dos seus antepassados e, através de seus pequenos textos consegue trazê-los de volta à nossa atualidade. Este livro, recheado de contos, aborda a temática da nossa educação ambiental como um dos verdadeiros pilares do aprendizado para compreender e preservar o meio ambiente. Retrata também, em cada uma das cenas, a nossa exuberante região conhecida no cenário mundial como “o tapete verde” e como “o remédio do planeta”.

A PAZ DAS RAÇAS / Chaguinha do Biá

Chaguinha do Biá dedica grande tempo de seus pensamentos às lembranças dos seus antepassados e, através de seus pequenos textos – infantis, poéticos, fábulas e crônicas – consegue trazê-los de volta à nossa atualidade. Este pequeno livro, recheado de contos, aborda a temática da nossa educação ambiental como um dos verdadeiros pilares do aprendizado para compreender e preservar o meio ambiente. Retrata também, em cada uma das cenas, a nossa exuberante região conhecida no cenário mundial como “o tapete verde” e como “o remédio do planeta”.

A PLANGÊNCIA AMAZÔNICA / Chaguinha do Biá

Este pequeno livro, que tem como título A plangência amazônica, tem celebrado, em versos, toda beleza da nossa Amazônia, dos lagos, restingas, costa de praias, igarapés, capoeiras, terras firmes, procurando mostrar ao público leitor que em cada um dos poemas descritos, a importância que a  floresta representa tanto na preservação, quando no equilíbrio do meio ambiente.

A POESIA DO OLHAR / Noemi de Carvalho Moura

A poesia do olhar mostra como nosso olhar pode ver o mundo com mais suavidade. O protesto é a poesia. E o objetivo é contribuir para a paz interior do leitor e transmitir essa paz para o Universo. Quem sou? Uma cidade bucólica no interior de São Paulo foi meu berço. O frio era sentido! Mas a beleza natural da cidade não me tornou imune à realidade da vida.

A RECEPÇÃO DE EÇA DE QUEIRÓS NO BRASIL / Cristiane Navarrete Tolomei

A obra "A recepção de Eça de Queirós no Brasil (Leituras do século XX)" traz uma reflexão em torno da crítica literária brasileira sobre o autor português Eça de Queirós. O livro divide a fortuna crítica queirosiana em três partes: a primeira, analisa as publicações de 1878 a 1942, tomada como a crítica seminal sobre Eça; a segunda, centra-se nas leituras críticas durante a comemoração do centenário de nascimento do autor, 1945; e a terceira, as leituras que rompem com a crítica seminal, produzindo releituras acerca de Eça, de 1945 a 2000.

A REIVINDICAÇÃO DOS BICHOS / Genival Gene Pereira

Escrever é um prazer que me acompanha desde tenra idade. Nunca ousei publicar nada do que escrevi. Muita coisa se perdeu no tempo por descuido meu. Mas o fato é que brincando de escritor já rabisquei muito papel: fiz poesias, crônicas, contos e até romance. Nasci na mesma cidade que Graciliano Ramos, Quebrangulo, e disso tenho muito orgulho! Muitas vezes, na adolescência, visitei a casa onde ele nasceu, já transformada em museu de suas memórias.

A REVOLUÇÃO DO ROCK - Contracultura, Música e Sociedade / Chris Bueno

O rock teve papel fundamental na história contemporânea, mudando os valores e comportamentos da sociedade e abrindo portas para mudanças políticas e culturais. De simples canção de escravos, passando pelos bailinhos dos anos 1950, até os grandes festivais reunindo multidões, o rock se tornou o meio de comunicação dos jovens e de toda uma sociedade reprimida. E ele continua sendo o canal pelo qual muitas vezes se manifesta o descontentamento e a insatisfação, a vontade de mudar e de se divertir e todo o espírito jovem (que nunca envelhece) que vive se transformando.

A RODOVIA CURUÁ-UNA / Chaguinha do Biá

Chaguinha do Biá dedica grande tempo de seus pensamentos às lembranças dos seus antepassados e, através de seus pequenos textos – infantis, poéticos, fábulas e crônicas – consegue trazê-los de volta à nossa atualidade. Este livro, recheado de contos, aborda a temática da nossa educação ambiental como um dos verdadeiros pilares do aprendizado para compreender e preservar o meio ambiente.

A SINFONIA DO SILÊNCIO / Luciano Marinho

O minirromance – A sinfonia do silêncio – do escritor recifense Luciano Marinho – é um diálogo intimista do autor com sua neta Maria, personagem central. Ela sofre de sérias insuficiências morfológico-cerebrais. Mas tem o dom do silêncio, imposto não só do ponto de vista biológico senão também ontológico. É, pois, um ser metafísico.

A SOLIDÃO ME TRAZ LUZ / Luzinete A. Alves

Em certo momento de minha vida, devido a muitos momentos tristes, sentindo-me sozinha, comecei a escrever para Deus. Acredito que Ele é o único amigo em que podemos confiar ou desabafar, chorar, pedir, agradecer, sem nos preocupar com comentários. Qualquer que seja a situação que tenha que enfrentar, recorra sempre a Deus. O presente livro traz textos dessa época, em que, perto de Deus, a solidão me trouxe luz.
Luzinete A. Alves

A SOMBRA DO ANJO / Thomaz Saramago

Há algumas semanas, Ephraim Pann, um hacker suado e ofegante a serviço de uma mundialmente conhecida organização vem investigando o suposto envolvimento de membros das Forças Armadas do Brasil no ocultamento de criminosos estrangeiros em solo brasileiro. Já sentia que o trabalho monótono e solitário se encaminhava a um beco sem saída ao se defrontar com uma mensagem de cunho perturbador enviada por um possível participante do conluio.

A TEMPESTADE / Paulo Emanuel Machado

Paulo Emanuel Machado nasceu em Salvador, Bahia, no dia 10 de janeiro de 1960. É psicanalista, mestre de Reiki e professor. Consagrou-se como monge durante nove anos num mosteiro contemplativo, na Chapada Diamantina, de onde saiu para estudar Filosofia com os Cônegos Regulares da Santa Cruz, em Anápolis, Goiás, e Teologia, na Arquidiocese de Feira de Santana, Bahia, mas não seguiu carreira religiosa, preferindo buscar os caminhos da psicoterapia e do ensino.

A VIAGEM DOS SONHOS / Carlos Passos

Quando conquistamos algo com esforço e determinação, isso se torna um diferencial admirável. Existem pessoas que conseguem as coisas materiais com muita facilidade; já outras, por mais que tentem, não as alcançam. Porém, se considerarmos que nem sempre os obstáculos que aparecem no caminho representam fracasso, mas sim um meio para o crescimento, seremos pessoas mais esclarecidas e conhecedoras do verdadeiro saber das coisas.

ACERVO DA LAJE / José Eduardo Ferreira Santos

“Enfim, este livro é uma contribuição para a história do Subúrbio Ferroviário de Salvador, que em meio às contradições de uma cidade partida, ilusória, violenta, desigual, bruta e opressora com a sua periferia, aponta para a novidade de que as elaborações humanas, artísticas e culturais do território precisam ser conhecidas e estão presentes.

ACOLHIMENTO OU RECUSA / Maurílio Machi

A obra procura expor, relatar ou representar os fatos, os feitos do autor e dos outros com os quais convive e as relações destes com o mundo. Questiona estes fatos, não apresenta soluções, mas sugere que se tente entender esses fatos para que a vida se torne mais intensa e mais significativa. Trata tudo isso com simplicidade e carinho, pois é nisso que se resume o viver e o conviver. Ama a natureza e e propões nos poemas a manutenção de su inteireza, sua conservação para que o futuro não se registre sem passado.

ACUPUNTURA TUNG / Nelson Bellotto Junior

Esse material didático é uma introdução a um método ainda não disponibilizado no Brasil. Foi escrito utilizando anotações próprias de seminários e estudos dos principais registros sobre o tema, sempre baseado na experiência e na observação clínica diária. Após vários anos trabalhando exclusivamente como médico acupunturista, verifiquei a importância das coisas feitas de maneira simples.

ADAGIO CON BRIO / Fernanda Pittella

Une famille brésilienne. Un voyage. Gastronomie. Architecture. Poésie. De beaux paysages. Adagio con Brio – Une aventure Toscane c´est un peu tout ça. Écrit dans un style familier, amusant, lumineux, léger et créatif, ce roman transporte le lecteur vers un voyage aux passages fantastiques, en compagnie d´une famille pleine d´esprit et très remuante, qui est bien décidée à célébrer la vie dans un des plus beaux lieux d´Europe.

ADOLESCÊNCIA X ABORRESCÊNCIA VAI ENCARAR ? / Bebete Alvim

Escrever um prefácio é sempre uma tarefa muito difícil e de tamanha responsabilidade, principalmente para uma autora como Bebete Alvim, com nome já consagrado no mercado literário, com inúmeras aparições e ações no segmento literário, face a sua preocupação constante com a literatura, uma marca registrada na literatura infantil.

ADVÉRBIOS COTIDIANOS / Cristina Loddi

“Todo ser humano, em seu âmago, busca a felicidade. Todos nós possuímos o desejo de manifestar o bem, mesmo que ainda não saibamos por onde e como começar. Somos semelhantes e uma coisa é certa: em algum ponto da nossa vida olhamos para dentro de nós, buscando a felicidade, desejosos por respostas, no emaranhado de sentimentos que não sabemos bem ao certo aonde nos levará.

AFINIDADES / Edilson Novaes

Afinidades é inspirada no livro: Afinidades Eletivas de Johan Wolfgang Goethe. A história se desenrola no charme discreto de Belo Horizonte: capital de Minas Gerais, uma cidade linda, muito divertida e ótima para se viver. Paulo Henrique e sua noiva Luciene vivem anos de um relacionamento perfeito, onde nada parece ser capaz de abalar a estabilidade conquistada. A felicidade do casal é perturbada com a chegada de uma garotinha.

AI, PISARAM NO MEU PÉ! / Marcelo Granjeiro

A pedagogia acredita que os alunos não têm maturidade para aprender, portanto só devem aprender aquilo que lhes for ensinado. No modelo andragógico, a responsabilidade do aprender é compartilhada entre professor e alunos, que passam de meros figurantes a protagonistas do processo. Tive o privilégio de conhecer Marcelo em 2010 e me tornei fã. Ai, pisaram no meu pé! é um belo livro e foi desenvolvido com competência e capacidade e me impressionou pela riqueza de detalhes.

AINDA CAMINHO / Neide Rocha Portugal

Haicai – uma situação, um instante único. Três versos reveladores da observação do Poeta. Não sequencial – poema que se abre pela folha branca e ultrapassa o limite do papel. Escrita que não torna, dado ao movimento cíclico da natureza – sem ponto final. Bashô – precursor do Haicai. Professor de todos os meus instantes. Poeta – eterno viajante, Vida – eterna viagem

ALAMEDAS DO CORAÇÃO / Marilina Baccarat de Almeida Leão

Os escritores têm uma espécie de missão: Levar a palavra a quem não consegue falar de seus sentimentos, serem o arauto das ideias, espalhá-las, como quem semeia sementes de flores, para que, mais tarde, elas brotem e formem um lindo canteiro... Caminhando pelas alamedas do coração, crê-se ter um coração racional, e, em determinado tempo, ele não aguenta e as lágrimas vertem, formando verdadeiras gotas de cristais...

ALÉM DA INTIMIDADE / Wagner Armani

Mulher, saudade, perfume, amor, ferida, paixão, dor, criatura, luar, silêncio, cicatriz, rancor, juras, beijos, laços, corpos, abraços, mar, brilho, cheiro, inquietude, morte, sangue, terra, oceano, brisa, sorriso, tempo, noite, vida, vermelho, ódio, garra, satisfação, leveza, caminho, fim...

ALÉM DOS CINCO SENTIDOS / Maria do Carmo Lacerda

Não quero o lógico somente, meus voos se dirigem ao fabuloso. O que não vejo me convida, o que não sei me investiga. Quero ser partícula e onda e mais que isso, ainda que invada o impossível. Quero o lado de lá, o magnífico, a outra dimensão, outro padrão. Fora de mim, tempo-espaço. Dentro de mim, claridades, raridades.

ALMA LIVRE / Yara Regina Franco

Alma Livre de Yara Regina Franco traz poemas premiados e prefácio de João Scortecci, editor. A sensibilidade e leveza poética da autora, Yara Regina Franco, surpreenderão você, leitor. Os poemas autônomos com temas variados deixam a leitura atrativa e formam um conjunto que “têm liga”, “uma doce sequência de movimentos”. A autora sabe falar de amor, de coração, de amizade, “no segredo de sua própria existência e no limite de muitas vidas”. No poema “Alma livre” o seu coração diz: “Alma livre, voa, vai e volta”.

ALMAFERIDA / Wanda Maria Alckmin

Entrelaçada à vida, Wanda Maria é Arco e Flecha do Bem, triunfante, destemida, indômita, como ninguém. Possui do mar a bravura, e vai ao encontro do rochedo da luta, na desventura, avante, longe do medo. No afago à uma criança ou no alento ao ancião, transborda amor e esperança a taça de sua mão.

ALMANAQUE / Ari Lins Pedrosa

Ari Lins Pedrosa nasceu em 19 de novembro de 1958, em João Pessoa (PB), mas reside em Maceió (AL) desde 1964, devido à transferência do pai, funcionário público federal, de Guarabira (PB). Filho de Raimundo Nonato dos Santos Pedrosa e Quitéria Lins Pedrosa, é casado com Virgínia Márcia Tenório Lins Pedrosa, com quem tem dois filhos: Leonardo Tenório Lins Pedrosa e Laís Tenório Lins Pedrosa. Lorena (Neta).

ALMANAQUE BRASÍLICO - VOL. 2 / José Carlos Quadrelli

Almanaque de referência contendo 200 tabelas divididas em 2 volumes abordando quinze temas do conhecimento humano: Volume 2: Invenções e Construções; Literatura e Comunicações; Música; Política; Premiações Diversas; Química e Física; Televisão e Cinema; Tempo; Teosofia e Misticismo.

ALVO FÁCIL / Vários Autores

A reservada Anne Buckman acreditava que um passeio de metrô poderia resolver seus problemas. Mas o que ela nunca havia imaginado era que essa viagem a envolveria em uma trama de mistério, assassinato e suspense. As estações do metrô de São Paulo são o pano de fundo desta história e conduzem o leitor na intrincada rede de armadilhas que Anne deve desvendar e desfazer.

AMANHECER NO HORIZONTE / Edemir Fernandes Bagon

Em seu Amanhecer no Horizonte, o poeta Edemir Fernandes Bagon mergulha fundo nas malhas do sentimento humano. Por meio de sua sensibilidade, concede ao leitor a chance de fruir imagens poéticas criadas a partir de uma profusão intensa de palavras nascidas das nuances de sua alma. Assim, os versos e a prosa empregados na obra revelam um ser submetido ao tempo e à pretensa posse momentânea das coisas.

AMPULHETA QUEBRADA / Gabriel Teixeira

“Se a memória vem à tona, essas coisas imateriais não se perdem no tempo e no espaço. É, na certa, como Proust, à procura do tempo perdido. Aos dezesseis anos, saído do colégio interno, iniciei, minha biblioteca, por força da oferta de livros por uma tia-avó. Livros de Eça de Queirós, Camilo Castelo Branco, Julio Dantas, Balzac e outros, foram o início de uma arrancada que nunca parou.

ÂNCORAS / ICAL

Esta obra reúne mais que ideias, reúne pessoas. Assim, prestigiamos os caminhos rumo a uma antologia. Ao redor da mesa, escritores, novatos ou experientes, todos envolvidos pelo mesmo ideal. Vidas disponíveis ao diálogo e cordialidade para construir uma obra. Revelações de riqueza, no formato de caprichos, que se finalizam em encontros e partilhas. Conforme o tempo inicia o cronômetro, cada um, em particular, começa a desabrochar a alma, apresentando-se à autora do prefácio.

ANDANÇAS PELA VIDA / Marilina Baccarat de Almeida Leão

O valor das coisas não está no tempo em que duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, outros, inexplicáveis e caminhos incomparáveis... Assim, vamos contando nossos passos pelas andanças da vida, eternizando o tempo, entre lágrimas e sorrisos de desejos, pelo alcance do nosso caminhar, pelas andanças da vida, sabendo que podemos encontrar obstáculos.

ANDANDO PELA VIDA / Mario Bastos

O livro apresenta crônicas e pensamentos que se encaixam perfeitamente na história de qualquer humano habitante deste Planeta Terra. Momentos de reflexão pessoal são divididos com o leitor, sempre focados numa vivência pessoal e, de alguma forma, apontando para nossas lembranças das coisas simples do dia a dia. Entregue-se, de alma e coração abertos, sem julgamentos e sem estereótipos à essa leitura e embarque nessa caminhada, Andando pela Vida...

ANDRÉ NÃO SABE JOGAR BOLA / Débora Rubin

André gostava de dinossauros. Seu quarto tinha um pôster gigante de um Pycnonemosaurus, de origem brasileira do período Cretáceo, e uma coleção de pequenos dinos em uma estante perto da cama. Ele também gostava de experimentos científicos, de ver Discovery Channel e de ler Harry Potter. Tinha um skate no qual se arriscava de vez em quando e fazia manobras radicais de bike.

ÂNFORA ETRUSCA / Luiz Roberto Judice

Luiz Roberto Judice é escolado nos meandros da Arte Poética, tem imaginação fértil e sensibilidade fora do comum. A par de tais imprescindíveis qualidades, sobressai sua cultura haurida nas fontes mais puras da poesia contemporânea e nos diversos ramos do conhecimento humanístico.

ANÔNIMOS DE BRASIL / Douglas Renato Palmeira

Todo anônimo tem sua história. Anônimos de Brasil trata de dez histórias diferentes e sob diferentes maneiras de serem contadas: desde um poema, passando pelo conto e também pela crônica. É possível identificar-se com as personagens ou ainda conhecer pessoas que já vivenciaram situações semelhantes.

ANOTAÇÕES DE VIAGEM / MF

Neste livro, a Entidade Zé Pelintra reúne comentários e orientações sobre a importância do equilíbrio entre os nossos pensamentos e emoções para uma vida mais saudável e produtiva. Fala da nossa origem em Deus como ponto de partida para o fortalecimento da autoestima e da autoconfiança. Sugere formas simples para alcançar uma sintonia melhor com as energias Divinas, com o objetivo de enfrentar e solucionar problemas materiais, emocionais, mentais e espirituais.

ANOTAÇÕES PARA DEPOIS DO TEMPORAL / Augusto Dias

Muitos dizem que a língua portuguesa é um dos principais símbolos de unificação nacional, mas as fronteiras continuam a surgir em âmbitos diferentes, de norte a sul do país. O Rio de Janeiro, um dia, foi nossa capital cultural, dona de suas virtudes e de suas mazelas. É nesse cenário que surge a figura curiosa do carioca típico, dono de um jogo de cintura que se perpetua num drible digno de um Romário em grande fase ou de um menino malabarista de rua. 

ANTOLOGIA CUMPLICIDADE DE MOVIMENTOS VOLUME 1 / Vários autores

Primeiro volume da Antologia de Poesias, Contos e Crônicas da Scortecci Editora Cumplicidade de Movimentos. "Cumplicidade exige respeito e troca de experiências / Façamos assim com as ideias do outro / Rogo pela harmonia de movimentos / diante das decisões alheias e do livre arbítrio / Estamos aqui dividindo espaços, rompendo limites, compartilhando infinitos mundos"  - João Scortecci

ANTOLOGIA DO POETA DA CARA AMASSADA / Wilson do Amaral

Nesta Antologia, resultado do trabalho dedicado durante a vida de Wilson do Amaral, veremos a coleção de obras literárias deste fiel amigo de Deus. Eu, Eduardo Buck, amigo da família, senti a responsabilidade de colaborar na publicação desta obra. Estes materiais estavam todos consignados em folhas soltas e com esta arte, poderemos manter viva por meio do livro impresso e publicado, este rico acervo que, sinceramente, espero que edifique a vida do querido leitor. Deus vos abençoe!

ANTOLOGIA INCERTEZAS E SUAS FRAGILIDADES - VOL II / Vários Autores

A Scortecci é uma editora laureada com mais de 32 anos no mercado editorial brasileiro. Já recebeu os prêmios: Jabuti, APCA, FBN e ABL. Trilhar passo a passo o caminho da criação à edição, incentivando novos talentos, sempre será o seu objetivo maior. A sua história está sendo escrita pelos seus autores e suas obras, razão e essência de sua existência.

ANTOLOGIA INCERTEZAS E SUAS FRAGILIDADES - VOL. I / Vários Autores

A Scortecci é uma editora laureada com mais de 32 anos no mercado editorial brasileiro. Já recebeu os prêmios: Jabuti, APCA, FBN e ABL. Trilhar passo a passo o caminho da criação à edição, incentivando novos talentos, sempre será o seu objetivo maior. A sua história está sendo escrita pelos seus autores e suas obras, razão e essência de sua existência.

ANTOLOGIA POÉTICA / Carliane Barbosa Manso (org.)

Este livro é o resultado de uma ideia, um sonho de alguns professores que dão aulas para adolescentes da Região dos Pimentas, em Guarulhos (SP), que enxergaram poesia onde muitos só viam descaso. Jovens de 12 a 18 anos, que ousaram dividir conosco seus conflitos, seus sonhos, seus amores e até mesmo seus desamores.

AQUILO QUE JÁ FOMOS / Jairo Paulo Cisz

Diversas paisagens, do sacro ao contemporâneo são o berço de Aquilo que já fomos. Paisagens estas que resgatam a fé no inexplicável ser humano, aprendendo a partir do passado para moldar o presente e o futuro. Retratando o curso da vida, com seus desejos e moralidades contrastantes, padrões sociais, infância, maturidade e desvanecimento, o autor consegue delinear paisagens ora puras e reais, ora chocantes e surreais, deixando visível nos contos o amor filial, fraterno, sano, insano e ágape.

AR PRIMAVERIL / Rute Raposeiro

Rute Raposeiro, além de professora e poetisa, é também artista plástica. Assim como seus escritos, também seus quadros nunca foram submetidos a nenhum crítico. Ela nasceu em Pirassununga em 2 de maio de 1946 e estudou as primeiras letras no então Grupo Escolar Padre Vieira de Moraes. Em 1955 foi para Americana, em seguida para São Caetano do Sul.

AROMAS E MANDALAS - O Toque Perfumado da Natureza / Sylvia Mäder

Quem disse que os aromas não têm forma, cor e personalidade própria? Nas mãos da artista plástica Sylvia Mäder eles ganham vida, movimento e uma intensa energia. A personalidade de cada aroma foi estampada em cada mandala com tamanha intensidade que entra em sintonia com aquele que a colorir, colocando-o em contato com sua própria essência. Ao receberem as cores, as mandalas ganham vida, forma e luz. Banham nossa alma com beleza.

ARTESÃO DAS PALAVRAS / Luiz Valério de Paula Trindade

No atual contexto de vida moderna em que estamos inseridos, não é incomum ouvirmos as pessoas clamarem por mais qualidade de vida e formas de atenuar a tão propalada “correria” do dia a dia e todo o stress dela advinda. Pois então, por que não se permitir embarcar em uma agradável viagem literária para lhe propiciar alguns bons momentos de leveza, de enlevo e de descobertas?

ARTIMANHAS DO DESTINO / Iria Fabers

“Quando eles achavam que tudo estava perdido, o destino resolveu lhes dar uma chance de serem felizes”. Dois adolescentes, Kristel e Kelly, estudavam no mesmo colégio, onde se conheceram e se apaixonaram. O namoro foi ficando mais sério e na noite de formatura quando eles iam ter sua primeira noite de amor, ele descobriu que eram filhos do mesmo pai.

ARTY: O GATO QUE QUERIA SER UM TIGRE / Ivelise Motta Bello / Maristher Motta Bello

As caixas lacradas com o aviso de NÃO ABRA e a descoberta do fabuloso Smilodon Fatalis nos levam a viver as emocionantes aventuras de Arty, o morador mais esperto da fazenda peripatética e seus inseparáveis amigos. É uma história alegre e desafiadora, que aborda aspectos da natureza humana e valores, como amizade, lealdade, honestidade e solidariedade; inclusão que, na brevidade do presente, revela o eterno e um destino de felicidade.

AS AVÍCULAS PURUENSES / Chaguinha do Biá

Você, meu caro amigo Leitor, vai encontrar nesta pequena obra: AVES DE ARRIBAÇÃO que visitam, a cada estação do ano, as paisagens do rio Purus trazendo vida nova e esperança a um mundo castigado de maldade e violência. Do mesmo modo vão encontrar as verdadeiras AVES DE CANTOS NOSTÁLGICOS, que fazem da nossa majestosa floresta encantada, uma verdadeira serenata com seus belíssimos e afinados cantos; outras encontradas aqui neste livro são as AVES GRACIOSAS, pela façanha de seus famosos coloridos deslumbrantes nos mais longínquos beiradões dessa região conhecida no mundo inteiro pela sua beleza.

AS ÁRVORES DE SÃO PAULO / Karin Massaro

Karin persiste em escrever poesias, como as “árvores de São Paulo” persistem em florescer na adversidade do concreto implacável. As palavras surgem de uma visão moderna e, por vezes, irônica de vários momentos da vida humana. Nesta obra, a autora mostra toda a sua sensibilidade e capacidade de análise do ser humano, não apenas na sua profundidade emocional, mas também na repercussão patológica do físico, objeto incessante de sua observação.

AS HISTÓRIAS AMAZÔNICAS / Chaguinha do Biá

Chaguinha do Biá dedica grande tempo de seus pensamentos às lembranças dos seus antepassados e, através de seus pequenos textos – infantis, poéticos, fábulas e crônicas – consegue trazê-los de volta à nossa atualidade. Este pequeno livro, recheado de poesias, aborda a temática da nossa educação ambiental como um dos verdadeiros pilares do aprendizado para compreender e preservar o meio ambiente.

AS IRMÃS DISCORDIA / Marília Ceci

As Irmãs Discórdia se inicia em uma noite tempestuosa, decorrente não de questões climáticas, mas de uma calamidade que ocorria em um reino distante...Sobre as nuvens, a Rainha caminhava desesperada, fora a primeira a descobrir a grande tragédia: o Rei Tempo havia sido sequestrado!

AS MINHAS FIRMES RESOLUÇÕES / Daniel Deusdete

As Minhas Firmes Resoluções são um marco, um lembrete para mim mesmo de que preciso estar atento à este limite. Se eu conseguir ultrapassá-lo, melhor ainda; senão, esforçar-me-ei para ficar o mais próximo possível. Dizem que se você planeja fazer uma viagem, você deve marcar o dia; senão, fica apenas no desejo. Entra e sai ano e o sonho nunca se realiza, por isso que fiz este livro para mim.

AS VESTES DO VENTO / Dilson Solidade Lima

Neste desenvolto As Vestes do Vento, o poeta nos apresenta os mais insignes tópicos temáticos amplificando a noção do belo entrelaçada aos ritmos cotidianos, transmutando-os em pulsante matéria lírica propiciada por sua vivência poética e humana. A realidade é contemplada e dialogada a cada lance de ideias e transformada pela força do verbo.

ASAS DO MEU TEMPO / Alberto Slomp

"Asas do meu tempo" trata de poemas que enaltecem a cidade de São Paulo e o seu povo com versos e rimas e temas diversificados, mostrando a beleza do cotidiano com uma linguagem clara e simples. O autor, em inúmeros poemas interage com a realidade, falando de espaços paulistanos reais, memoráveis e de épocas passadas, tecendo considerações sobre o texto como algo vivo e dinâmico; em outros trabalha com magnificência emoções e sentimentos; em alguns, espiritualidade, amor e criatividade.

ASSIM ESCREVEM AS BRASILEIRAS / Joyce Cavalccante (org.)

Assim escrevem as brasileiras é a décima quarta antologia chancelada pela REBRA – Rede de Escritoras Brasileiras, cujo principal papel é divulgar, para além das bordas do nosso país, a mestria das escritoras aqui representadas por um texto impactante que irá extrapolar, como água vazando de um cano furado, os nossos limites. Fruto de um trabalho cuidadoso, o conteúdo literário desta publicação acrescentará valores às inúmeras conquistas dessa instituição, quando for apresentado em diversos idiomas como o francês, o alemão, o espanhol, além do português que nos abriga.

ASSUM-PRETO E OUTROS CONTOS / Fernanda Benevides de Carvalho

Quem abrir este livro lerá exercícios de ficção em dez contos. Não são um punch, mas quase novelas, gênero híbrido de narrativa. No primeiro, Pequena história marítima, tem-se uma antigesta das navegações portuguesas do século XVI, notícias de naufrágios da expansão ultramarina que encantaram José Saramago e outros grandes autores, cujo primeiro recolho se deu no séc. XVIII, feito pelo erudito Bernardo Gomes de Brito.

ATÉ O PRÓXIMO INVERNO / João Carlos Marcon

(...) Sua vestimenta resumia-se à cor preta, os cabelos também escuros como a noite escondiam parte dos olhos e uma barba ainda rala fazia o entorno do rosto. Em seu quarto, uma vela acesa sobre a mesa permitia atenuar a penumbra do lugar. Vários rosários e uma pequena faca sobre o cômodo demonstravam que mantinha ali um pequeno altar.

ATHENÉE / Wilson de Oliveira Ribeiro

“Ao ilustre Causídico os meus respeitos! Ao grande poeta e escritor, meus agradecimentos pelo lindo poema que a mim dedica na página 121 do teu lindo livro (Antigas e Novas Reminiscências). Muito me honra privar do teu carinho poético. Dizer que amo ler Cana Brava, o que já o fiz muitas vezes, é pouco; dizer que vivo cada texto é um prazer enorme. Um poeta não se faz em escolas ou universidades, o poeta nasce poeta e ponto. Parabéns pelo novo livro que é rico em saudades e sabedoria. Você nasceu poeta.”

AURORA BOREAL / Maria Amélia Thomaz

Este é o primeiro livro publicado da escritora mineira Maria Amélia Thomaz. Com leveza e sensibilidade ela nos surpreende com um estilo inovador e simples de contar histórias. Aurora Boreal se passa no interior de Minas Gerais, entre as décadas de 70 e 90. É uma história sobre o processo muitas vezes árduo, porém bonito, de superação perante os infortúnios da vida.

AUTORES MATO-GROSSENSES / Dolores Flor da Cruz Leite (org.)

O livro conta com a participação de vários poetas Mato-grossense, nosso objetivo é divulgar nossos talentos e nossa cultura. O tema é livre.

Embora as belezas de Mato Grosso sejam bem percebidas em suas paisagens, artes e pessoas, ainda assim há muito a se conhecer e a admirar. Esta coletânea tão corajosamente inspirada e organizada por Dolores Flor nos possibilita vivenciar um pouco mais dessa terra tão abençoada. Pois os poemas que neste livro se encontram são de belezas e diversidades ímpares, tal como nosso Mato Grosso, onde o diverso e belo se fundem em simplicidades, juventudes, experiências, amores e, acima de tudo, nos sonhos que inspiram e motivam a alma humana.
Me. Manoel Rodrigues Leite - Psicólogo

AUTORRETRATO E OUTROS "EUS" / Fabiano Campachi

O poeta é um ser paradoxal. Múltiplo e singular. Tantos retratos, tantos autorretratos. E tantos “eus” permeiam e escorrem por suas mãos... Quantas verdades, quantos seres, enfim, o espelho da poesia nos revela? Quem lê pela primeira vez a poesia de Fabiano Campachi se surpreende com o talento deste jovem. Para ele, a poesia não é apenas uma companheira, é a sua própria essência.

AVIS RARA POÉTICA / Darclê

Do lirismo poético e abstrato ao comentário político, por vezes concreto e cortante; da rima de menina, leve e despretensiosa, às reflexões mais rigorosas, advindas da sabedoria da experiência, do bem-humorado, do tocante e do sensual à contemplação das aflições e das provações da vida. Aspectos tão inesperados e tão contrastantes dão as mãos em uma harmonia que permeia este novo trabalho de Darclê, revelando-nos, através de sua poesia, sua verdadeira natureza: única, singela, sofisticada e original. Uma ave rara.

BANAL -IDADE / Jaime Collier Coeli

A literatura faz ao cidadão o mesmo efeito da obscenidade sobre o virtuoso, tanto no escândalo de imaginar uma liberdade adolescente quanto na decepção da trivial militância entre os membros mais perigosos da humanidade.

BANDAS DE MÚSICA / Herson Mendes Amorim

Este livro é o resultado de uma pesquisa realizada entre os anos de 2010 e 2012, originalmente intitulada “Contribuições das Bandas de Música para a Formação do Instrumentista de Sopro que Atua em Belém do Pará”, com o objetivo de delinear a trajetória dos professores de instrumentos de sopro que atuam em Belém do Pará. De certa forma é um retrato da experiência do próprio autor, um instrumentista de sopro oriundo das bandas de música.

BATISMO / Marcio Pinheiro

Este livro tem como objetivo demonstrar que o batismo é a porta de entrada na vida cristã e o meio pelo qual somos incorporados à vida da Santíssima Trindade e à vida eclesial. As Sagradas Escrituras demonstram a existência dos banhos de purificação, o batismo de João Batista, a orientação de Jesus de batizar, quer em Atos, quer em Paulo ou em Pedro.

BAÚ DE QUALQUER COISA / J. CORDEIROVICH

Baú de Qualquer Coisa permite que adentremos pelos diferentes universos que configura seu autor como ser. Nada lhe escapa porque nada é irrelevante... Do “Um Auto Retrato” à sua “Conclusão”, podemos apreciar as reflexões sobre si que nos levam também a refletir sobre nós mesmos; descrições do cotidiano que pelos olhos de qualquer um não teriam nenhuma beleza; questionamentos sobre a vida, sobre o mundo, sobre o Ser Homem, questões que nos acompanham desde sempre.

BOA VIAGEM / Rubens Bonatelli Moni

Este Boa viagem é a segunda edição revisada e aumentada de Boa Viagem?... Otário!, publicado em 1989. Neste livro, Rubens Bonatelli Moni dá sequência ao trabalho de revisão e reorganização das obras publicadas antes dos anos 2000, como já fez em Poemas inSignificantes e Jornalismo – Antonio Gramsci.

BOSQUE DAS FALENAS / Carlos Maia

A criação literária está em constante transformação, como consequência inevitável das mudanças verificadas na cultura social e da natureza inacabada do ser humano. Assim, os textos literários renovam-se com o tempo, acompanhando a variância dos princípios e valores que regem as relações intrapessoais e interpessoais, da linguagem apropriada para expressar o sentimento do indivíduo em relação a si próprio e ao grupo que integra.

BRASIS D'ANTANHO / Sebastiana de Carvalho Salgueiro

Num esforço de longos anos, lego às gerações futuras, descendentes de bravos desbravados do nosso Brasil Central, vivências perdidas nos idos de outrora ,  agora resgatadas do esquecido. Escrevo sem preocupação literária mas para transmitir aos que se alimentarem dessa seiva, essência rude e rica, o conhecimento, o porquê do tanto que lhes foi legado: o suor, o esforço, a luta, o amor que criou do árido, do impossível o possível, a fertilidade, a riqueza, dons  do ventre da terra e do seio humano.

BRINCANDO COM AS PALAVRAS / Silvio dos Anjos

Ao ler o título, Brincando com as palavras, o leitor terá uma prematura impressão que lerá livres versos hilários, construídos cuidadosamente sobre temas que sustentam a intenção do autor. Algo de bom gosto, porém descompromissado com o que sentimos e vivemos no dia a dia. Verdade é que  ele foi leal ao leitor e construiu versos inteligentes, divertidos e de profunda inspiração, simplesmente brincando com as palavras. 

CAATINGA / Vicente Ferreira Rodrigues

Livro de contos com 18 histórias fictícias que tem como cenário a região de Taperoá PB, a terra de Ariano Suassuna, com suas coisas e sua gente. Um lugar onde tudo pode acontecer, onde mentira vira verdade, onde uiva o lobisomem nas noites de lua cheia e onde cada pessoa tem uma história digna de registro que pode enriquecer as páginas de um livro.

CABEÇA E CORAÇÃO EM CURTO-CIRCUITO / Francisco Sá Junior

O livro de poesias CABEÇA E CORAÇÃO EM CURTO-CIRCUITO tenta exprimir as incertezas de nosso tempo e nosso país com a angústia das palavras em exprimi-las, percorrendo dúvidas insuperáveis. As fotografias inclusas são uma expressão visual dessa contradição inerente à condição humana, agravada pela realizade que nos comprime, mastiga e engole.

CADA TOMBO UMA CICATRIZ / Maria Maier

Neste livro, a autora leva uma mensagem de esperança e fé para as pessoas que estão passando por momentos de aflição e dor. Muitas vezes nos sentimos sozinhos nesse mundo, mas nunca devemos esquecer que ao nosso lado direito está a nossa maior força: “Deus”. A protagonista desta história passou por situações nada comuns, mas conseguiu vencer, com uma fé inabalável que sempre aqueceu a sua alma e deu forças ao espírito.

CADERNETA PESSOAL / Carlos Medeiros

No meu silêncio, eu me conheço. Sei dos meus pontos fortes, mas também identifico meus pontos fracos. Neste meu silêncio, em que só Deus é a testemunha da qualidade dos meus pensamentos, avanço, mas com medo de cair novamente. Encaro a montanha de melhorias que preciso proceder em mim mesmo através da Reforma Íntima, e penso no quanto ainda preciso empreender. Que não me falte fé, perseverança, discernimento e humildade. 

CAMBITEIROS DO CARIRI / Dina de Kémel / Dias de Cordel

Cambiteiros e Cordelistas estaremos irmanados nessa história Cambiteiros do Cariri e o leitor aficcionado de nosso querido Cordel já vai apreciando as aventuras dos Cambiteiros lá do além. Eles continuam cambitando a cana com a mesma alegria que lhes é peculiar. Há quem não gosta de Cordel e nem de Cambiteiros, porém apostamos que nossos heróis do cambito estão em plena atividade no mundo do além.

CAMINHANDO COM ELA / Angelino Pereira

Objetivo deste romance: levar harmonia, superar barreiras e tabus, deixar que as pessoas se amem livremente libertando-as de precoceitos, tradições e outras amarras sociais que as impedem de ser livres, dignificar o ser pessoa e ser gente que se conhece e que se encontra permanentemente voando no espaço de “asas” ao vento como pássaro veloz em movimento anti-horário com todas as energias do tempo.

CAMINHANDO ENTRE TRECHOS E TRECHOS... / Renata Carone Sborgia

As palavras nos laçam!!! Não tenho culpa por ter sido laçada por elas e não me largarem mais (ou fui eu quem não as larguei???). Dar evasão aos mais variados sentimentos no ato da escrita é o prazer que as palavras ofertam, gratuitamente, a mim. É o ponto que me move a escrever: solto a pluralidade de sentimentos através de trechos que se encontram libertos da formalidade da Norma Culta.

CAMINHOS QUE LEVAM AO PAI / MPaz

Amigos e irmãos de caminhada. Desejo, neste pequeno livro, compartilhar com todos uma das formas com a qual me envolvi e me dediquei na busca por minha Essência. De formação escolar católica, só conhecia uma versão sobre nossa origem, o que estamos fazendo aqui e para onde vamos quando este corpo parar de funcionar.

CANA BRAVA / Wison de Oliveira Ribeiro

Wilson de Oliveira Ribeiro - Itapetinga-Bahia (1931) - Nasceu na Fazenda Nova Olinda, onde morou até os 10 anos de idade, quando iniciou os seus estudos. Bacharelou-se pela Faculdade de Direito da Universidade do Distrito Federal, da cidade do Rio de Janeiro-RJ, então capital do Brasil, em 1957, e exerce, desde então, a advocacia como forma intransigente de defesa do Direito e da Justiça. Nos fins de semana, contudo, costuma ser desportista, pecuarista e poeta.

CANDOMBLÉ EM FAMÍLIA / Jauanilê

Nasci dentro do mundo do Candomblé. Vivo neste mundo. Aos Orixás dedico minha vida e energia há mais de quatro décadas. Convido o leitor a conhecer um pouco dessa história e, consequentemente, muito da história de uma religião que chegou ao Brasil nos tumbeiros da escravidão.
Jorge Jauanilê Caribé

CÂNTICOS DE AMOR / Esther Lessa

Esther Lessa, cujo verdadeiro nome é Esther de Oliveira Castro Lessa, nasceu em S. Mateus, Espírito Santo. É graduada em Direito e em Letras  pela Universidade Federal do Espírito Santo. Possui diploma superior de Estudos Franceses da Universidade de Nancy (França), pela Aliança Francesa de Vitória (ES). Tem publicado dois livros infantis (2006 e 2013), assim como, Breves Histórias que a vida contou (2007) e Anseios de Liberdade (2008).

CAPOEIRA DAS ÉGUAS / José de Anchieta Batista

CAPOEIRA DAS ÉGUAS é um conjunto de histórias que fazem parte de um mesmo enredo e que se entrelaçam naquele ambiente inóspito do Sertão da Paraíba. Há um misto de fatos reais e imaginários, cujos personagens convivem na aspereza de uma realidade genuinamente nordestina. A preocupação cotidiana é ir sobrevivendo, enquanto a vida passa.

CARTAS AOS MEUS NETOS / Abrahão José Kfouri Filho

“De repente, a leitura torna-se um hábito.”

“Não os quero e nem os pretendo sábios!”

“Não se magoa a pessoa amada!”

“[O ciúme] é destruidor, intolerável quando traduz um sentimento doloroso de um amor inquieto, um desejo possessivo, opressivo, asfixiante...”

“(...) ‘é o maior barato, todo mundo usa, experimenta!’ Se você se negar, dirão que você é um ‘bundão’ ”.

“O que é nosso é nosso; o que é dos outros é dos outros! ”
“Não se apartem, jamais, da Verdade.”

“Cuidem dele [seu corpo] como um santuário.”

CASA DO JARDIM DE CRISTAL / Maria Luiza d'Orey Lacerda Soares

O livro é para festejar o Centenário da Lina Bo Bardi, e contém plantas da Casa do Jardim de Cristal com textos históricos. A Casa do Jardim de Cristal - Um jardim abandonado e sempre recomeçado... Sempre foi assim desde os Jardins Suspensos da Babilônia ao mais modesto canteiro de rosas ou um beiral de janela repleto de gérberas amarelas e vermelhas.

CAVALEIRO BAIO / Elmir da Silva Nascimento

Val gasta os dias, no conforto de seu minúsculo e fedorento apartamento, chorando por Kátia. O término do relacionamento reduziu o jovem a uma posição sub-humana e com tendências suicidas. Na prisão do sofrimento acompanha, através da televisão, os últimos passos que a cidade jamais dará. Dois anos após a queda de uma aeronave sobre o Oceano Atlântico, Salvador é atacada por um exército de mortos-vivos.

CHUTANDO O PAU DA BARRACA / Wilson Quintaneiro

Wilson Quintaneiro nasceu em 12 de fevereiro de 1927, na cidade do Rio de Janeiro, então Capital Federal, onde viveu até 1961, quando se transferiu, com a família, para Belo Horizonte (MG) onde montou escritório para representar indústrias moveleiras e de artigos de decoração do Sul do País. Depois de aposentado passou a morar em cidade do interior mineiro, São Brás do Suaçuí, participando ativamente do movimento ambientalista. Foi um dos criadores do Conselho Municipal de Meio Ambiente, que presidiu por dois mandatos consecutivos, e recebeu o título de Cidadão Honorário.

CHUVA ARDENTE / Monica Conceição

Livro de poesias que fala dos amores perdidos e resgatados, sobre o planeta, mulheres, inquietudes, morte e vida. Tem quem diga que a poesia morreu. Não é verdade. Eu sei porque li este livro. Senti nos versos de Monica Conceição a chuva caindo. Senti a vida renascendo. O verso dando forma à vida. E a vida sendo o sentido do verso. A poesia é algo que escapa à lógica das palavras.

CHUVA DE GAFANHOTOS / Teresinha Ferreira da Cruz

Puxando-o pela coleira, coloquei-o para dentro de casa com certa dificuldade, sem me importar com seus protestos, comecei a fechar portas, janelas e vedá-las como podia para evitar uma desgraça. Fiquei escondida com meus bichinhos na sala, dentro de um armário de metal que usava para guardar bugigangas. Só o pavor podia fazer eu me meter num espaço minúsculo e empoeirado.

CIDADÃO ALERTA / Marcelo de Lima Araújo

"Aos poucos, sutilmente, sob o império da fria razão humana, por meio de legislações, a vida vai perdendo valor, ou seja, vai se banalizando a morte. Os mais fracos vão sendo descartados. A decisão da mais alta Corte do país refletiu nitidamente o pragmatismo e individualismo predominantes na sociedade”.

CLAMORES / Maina Miranda

Clamores é uma obra popular, contada por meio de versos, que se caracterizam por um certo lirismo e nostalgia, onde se destacam poemas e sonetos, entre outros tipos de construções poéticas. O livro consta de uma linguagem simples, objetivando mostrar a realidade de sentimentos, estados da alma, realizações, esperanças e idealismos, assim como acontecimentos de uma determinada época.

COLEÇÃO COMUNICAÇÃO EM CENA - VOLUME 04 / Liana Gottlieb (org.)

O nome – Comunicação em Cena – para esta coleção de livros que são um convite ao pensar é ao mesmo tempo inteligente e intuitivo, e é desta forma que nos envolve a cada novo volume.  Ao colocar a comunicação em cena, no centro do palco da vida, podemos ser tanto atores quanto observadores dos processos que decorrem das múltiplas apresentações da comunicação em nosso dia a dia.

COM TODO MEU AMOR / Eduardo Labrichosa

Quando nada mais resta a não ser continuar vivendo, a história comovente deste livro faz brotar à flor da pele o improvável. Mas será mesmo impossível viajar no tempo? O bom senso diz que sim, a física diz que não. Na dúvida, Com todo meu amor pede uma licença poética à imaginação e leva o leitor a uma viagem curiosa. Curiosidade à parte, quem já viveu uma vida inteira e não teve pelo menos um único arrependimento?

COMO É BOM SORRIR / Aluizio Mercado

Como é bom sorrir é um romance sobre um jovem empreendedor que soube interpretar a razão de seu viver e, sem receios ou ímpetos, consolida suas metas no mundo dos grandes negócios, assim como na vida sentimental. Juntamente com um palhaço circense e um professor, o autor consegue abordar relevantes temas de nosso mundo contemporâneo. Do palhaço Sorriso, a representação cômica, alegre e filosófica de que todo cidadão é possuidor. 

CONHECENDO MELHOR A PROFESSORA DO SEU FILHO E COMO SE DAR BEM COM ELA / Tati Harada

A tarefa de educar depende de uma ação realizada em conjunto: família e escola. Quando percebemos que existe realmente esta parceria, nosso trabalho flui de maneira natural e positiva, e os principais beneficiados são nossos maiores tesouros: seus filhos, nossos alunos. A escola é a nossa segunda casa, tanto para nós, professores, como para nossas crianças. Amar a profissão de educador é amar a própria vida, é contribuir para uma sociedade mais digna e repleta de bons futuros frutos.

CONSONÂNCIAS E DISCREPÂNCIAS / Ezequiel Candido Santos

A partir do momento em que decididamente resolvi materializar a narrativa de minha autobiografia, fui de repente envolvido por lembranças de pessoas, acontecimentos, lugares, enfim, de todos os segundos que fizeram dos meus 75 anos de vida uma maravilhosa e inusitada experiência, digna de ser aplaudida pela mais criteriosa e exigente de todas as plateias, o próprio Tempo, que nunca parou e me fez chegar aos 75 novinho em folha e, para minha felicidade, longe dos seus implacáveis efeitos.

CONTANDO HISTÓRIAS / Sebastião Barbosa de Almeida

Contando Histórias de Sebastião Barbosa de Almeida não é apenas uma coletânea de fatos que ocorreram e, sim, uma vitoriosa História de Vida. Histórias para apenas nos sentarmos no sofá e lermos? Que nada, são histórias que ensinam, sim senhor! De Piracaia, passando por Bragança Paulista, chegando a São Paulo. Diferentes fases, diferentes dificuldades, diferentes glórias que resultaram em um respeitadíssimo profissional, em um chefe de família e em um excelente contador de ótimas histórias, logicamente, devido tudo o que viveu. Não detalho aqui o que podemos ver nestas páginas, portanto, vamos nos sentar, ler e aprender!

Do neto e Colaborador, Daniel Barbosa

CONTOS DE FADA / Aline Ferreira Vitor

Uma pedra lançada em um pântano provoca ondas na superfície da água, envolvendo em seu movimento, com distâncias e efeitos diversos, os golfões, as taboas (planta aquática) e o barquinho de papel. Objetos que estavam ali por conta própria, na sua paz ou no seu sono, são como que chamados para a vida, obrigados a reagir, a se relacionar.

CONTOS HORRORESCOS / Evani Gaspar

Sustos, fantasmas, magia, bolas de fogo, apostas surreais, estranhas histórias, tudo isso e muito mais você encontrará nas páginas destes dezesseis contos fantasiosos e pitorescos. Histórias que ouviu da avó, que deixaram suas noites insones ou pensativas, que faziam você sentir um misto de medo com curiosidade, que faziam você pedir sempre mais e mais.

CONTOS: NEM VI (MAIS) NEM LI (MENOS) / Adolfo Marin

São dezoito contos sobre costumes, abordando, às vezes com viés crítico e irônico, aspectos como ambição, consumismo, traição, esportes e criminalidade. O título pretende ser uma brincadeira, um paragrama intencional, visando baralhar VI e LI (que aqui não seriam, portanto, flexões verbais) com os números 6 e 51.

CONVERSA DE TAXISTA / Zé Câmara

Escrever é desnudar a alma, fazendo cair os escudos da timidez, da simplicidade, da humildade e até mesmo da religiosidade. Certa feita, Zé Câmara resolveu brincar com as letras, contando casos com bom humor. A primeira ideia era a de escrever o que seria “a dor e o êxtase de viver em Salvador ”, jogando para fora certa irritação com o modo de ser e de viver dos seus conterrâneos; em paralelo, produzia o que seriam as “histórias de um taxista que foi sem nunca ter sido ”, projeto que deixou no caminho em face do material colhido em testemunhos do cunhado, Mauro, serem quase pornográficos.

CONVIVÊNCIA E SOLUÇÕES HUMANAS NA MELHOR IDADE / Lilian Tormes

O crescimento da população de idosos, fenômeno mundial, levou a vários desdobramentos econômicos, sociais e psicológicos. Depois de considerá-los, este trabalho desembocou na proposta da criação de um Centro de Convivência, amparado por modernas e comprovadas técnicas psicoterápicas, cujo objetivo central é estimular a socialização, a realização e dar a atenção devida à população da terceira idade.

CRISTO EM MOÇAMBIQUE / M. Ali Nihoka

A preocupação pela busca da identidade da Igreja Evangélica de Cristo em Moçambique (IECM) despertou grande interesse dos líderes, membros e dos historiadores, entre outros; tendo sido compiladas várias notas sobre a sua história na tentativa de conservar os acontecimentos vividos ao longo dos tempos de evangelização do povo “Lomwe”, “Yao” e “Macua” no norte de Moçambique.

CRÔNICA DE CATACUMBAS / DEPOIS DO DILÚVIO / Alcides Ribeiro J. da Silva

São dois textos de gêneros literários diferentes no mesmo livro. CRÔNICA DE CATACUMBAS narra a luta dos rebeldes de Libertama, denominados retrossociais, contra a ditadura de Kestrel III, no ano de 2050. Propõe-se uma reflexão sobre o individualismo e o coletivo, o egoísmo e a solidariedade, a técnica e a tradição, o Ter e o Ser. Depois da derrota na Guerra Civil, os rebeldes que lutavam por valores humanistas e democráticos refugiam-se nos subterrâneos de Kestreland para sobreviverem à ditadura kestrelense.

CRÔNICAS DO TEMPO / Mari Augusto

“Custamos a entender que, somente por meio do aprendizado gerado a partir do encontro com diferentes sentimentos, ideias e pensamentos, bem como pela aceitação de que todos nós somos suscetíveis a erros e acertos.

CRÔNICAS DOS COVEIROS DO CEMITÉRIO VERDE / David Ferreira

Crônicas dos Coveiros do Cemitério Verde é um romance curto, dinâmico, encadeado por crônicas – o gênero de escolha do escritor para contar esta história. No Brasil das classes médias atarefadas, o mundo das relações talvez esteja circunscrito num imaginário cemitério colorido – verde!

CRÔNICAS PESQUISAS / Sílvio Tamaso D'Onofrio

Finalmente começam a aparecer em livro os resultados dos anos de honesto esforço de pesquisa por parte do autor, Sílvio Tamaso D’Onofrio. Ainda que em meio a despretenciosas crônicas, que servem para pouco mais do que um breve passatempo, é nas entrelinhas desses textos e nas fontes aqui apontadas, que conhecemos, realmente, a vida e a obra de Edgard Cavalheiro.

CRONYCONTOS / Augusto Cesar Ribeiro Rocha / Pedro Oliveira Dutra Neto

Um dia, fomos surpreendidos pela descoberta de um ovo – um minúsculo ovo com pintinhas marrons – que ela escondia como um tesouro, em improvisado ninho, e defendia com a bravura de qualquer mãe, ante um perigo. Chocou-o por dias, caprichosamente, até que o ovo acidentalmente se partisse.
(Uma rosa na janela – Augusto Cesar)

CULPADOS SEM TER CULPA / Harue Arita

Você já imaginou que pode fazer parte do contingente de pessoas que carregam culpas e sofrem consequências de decisões que não estavam sob seu controle? De forma instigante e inusitada Culpados sem ter culpa destaca as frequentes barreiras, porém pouco conhecidas ou discutidas, que emperram o desenvolvimento das pessoas nas diversas áreas: física, espiritual, familiar, social, profissional e financeira.

DA CONSCIÊNCIA COMPORTADA À DIALÉTICA DA EXISTÊNCIA: UM CONFRONTO DE DURKHEIM E FREUD / José Mendes de Oliveira

Da Consciência Comportada à Dialética da Existência constitui exercício de reflexão sobre a sociologia formulada por Emile Durkheim, mais precisamente no que se refere à abordagem da dimensão normativa da vida social e sua relação com a individualidade dos sujeitos. Essa questão é problematizada observando-se o conceito de consciência em sua expressão coletiva e individual e os aspectos concernentes às representações (eixo da cultura) e distorções da percepção (eixo do conhecimento).

DANO MORAL NOS TRIBUNAIS / Zulmar José Koerich Junior

Este livro reúne uma série de decisões judiciais sobre diferentes situações relacionadas à indenização por danos morais. Com linguagem simples e abordando o assunto de forma objetiva, pode facilmente ser lido e compreendido por qualquer pessoa que queira conhecer mais do assunto.

DAS ILUSÕES E DA MORTE / Francisca G. Vilas Boas

1. Sobre Roteiro de Sustos: “Um livro subtilíssimo, envolvente, todo ele de dentro para fora, servido por um estilo rítmico e denso, onde nada há de supérfluo ou retórico, onde cada frase, e o que nela ressoa, é um mundo de interioridade.”

DE ANDARILHO A DUBAI / Lino Rocha

Lino é um empresário bem sucedido em São Paulo, um brasileiro comum, não fosse o fato de no início de sua trajetória ter sido um menino muito pobre, um adolescente que cresceu nas ruas. Um adulto que se tornou um andarilho. Este livro conta a história de Lino Rocha, um jovem amargurado com as injustiças que lhe ocorreram desde o princípio de sua vida, lutando e buscando saídas onde só enxergava escuridão.

DE CORES, DIVERSOS / Jorge-Arildo

Criação ou geração espontânea, em tudo palpita cor... Bolas, bolinhas, caixinhas; confete e serpentina, papeizinhos. Versos colorindo as linhas...Da mais solene à impactante tinta, a cor não imbeciliza; sensibiliza dignificando o sentido. Tamanha generosidade... Haja sensibilidade para lidar com isso! Blue eyes ou olhos de mel, gente tem graça na cor da raça. O homem sábio é feliz; sangue bom!
Na intensidade das cores, percebe e se envolve: conexão!

Gleba terrestre, antegozo dos prazeres celestes; Mundo de cor construído...Da cor sublime à cor insana - colorindo as ações - Situações do cotidiano...Cara de anjo, curiosidade da criança: ternura e alvura no azul-bebê. Sorrir com vontade em qualquer idade: claridade; azul-liberdade! Fugindo à cor do pecado se evidencia o escarlate; - respaldo na pop arte... Causando inveja à nobreza, orgulho veste-se de púrpura: Intensidade e beleza! Turvando essa certeza, desassossego e pobreza; Ausência de cores; tristeza! Cinza é o langor, não fora desagradável; cinza por vez é covarde. Clareia! Ascende à luz a verdade...

DE DEUS PARA O MEU ESPÍRITO / Nilda Antunes Lanyi

Esta obra mostra a arte e a poesia integradas num só móvel, o de permitir a abstração do dia a dia, procurando adentrar camadas mais profundas da sensibilidade. As imagens interagem com os textos trazendo à tona os problemas sociais resultantes da opção da modernidade, pelo materialismo exagerado. As poesias, contos e pinturas, linguagem e imagens, trazem o sentimento da autora e espera receber de seus leitores a atenção e a reflexão sobre o assunto. Este é o objetivo maior desta obra.

DE OLHO NA VIDA / Carlos Menegueço

Horas extras evitáveis trazem custos impagáveis. Quanto maior for o desejo por bens materiais, maiores serão as preocupações e frustrações ao longo da vida. Os que mais reclamam, menos fazem.

DEI UM PULO / Mariluiza Campos

Mariluiza Campos (pseudônimo de Maria Luiza Bitancourt Martins Campos) nasceu em Petrópolis (RJ), mas mora em São Paulo (Capital) desde os cinco anos de idade. É bacharel e licenciada em História Natural, pela Universidade de São Paulo, e dedica-se à Literatura desde 1977. Participou de numerosas coletâneas de poemas, contos e crônicas, para adultos e crianças. Para estas publicou 26 estórias (21 livros e participações em quatro coletâneas, três delas com outros autores).

DEPRESSÃO DA ALMA / Valdelice Chamone

Depressão da Alma fala, inicialmente, de sintomas que são comuns à maioria das pessoas acometidas por depressão e por pânico. Defendendo o ponto de vista de que a depressão é um estado que se instala na alma humana, a autora aborda elementos do comportamento e das experiências que são responsáveis por esse estado doentio.

DESCOBRINDO A GEOMETRIA EUCLIDIANA NAS IGREJAS BARROCAS DE DIAMANTINA / Camila Cordeiro / Douglas Santiago / Layanne Ventura / Márcia França / Natanny Simões / Raquel Sapunaru

A paisagem urbana da cidade mineira de Diamantina é marcada por edificações do século XVIII que remontam ao surgimento do núcleo urbano, impulsionado pela descoberta de jazidas de diamantes na região. A arquitetura barroca religiosa se revela como peça-chave dessa paisagem e é caracterizada por pequenas igrejas com forte contraste entre o interior e o exterior.

DESORDENS DO OCASO / Wagner Andriote

Desordens do Ocaso retrata com peculiaridade o inconformismo e as inquietações diante das gigantescas injustiças e mazelas sociais perpetradas pelo ser humano: “Não há estrelas esta noite. / Recolheram-se em sofrimento / Para não serem testemunhas / Das mortes dos filhos do relento”.

DESTINOS QUE SE ATRAEM / Ezelio Soares

No contexto deste romance de ficção ambientado em França da segunda metade do século XX, repleto de aventuras amorosas, os sentimentos que despertam vínculos afetivos, atração e afabilidade, se manifestam conflitantes entre a serenidade do amor e o imperioso clamor do sexo. No enredo destacam-se com clareza as artimanhas do principal personagem, um padre ambicioso, com seu sonho de grandeza  de alçar  postos de dignidade eclesiástica.

DIÁLOGO COM A ÁRVORE E OUTROS CONTOS / Flavio Prada

Encontrava-me agora na frente (sem ter me apercebido) de uma enorme e “inabalável” árvore. (...) Ouvi a árvore falar:
– Me dê um abraço e verá!
Como um autômato, ou uma criança que volta desesperada ao abrigo dos braços da mãe, obedeci. Não podia abraçá-la ao todo.

DIÁLOGO DO REI E DO RÉU / Jorge Lescano

Florisbelo desceu da pedra de onde discursara. A massa de camponeses, armados com suas ferramentas e uma ou outra faca, gritou um “Viva!” poderoso. Estavam determinados a ocupar as terras dos nobres, mesmo que para isso corressem perigo de morte. De qualquer forma, tinham chegado à conclusão de que não havia nada a perder.

DIAS DE ZÉ DO PAVIO / Dias de Cordel

Sem nada a ver com memórias / Escrevi sobre o passado / Porque, afinal, as histórias / Deixam claro o seu recado / Sobre o que passou na vida / Na forma em que foi sentida / Conforme aqui foi narrado.

DICAS EM VENDAS / Reimivaldo Ramos

Todos nós somos vendedores, de uma forma ou outra, pois em algum momento vendemos algo para alguém. Por isso este livro deve andar junto com você, na bolsa ou na pasta de vendas, pois irá lhe oferecer dicas importantes no dia a dia profissional.

DO PÓ AO PÓLEN / Fábio Padilha Neves

Faz certo tempo que cultivo o estilo do aforismo. Sempre entre a poesia e a Filosofia se forjam. E como tudo surge por meio do Twitter, aos poucos procurei explorar o quanto fosse possível os cento e quarenta caracteres.

DROGAS? PRAZER E MORTE / Agda Meneses

Para sermos autônomos em nossa caminhada, o melhor cajado para essa trajetória é o conhecimento e a certeza que a nossa mente nos faz superar grandes obstáculos, porque ela vai se recriando, se readaptando, até encontrar o próprio caminho. Porém, quando nos psicoadaptamos a situações adversas e não buscamos soluções, nós nos “engessamos” às condições mórbidas e estagnamos nossa própria evolução, como pessoa e como sociedade.

ENCONTROS E DESENCONTROS / Altamir Margrhraf

Este não é um livro cujo tema seja algo da imaginação, algo que possa ser considerado absurdo, duvidoso ou místico. Não, embora seja ficção, mas delimitada por um fio de navalha do factual. O tema central é retirado da própria vida-vivendo: o movimento da vida e pela vida, o fazer, o pensar e o sentir; enfim, as experiências e as vivências de cada um de nós, e principalmente no momento atual.

ENIGMA / Ró

A palavra perplexa - A poesia é endógena, nasce no indivíduo sem que ele peça ou queira. Surge do instante mágico da criação. O tempo é infinito. Somos apenas uma pequena fração, uma sucessão de anos, dias, horas. Somos o passado e o presente. O futuro é mistério. Dentro desta percepção lógica Roberval Paiva escreve. Conhece o processo e a arquitetura do registro singular da poética. Uma visitação ao intimismo, que se interpenetram por meio da linguagem.

ENIGMA DO MUNDO / João Paulo Insuela Marques

A essência da vida não é a água como pensava o filósofo Tales, é mais do que o ser imutável tão sonhado por Parmênides, e mais do que o fogo, o puro fluxo de contrários, como supunha Heráclito de Éfeso; a essência da vida é o inesgotável curso do mistério. Hoje, por exemplo, este dia límpido e lívido como uma úmida pena assegura em todo seu louvor seu digno mistério.

ENREDOS / Gonzaga de Freitas

Enredos é uma coletânea de poemas inspirados no cotidiano. Alguns, reais, porém, com pinceladas coloridas; outros, fictícios, imaginários, mas que podem refletir uma realidade presente ou uma realidade pretérita mergulhada no subconsciente e agora aflorada. De visão futurista, pode até haver algum.

ENSAIOS PARA A LUA DE MEL / Nell Morato

Nell Morato, escritora brasileira, residente no Estado do Rio Grande do Sul, na cidade de Porto Alegre, a linda capital dos gaúchos, fundada pelos açorianos. Fabricante de bijuterias artesanais para lojas especializadas. Decidiu encerrar a empresa e dedicar-se exclusivamente à literatura. Iniciou com um romance, depois passou a escrever contos, crônicas e poesias.

ENTRE O VER E O IMAGINAR / Joyce Cavalccante

Catherine mora sozinha com um pai autoritário. Ela vive com medo de aborrecê-lo e, por isso, certo dia, foi pedir socorro à Cíntia, a escritora vizinha, acreditando que ela, como tal, poderia ajudá-la a compreender um livro chatíssimo, que ele a estava obrigando a ler e resumir como castigo por ter tirado notas baixas na escola. Cíntia se encanta com a menina e a ela ensina tudo o que sabe, transformando-a numa aprendiz de escritora. As duas ficam amigas e convivem diariamente.

ENVELHECIMENTO POPULACIONAL / Germano Hansen Jr.

Visão mercadológica do maior fenômeno social do Século XXI no Brasil. A transição etária, que substitui crianças e jovens pelos adultos maiores de cinquenta anos, abre um universo de oportunidades de negócios. Não se trata apenas de adaptar produtos e serviços para o pessoal de mais idade, mas criar soluções inéditas.

ESPIRAL / Aluísio Alves

Este livro oferece a você, leitor, uma viagem ao encantado mundo da palavra que guarda os pequenos e grandes segredos da Vida. Os poemas se apresentam como partes de uma Espiral que, emergindo de percepções cotidianas, adentram o mundo da subjetividade e dali se lançam ao infinito das possibilidades numa crescente que abrange imensos cenários e rodopiam em danças mágicas nos salões encantados das galáxias do Sonho e da incansável busca humana...

ESPÓLIO / Rubervam Du Nascimento

Espólio é uma poesia de sustentação criativa contemporânea, que busca o ritmo na construção de verbos substantivos, cujo substrato é a pesquisa histórica/estética humana de uma época. Acompanho a trajetória poética de Rubervam Du Nascimento desde que ele mesmo se autodenominava poeta de um livro só: A Profissão dos Peixes, livro que foi transformado por seu autor num recital performático, denominado Corpo-a-corpo, levado com muito sucesso por todo o Brasil.

ESTRADA DA VIDA / Betta Fernandes

Estrada da vida, segundo livro de Betta Fernandes, traz um assunto bastante debatido nos dias de hoje: como superar o stress e a ansiedade através de exercícios e tratamentos adequados. Com boa fundamentação teórica, o livro traz também depoimentos diversos, mostrando os sentimentos e as estratégias de cada um para vencer a ansiedade, considerada o mal da vida contemporânea, e conquistar a tão almejada qualidade de vida.

EU CANTO A ROSA QUE ME ENCANTA / Germano Ronchetti

Se você for capaz de supor o que vai viver daqui a pouco, parabéns, não precisa ler esse livro...“Saiba, meu caro, que tua alma aposentada em teu corpo governa como lhe apraz. É necessário acreditar, por-tanto, tudo dispor a sua von-tade e inteligência que habita o universo.

EU VEJO VOCÊ - Crônicas Maviosas / André Luiz

As crônicas deste livro são uma forma que encontrei de tentar “conversar comigo mesmo”. Sempre fui uma pessoa bastante introspectiva. Segundo Descartes, “posso pensar que tudo o que vejo seja fantasia, contudo, penso, logo existo”; depois, deparei-me com Nietzsche, que “responde” a Descartes: “Como penso, logo existo? ‘Isso’ pensa por si, ‘isso’ é incontrolável...”.

EXPLOSÃO DE VIDA EM VERSOS E RIMAS / Abraão Sampaio

Ter presenciado palestra de Jorge Luiz Borges fez com que, mesmo estando no caminho dos cálculos, minha mente viajasse naqueles inebriantes momentos, cuja verbalização cativou aos mais desatentos ouvidos. Foi no início do mês de maio de 1978, quando ele esteve na Universidade Nacional de Tucumán – Argentina, para receber uma homenagem.

EXSQUISITA / Helena Prates

Esquisita: do português, significa desconhecido, estranho, anormal, excêntrico. Exquisita: do espanhol, significa extraordinária qualidade, primor. Exsquisita: do portunhol, uma mistura dos dois significados anteriores que define esta história de amor, ilusão, morte, realidade e fantasia, vivida em Punta del Este, um dos lugares mais exuberantes da América Latina.

EXTENSÃO DE MIM / Elzo Augusto

Elzo Augusto, compositor veterano, tem trajetória pontilhada de sucessos que dividem aplausos em apresentações de grandes intérpretes. Sua inspiração passeia pelo universo musical de quase todos os estilos. Seu livro de reduzida biografia é também um mostruário de obras recentes que tive grande prazer de conhecer.
Assis Angelo  - Jornalista, escritor e presidente do Instituto Memória Brasil.

FALE, CRIANÇA! / Adriana da Rocha Leitte / Élcio Mário Pinto

CAIQUE FERRAZ nasceu em 2003. Sorocabano de nascimento, sua família é de origem Itaporanguense. Aluno do 6º ano da Rede Pública de Ensino em Sorocaba/SP na Escola Estadual “Dr. Júlio Prestes de Albuquerque”. Declara que não gosta de não ter o que fazer, por isso, estuda Espanhol e Inglês, participa de teatro, circo e mímica. Também é aprendiz de violão.

FASAELIA / Carolina Portoliveira

Petra, uma das 7 maravilhas do mundo, não é apenas uma cidade maravilhosa, atrás de seus palácios esconde uma das maiores injustiças cometida a uma mulher na história. Fasaelia era uma princesa, filha do mais poderoso dos reis nabateus e, por uma imposição do Imperador romano Augusto, é dada como esposa para Antipas, adversário de longa data e um dos filhos de Herodes, o Grande.

FATOS REAIS NA ADVOCACIA LIBERAL / Ivan Endo

Outubro de 1975, dezembro de 2013. Pouco mais de 38 anos de convivência profissional, porém mais que suficiente para conhecer de fato uma pessoa, um advogado militante. O que escrever sobre Dr. Ivan Endo? Um patrão, um amigo, um conselheiro, um líder, amálgama de tudo isto, sobrepondo-se cada um deles nos momentos certos e oportunos diante das circunstâncias e necessidades.

FILOSOFANDO NA POESIA / Odair Ribeiro

A construção deste livro teve como base sentimentos transformados em pensamentos materializados, externando as angústias, os amores, as alegrias, as tristezas, as dores dos seres humanos, suavisando-os numa filosofia em forma de poesia... Belo é... A chuva que cai dividida para acariciar a terra sofrida. O bem e o mal no interior da célula.

FLASHES / Alyne Maria Dória

Alyne Maria Dória dedica sua vida a escrever contos e artigos que expressam a sua visão de mundo, interpretando os eventos do cotidiano, pesquisando a profundeza da alma humana.

FRAGMENTOS DE PALAVRAS / José Rothadi

José da Silva Santos (José Rothadi), brasileiro, nascido em 15 de abril de 1961, no estado de São Paulo (SP), funcionário público, divorciado e graduando do curso de Pedagogia, com Licenciatura Plena. No ano de 1984 concluiu seus estudos no Ensino Médio no colégio Magister e em 2003, ingressou no universo de estudo superior para graduar-se em Administração de Empresas pela faculdade Magister, unidade de São Paulo (SP), mas interrompeu essa trajetória, como uma pausa para reflexões futuras.

FRAGMENTOS DE VIDA / Jefferson Vianna

Aquele menino ingênuo não existe mais! Ficou para trás, livrou-se de seus medos, sofrimentos e pesos… Parou de viver por engano, não vive mais embaixo dos panos… Decidiu reciclar as lágrimas, estabelecer novos planos, conquistar novos sonhos! Passou a viver apenas de verdade, mas ainda sente saudade, como alguém que ainda não aprendeu a sofrer! Porém certo dia sentiu o vento, e por um momento pareceu voar! E o que era denso e sem movimento se tornou fragmentos, fazendo-o sonhar.

FUGINDO DA SECA / Elena Urias

Fugindo da Seca, a primeira obra teatral de Elena Urias, foi inspirada em fatos reais, relatados por Maria Pessoa, uma companheira de quarto que, nas longas noites de insônia, confidenciava-lhe o drama vivido por sua própria família. A obra conta a saga de mais uma família nordestina que, para fugir da fome, vem para São Paulo em busca de uma vida melhor.

GESTÃO SEM MEDO / Alfredo Assumpção

Um mergulho na condição humana – corpo, alma e espírito, reconhecendo que o profissional tem essas mesmas dimensões, as quais precisam ser entendidas e gerenciadas. A compreensão do ser humano é que vai dar dimensão das organizações, pois essas também são organismos vivos, com corpo, alma e espírito.

GIUSEPPE VERDI / Leandro Couto Carreira Ricon / José D'Assunção Barros (org.)

A tarefa de editar em língua portuguesa os libretos das óperas de Verdi chega até nós através do empenho dos pesquisadores José D'Assunção Barros e Leandro Couto Ricon, trazendo a público a gênese da genialidade de Verdi. Fruto de cuidadoso trabalho que contribui para o universo dos estudos sobre música, história e ópera, o Volume I traz os libretos das duas primeiras óperas de Verdi.

GRITO / Paulo Guerra

Alguns meses antes de escrever este poema para o livro GRITO, Paulo Guerra esteve, durante o verão, errante nas praias do litoral paulista.

HÁ SEMPRE UM NOVO CAMINHO A SEGUIR / Maria Vianna

O livro fala sobre as crônicas do cotidiano da autora. São temas que tocaram a autora de alguma forma. Maria Vianna nasceu em Salvador (BA), é casada com Wilson Vianna e mãe de Maria Fernanda e Maria Claudia. Bacharel em Turismo pela Universidade Anhembi Morumbi, tem 25 anos de trabalhos prestados às agências contratantes em Orlando (Florida) como guia de grupos, de atendimento e coordenação local. É palestrante com foco na qualidade e eficiência Disney. Há sempre um novo caminho a seguir é seu primeiro livro publicado.

HARÉM DA SAUDADE / Cavaleiro da Paixão

Para fazer poesia é necessário sentir, apreciar, degustar, tatear, admirar, ouvir e amar, enfim... Se alimentar através das essências, deixando fluir os sentimentos, dissipando a tristeza e, colhendo com alegria, as sementes oriundas de cada nascer e pôr-do-sol.

HISTÓRIAS DAS GRANDES CIVILIZAÇÕES / Dênnio Porto

É como se estivessemos viajando de volta às diversas épocas passadas, vendo-as como se isso se desse através de uma janela de um veículo ultra veloz, para observarmos as culturas nela desenvolvidas (parafraseando o filme de cinema “De volta para o futuro”, no nosso caso, De volta para o passado), afirma o autor.

HISTÓRIAS DUM QUASE FILHO DA LOBA / Paulino Manfrinato

Como se sabe, a ideia de filho da loba deriva da lenda romana pela qual uma loba encontrou e amamentou os gêmeos Rômulo e Remo postos numa cesta que fora lançada no rio Tibre. E Rômulo veio a tornar-se o primeiro rei de Roma. Aproveitando essa história, na Itália de Mussolini, o regime de então instituiu, ao lado das demais categorias militares, um grupamento infantil, com uniforme oficial, a fim de atrair as crianças para lutar pela pátria.

HISTÓRIAS QUE A ESCOLA SE ESQUECE DE CONTAR / Margot Schneider

Histórias que a escola se esquece de contar é uma coletânea de contos tanto sobre pessoas e temas relacionados a história geral e do Brasil, em particular, como de textos que abordam assuntos do cotidiano, de arte (pintura, escultura e música), física, química e política. Um texto pode ser lido independentemente de outro e, no final de cada um deles, há um curto e divertido teste para ajudar o leitor a memorizar o que acabou de ler.

HOLOCAUSTO BRASILEIRO DOS DESCARTADOS / Walmyr Fonseca Sayão

Pensemos em valores como moral, honestidade, sinceridade, respeito ao ser humano, às coisas alheias, à vida, ao direito, às instituições, às autoridades constituídas, aos formadores de opiniões certas e, principalmente, à justiça. Infelizmente, toda essa gama de ideias, sensações, sentimentos e valores se encontra, hoje, deteriorada e desacreditada.

HOMEM POEMA / André Bartilotti

Homem poema é um livro sobre a catarse do sentimento humano. É a humanidade que sofre e flui beleza. É a procura intensa da felicidade. Nele, a felicidade e a tristeza se coadunam, tornando-o uma obra intimista.

ILHABELLA DA PRINCEZA / D. Cardial

Para o autor, Ilhabela é uma poesia ecológica e compor versos sobre ela é quase impossível. Buscou o autor devaneios da infância, adormecidos em memórias indeléveis, surgindo: Um sonho em Versos. Essas poesias não são um registro geográfico ou histórico da bonita Ilhabela, mas emoção no tempo, paz e alegria de nela ter o autor vivido desde a infância ingênua. 

INENIGMÁTICA / Dilson Solidade Lima

Aqui, nesta poética coletânea denominada de Inenigmática, o poeta nos apresenta seu desvendamento em versos de límpido vislumbre, soando a sílaba exata e acendendo o facho das ideias a tantos apagado face à degradação conceitual e lírica do mundo. Sua verve percorrendo sinuosos caminhos temáticos e expandindo as portas do pensamento, abrindo-as à experimental leitura; fazendo  do leitor um verdadeiro cúmplice e coautor da obra, transmutando-a em cristalina matéria pura.

INFERNO VERDE / J. Godoy

Existe no estado do Amazonas uma antiga lenda entre os indígenas de que no interior da Floresta Amazônica existe um imenso tesouro, denominado por eles de Eldorado. Muitos comentam acreditar que, com a descoberta desse tesouro, nosso país se posicionaria entre os mais ricos do mundo. Por coincidência, vários pilotos brasileiros, sobrevoando a região, viram e fotografaram no centro da selva dois volumes de grandes dimensões.

INSENSÍVEL À DOR / Sérgio Vieira

Explorar a antítese, oscila os sentimentos e as aparências do momento de cada um/O ócio e o vazio precisam ser preenchidos com vida./ Meu protesto se infinita para não findar o natural. Tudo se mostra a favor da vida / e basta respeitá-la, mesmo que por osmose. / O término, seja ele bom ou ruim, causa fúria em algumas circunstâncias, pouco depois é como um sal de frutas que causa um certo alívio.

INTEGRAIS / Douglas Rossetto

“Este manual foi concebido com o intuito de fornecer as técnicas do Cálculo Integral na resolução de problemas comuns aos estudantes de engenharia e tecnologias avançadas. O grande número de exemplos e exercícios presentes na obra tende a facilitar o processo de estudo dos alunos, bem como a abordagem dos professores.

INTERFACES - Gêneros, discursos e linguagens / Antonio de Pádua Dias da Silva / Raffaela Medeiros e Morais / Taciano Valério Alves da Silva

INTERFACES - Gêneros, discursos e linguagens - O leitor tem em mãos um livro que aborda sob vários ângulos teóricos e metodológicos questões relativas a sujeitos, corpos, identidades, sexualidades, gênero, pessoas, discursos. A partir de várias imagens, lugares e linguagens, as interfaces se presentificam como um modus operandi do querer apreender os objetos, fenômenos, dados e afetos com os quais os indivíduos de hoje interagem.

JARDIM DA CASA DO JARDIM DE CRISTAL / Maria Luiza d'Orey Lacerda Soares

O Jardim da Casa do Jardim de Cristal mostra como podemos ter arte e natureza combinando com o trabalho de arquitetura no jardim, onde Lina fez o muro de pedras atrás da Torracia. Na casa e na Torracia, Lina aplicou cerâmicas nas paredes. Maria Luiza e Guilherme compraram a Casa do Jardim de Cristal, projeto de Lina Bo Bardi, em 1973. Sabíamos que a casa precisava de reforma para morar.

JESUS, O VERDADEIRO DEUS / Igor Firme de Souza

A lei tem por interesse sujeitar o ser humano ao supremo líder e penalizá-lo de acordo com os atos e suas consequências. É de expressa concordância, independente da penalidade mesmo que seja pena de morte que ninguém vai se opor. Por isso a prática de delitos só tem a aumentar e consequentemente aumentarão as leis que jamais terão fim.

JORNALISMO: ANTONIO GRAMSI / Rubens Bonatelli Moni

Em Jornalismo: Antonio Gramsci, Rubens Bonatelli Moni faz levantamento crítico de conceitos que permitem a análise do jornal como veículo de construção e divulgação de ideias e as interrelações decorrentes das noções de singular e pluralidade. Bem-vinda a reedição da obra; a primeira publicação data de 1987, há muito esgotada.

JUDAS TOMÉ / Antonio Carlos Klein

O mundo o conhece como o discípulo descrente do Evangelho de João. Esta, porém, é apenas uma de suas versões e, provavelmente, a mais equivocada de todas. Poucos ouviram falar do irmão gêmeo de Jesus ou do apóstolo da Índia, mas esses Tomés desconhecidos estão em textos milenares. Judas Tomé relata suas origens, seu convívio com Jesus e os atos que se seguiram à morte de seu Mestre. Nove anos de estudos resultaram em uma obra que harmoniza Literatura e História. Não há deuses e nem santos neste livro.

JUIZ, CASADO, COM FILHOS, PROCURA HOMEM PARA SEXO CASUAL / R. Roldan-Roldan

R. ROLDAN – ROLDAN - Nasce na Espanha. É criado no Marrocos. Formação francesa. Cidadão brasileiro. Infância conturbada: é separado dos pais, durante o pós-guerra, devido à perseguição política. Empregado numa empresa de transporte aéreo, viaja pelo mundo. Numa dessas viagens, um marco em sua vida, é detido por engano no Afeganistão, país que o marcará para o resto de sua existência.

KALA / Ramon Luiz Moreira

T. S. Eliot considerava a poesia como a arte de fazer a síntese entre o sentir e o pensar. Para ele, emoção e pensamento poéticos se objetivavam como tais a partir de equivalências e reciprocidades que os transformavam: o “sentir” em emoção pensada; o “pensar” em reflexão sentida.

KARL KORSCH / Nildo Viana

O materialismo histórico tem como referência fundamental Karl Marx, o responsável por sua elaboração. A concepção materialista da história teve pouco desenvolvimento e aprofundamento após seu momento inaugural com Karl Marx, pois poucos autores foram além de reproduzir suas contribuições. Uma das raras exceções é Karl Korsch (1886-1961).

LÁBREA MEU AMADO TORRÃO NATAL / Chaguinha do Biá

Esta obra denominada de LÁBREA – MEU AMADO TORRÃO NATAL é um livro de contos, voltado para as raízes da infância do poeta Chaguinha do Biá, que tem redobrado os seus pensamentos dia e noite, nas lembranças dos seus antepassados e trazido de volta a nossa atualidade, através de seus pequenos textos infantis, poéticos, contos, fábulas e crônicas, para a felicidade dos nossos leitores amazonenses.

LAMA VERMELHA / S. S. Rocha

Em rememória aos acontecimentos marcantes da Revolução Federalista, para que seu estudo remeta-nos a uma paz duradoura, nos 120 anos de sua ocorrência. “Quanto mais eu procuro entender as razões de uma guerra passo a melhor compreender a importância da paz.”

LINDAS LENDAS BRASILEIRAS / REBRA

Há 15 anos, em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, um pequeno grupo de mulheres, liderado pela escritora Joyce Cavalccante, acendia a vela que iluminaria e daria vida a um sonho coletivo.

LIVRAI-NOS DE TODO MAL / Edson Rufo

Se não posso ajudar, por que atrapalhar? Difícil pensar na coletividade, muito menos saber que podemos ajudar, dar novas ideias, contribuir. O mau humor é tão grande que as pessoas desprezam qualquer possibilidade de dar certo.

LIVRO DE RECEITAS DA VÓ GINA / Regina Raso Moredo

Regina Raso Moredo nasceu em 13 de junho de 1946 em São Paulo (SP) e estudou no Colégio Salesiano até o colegial. Fez faculdade de Pedagogia na FZL e trabalha como voluntária em várias instituições para idosos. Mas o que ela mais gosta mesmo é reunir a família para um almoço ou jantar. Este livro traz as receitas que ela costuma fazer para seus familiares.

LOUCURA E IDEOLOGIA EM DOIS ROMANCES DOS ANOS 1970 / Eloésio Paulo

Os romances Confissões de Ralfo, de Sérgio Sant'Anna, e Quatro-Olhos, de Renato Pompeu, representam diferentes soluções para o impasse da ficção brasileira sobre a ditadura militar. Aqui, a análise desses livros é antecedida de uma breve revisão do conceito de ideologia: os estudos sobre o período mostram que a questão ideológica foi inescapável para a maioria dos autores em atividade logo após o golpe militar de 1964.

LUCROS DA VIDA / Agda Meneses

Três tópicos diferenciados, porém que convergem entre si, são abordados nesta obra, em busca dos lucros da vida: – a árdua tarefa de obter sucesso na vida empresarial, em busca da realização pessoal de “ser dono(a) do próprio negócio”, levando-se em consideração que todo empreendimento deverá ter o embasamento do conhecimento prévio, esforço pessoal e dedicação integral, para que não haja uma derrocada ao final do primeiro investimento;

LUZ E TREVAS / Gabriela Soléo

Elizabeth Pow tem dezesseis anos, está no segundo ano do ensino médio, mora numa cidade minúscula com a sua avó, adora ler e seu livro preferido é o romance Romeu e Julieta.

MÃE CORAGEM / Jô Nunes / Cristina Loddi

A obra é um depoimento emocionado e verdadeiro de Jô Nunes, Presidente e fundadora da Associação Brasileira da Síndrome de Williams – ABSW, contando a trajetória de luta em prol do diagnóstico e inclusão de sua filha.

MANUAL DO VEREADOR QUE O POVO QUER / Marco Pazzini / Carlos Alberto de Almeida

Um livro empolgante que transformará o leitor no vereador que o povo quer. A enxurrada de protestos nas ruas de nosso país, iniciada em 2013, faz parte do processo de mudança da mentalidade e da forma como o povo vê a política e os políticos. Na Parte I deste manual, apresenta-se quem é o vereador que o povo quer: de caráter (honesto, íntegro e preocupado com o bem comum) e eficaz (proativo e conhecedor do que faz), e como fazer para se transformar nele.

MARCAS DE UM PASSADO PERIGOSO / Jéssica Ribeiro Ginezzi

Em Marcas de um Passado Perigoso, Maison consegue a liberdade após ser condenado injustamente resolve, então, ir atrás da verdadeira história, mas é surpreendido quando é raptado por alguém que deseja que ele nunca descubra a verdade. Apenas uma escolha poderá salvá-lo da morte...

MEMÓRIAS DE UM AVÔ / Mario Toldi

O autor não é escritor. Ele simplesmente gosta de escrever. Escreve à mão porque só sabe digitar com dois dedos e diz que, ao procurar as letras no teclado, perde a fluidez do pensamento.

MEMÓRIAS DO ITAIM BIBI / Emei Tide Setubal

Dona Mathilde de Azevedo Setúbal, chamada carinhosamente de Tide Setúbal, nasceu em São Paulo no dia 19 de janeiro de 1925. Neta do Senador Lacerda Franco, casada com o engenheiro Olavo Setúbal, formou-se em Filosofia em 1947. Trabalhou ao lado do marido quando eleito prefeito da capital, criando o Corpo Municipal de Voluntários, subordinado à Coordenadoria do Bem-Estar Social e à Secretaria de Higiene e Saúde do Município.

MEMÓRIAS E REFLEXÕES / Lourdes Maria Frazão de Moraes

Memórias e Reflexões, como o próprio título deixa claro, é o resumo de uma vida plasmada na herança cultural e histórica dos que a antecederam e lhes deram substância e sentido. Com esse título a autora homenageia seus ancestrais, remontando a historiografia dos lugares onde estão plantadas as suas raízes, tecendo comentários ora leves e jocosos, ora emocionantes e profundamente significativos.

MEMÓRIAS ENTRELAÇADAS / Margarida Maria de Souza

Memórias Entrelaçadas é um livro que mexe com uma família tradicional da Fazenda Queimada dos Loyolas, município de Uauá, no sertão da Bahia, obra da qual faço parte e que muito me orgulha tê-la nos anais da literatura. Parabenizo a prima Margarida por mais um dos seus trabalhos literários mostrados ao mundo.

MICAS E A INFINITA ESTRADA AZUL / Emes de Fátima

Micas e a Infinita Estrada Azul se passa em uma estrada principal, que é interligada a outras que levam o menino Micas a mundos imaginários, repletos de sensações que existem no mundo comum e que ganham significados e significâncias novas. Todos que participam e envolvem-se nestas realidades distintas sentem-se recompensados, pois experimentam novos pontos de vista contados de maneira simples.

MINHA CARTA AO PAI / Heloísa Corrêa

Economiza as lágrimas de teus filhos, a fim de que possam, com elas, regar teu túmulo.
(Pitágoras)

Benjamin Franklin, pôde afirmar, sem, todavia explicar se se tratava de um ideal ou de uma constatação, que a verdadeira riqueza de uma família é paz e harmonia.

MINHAS MEMÓRIAS PÓSTUMAS / Lobo Carneiro (Org.)

Este livro só pôde ser editado e impresso graças a uma talvez feliz coincidência. O achado de certos manuscritos no Departamento de Arquivos Confidenciais da Biblioteca Nacional quando da última reforma realizada naquele departamento dessa importantíssima instituição cultural. Reforma da qual tive a honra de participar na qualidade de Editor Chefe.

MINUETOS / Alejandro Arce Mejia

Minuetos, nova obra de poesia de Alejandro Arce Mejia, é um livro que, no dizer feliz de Brasigóis Felício (membro da Academia Goiana de Letras), “remete a devaneios da alma, eleva o espírito, faz pensar que viver pertence ao reino imanente, mas também ao inefável, ao que transcende a percepção sensorial de que o ser humano é dotado (...)

MISTURADOS PARA FORA / José Orengaia

ORENGAIA, Maranhense / Metade Paulista / De Filosofia sabe / Um tamanho / Atual vagabundo / Alguma elegância / E preguiça / Mais irreverência. “Daqui de casa vejo ainda ilha à esquerda, É porção de terra bastante pitoresca”

MOMENTOS E MOMENTOS / Elita Rosa da Silva

Nasceu dia 26 de janeiro de 1951, em Mandacarú de Condeúba, hoje, Cordeiros (BA), mudou-se para São Paulo ainda criança; casou-se ainda jovem com Antonio Henrique da Silva e dessa relação nasceram quatro filhos, Douglas, Sheila, Rodrigo e Isabela; construiu seu lar na cidade de Embu Guaçu.

MURIEL / Marcelo Assis da Silva

Mil anos no futuro. A Terra não é mais a mesma: os humanos terão cada aspecto de sua vida diária dominada por um supercomputador que é considerado a ponte entre Deus e a humanidade. A sociedade estará dividida em castas e o valor de cada pessoa estará nos seus genes. Tudo é determinado e todos devem aceitar o seu lugar na ordem estabelecida, ordem esta que não é contestada por ninguém até que...

NA BALA DA PALAVRA / Cândido Coelho Jr.

Que direi eu? Pedro, Enir & Ana Laura sempre me disseram palavras que são doces balas. Mas nem toda bala é doce. Na bala da palavra tem verdades, ilusões, fugas, compromissos e risos. Tem crônicas doces, loucas, apaixonantes, de cantos, encantos e desencantos. Palavras que agradam, mas que também cortam. Tanto golpeiam, quanto comovem e correm.

NA MESMA VIELA DE SEMPRE / José Alves da Nóbrega

O livro "Na mesma viela de sempre" além de distinta sonoridade e estética, caracteriza-se pela simplicidade e variedade no seu processo criativo, que reúne desde verso livre à poesia concreta e, como não era pra menos, à poesia de cordel. Da “noite sombria”, que enaltece o medo, à “paixão” que pendura a alma, à “sedução” que acalenta o sonho, até que, “lá se vão as palavras”, a poesia segue procurando abrigo.

NAS ENTRANHAS E OUTRAS HISTÓRIAS / Isabelle Palma

A obra reúne contos que procuram revelar as estranhezas do comportamento humano e suas tão densas historicidades. Com uma linguagem de fácil acesso e texto simples, o livro é um convite aos contextos literários humanos, com reflexões acerca das experiências vividas ou prováveis.

NHATSI - ELOS E LAÇOS / Davambe

“Zefanias Kazembe, moçambicano que morava na cidade de Moamba, em Moçambique, estava diante de um lindo jardim, assistindo à passarinhada que conversava freneticamente enquanto construía ninhos na copa da árvore. Em outros ninhos nasciam filhotes. Ele os via ensaiando os primeiros voos. Ficava horas a fio vendo o espetáculo da copa de sua casa.

NO TEMPO DA POESIA / Pedro Marcos Pereira Lima

Um livro de poemas é uma oficina de reconstrução de olhares, onde as palavras correm pelo papel em revoada de crianças de todas as raças, seja da cor que for são todas coloridas. (Que esse livro tenha a idade dos sonhos das crianças longe de guerras e de escravidões.) A poesia aqui quer a palavra da humana criança que fale em Deus e que o Deus-Verbo fale em nós.

NÓS SOMOS A MÚSICA / Sebastian

Pobre alma dos poetas! Quantas noites e quantos dias ela se rebela contra o corpo que a abriga e tenta alçar voos além dos limites do pensamento humano. E quantas e quantas vezes estende as mãos para receber e as recolhe vazias, vazias de amor, de afeto, de carinho. Quanto mais fartas de lindos sentimentos suas mãos vão, mais razas voltam, e em cada mão que a sua toca, um pedaço de si fica para outrem.

NOSSO ENDEREÇO ELETRÔNICO / Chaguinha do Biá

Neste novo livro, o poeta Chaguinha do Biá apresenta, a seus estimados leitores, textos que valorizam a nossa querida Floresta Equatorial, também chamada de “PULMÃO VERDE”. Ele acredita que, com a ajuda de todos, podemos lutar pela preservação de nosso meio ambiente. Basta que comecemos com as pequenas coisas do dia a dia, em nossa casa, na rua, no bairro, na escola... E conseguiremos salvar o nosso planeta!

NOVOS POEMAS DE AMOR / Pedro Albino

O livro Novos Poemas de Amor retrata de maneira simples, mas com profundo sentimentalismo poético, o amor externado pelo poeta ao longo de sua vida, em especial após o ano de 1995, quando lançou seu terceiro livro de poesias intitulado 69 Poemas de Amor. É o amor às coisas boas da vida, às mulheres, ao próximo e à natureza, sem deixar de denunciar a maldade, o ódio e a guerra entre as pessoas.

O AMOR E O MEDO / Manoel Rodrigues Leite

O maior inimigo do amor é o medo. O medo transforma o amor em angústia. A arte de amar supõe ternura, percepção do detalhe e valorização do universo simbólico. Mas o amor é outra coisa: ele se dá nas dobras da vida, na sexualidade, na paixão, no cuidado, no trabalho, nas crises de encontro, no aprendizado mútuo, na acolhida das diferenças e nos fracassos de uma das partes, e isto está muito bem detalhado neste livro.

O ANCIÃO / Guta

Em um planeta cheio de incertezas e problemas, Bruce se desperta. Como um ancião de alma, resolve perambular sem destino a fim de trazer conforto e otimismo aos cidadãos com quem se depara.

O ANJO E O VAMPIRO / Nelsão, Prof.

Vivemos em um mundo repleto de armadilhas. Coitado, o peixe morde a isca acreditando que vai encher a barriga, mas acaba no prato de alguém. Porque uma coisa puxa a outra, uma coisa atrai a outra...

O CANTO DA AMAZÔNIA / Chaguinha do Biá

Chaguinha do Biá dedica grande tempo de seus pensamentos às lembranças dos seus antepassados e, através de seus pequenos textos – infantis, poéticos, fábulas e crônicas – consegue trazê-los de volta à nossa atualidade. Este pequeno livro, recheado de fábulas, aborda a temática da nossa educação ambiental como um dos verdadeiros pilares do aprendizado para compreender e preservar o meio ambiente.

O CONSTRUTOR DE AMIGOS / Roswyta Ribeiro

Este livro embrionário é um tributo ao carinho, a singeleza da amizade das gentes de minha terra e à sofisticação das  montanhas de Minas. Em "O CONSTRUTOR DE AMIGOS  Príncipe e Poeta Que Reina Além das Montanhas"  -  atribuímos valores para viver em sociedade, com respeito, onde a arte da boa amizade é aplicada de maneira justa e generosa. Tais respostas o leitor as dará para si mesmo, após sua caminhada com esse Príncipe Poeta Que Reina Além das Montanhas.

O CORPO E A ÁGUA / Catarina Tannus D'Alessandro

Catarina Tannus D’Alessandro mora em São Paulo desde o nascimento, tem dezessete anos e está completando seu último ano do Ensino Médio. Os poemas presentes neste livro foram escritos ao longo de seis anos, mas revisados e transformados em uma unidade neste último ano.

O DESFILE MILITARIZADO / Chaguinha do Biá

Neste novo livro, O desfile militarizado, o poeta Chaguinha do Biá apresenta, a seus leitores, textos que valorizam a nossa querida Floresta Equatorial, também chamada de “Pulmão Verde”, para que, através destas novas aventuras literárias, descubram na poesia uma forma de se expressar livremente e, ao mesmo tempo, fazer um grito de alerta contra a destruição do meio em que vivemos.

O DIABO DE SAIA / Maria Helena Mariani Vecchi

A autora, em seu penúltimo livro, “TÓ-TA-QUI”, acrescenta, no final, um adendo, dizendo que ela havia conseguido fazer um romance de época e de amor (1915 até o fim do século XX). Foi um romance em que o amor foi ressaltado e vivido humanamente. Neste livro, a autora diz da mudança radical que se iniciou no começo do século.

O DIÁRIO DE UM MAGRELO / Dedé Nascimento

O intuito deste meu primeiro livro é partilhar um pouco das experiências que vivi nos quarenta dias que levei para fazer uma peregrinação e que serão eternamente inesquecíveis na minha vida. Ao atravessar o oceano pela primeira vez, minha grande aventura em terras estrangeiras foi caminhar a pé cerca de 800 quilômetros.

O ENCALHO DA EMBARCAÇÃO / Chaguinha do Biá

Chaguinha do Biá dedica grande parte de seu tempo às lembranças dos seus antepassados e, através de seus pequenos textos – infantis, poéticos, fábulas e crônicas –, consegue trazê-los de volta à nossa atualidade. Este livro, recheado de contos, aborda a temática da nossa educação ambiental como um dos verdadeiros pilares do aprendizado para compreender e preservar o meio ambiente.

O GUARDA CHUVA AZUL DE LILI / Luiz Carlos Dias

Lili são todos os seres humanos que, alguma vez na vida, precisaram enfrentar obstáculos, valendo-se da proteção de um guarda-chuva feito de pura imaginação. Os poemas que compõem esta coletânea respondem ao anseio de sonhar em meio a um mundo agitado, no qual o tempo tornou-se o grande adversário.

O INFILTRADO / Alam Borges

Alan Cardec Borges nasceu em Torixoréu/MT em 1972 e vive em Cuiabá desde 1993. Entre 2000/2005 cursou a faculdade de Letras na UFMT. Tem escrito alguns livros inéditos, dos quais: ossos de línguas (poemas – 2005/2010) – naufrágios (contos – 2005/2010) – coisas mínimas: hai kais (hai kais – 2001/2012).

O INVESTIGADOR FERNANDO BLACK / Fernando Fernandes

O império Gasla ameaça acabar com todas as espécies de vida inteligente, porém Fernando Black, seguindo com sua nave de combate e acompanhado por sua parceira, a linda guerreira Ellen Black Star, impede a destruição da Terra. O cenário desta batalha entre o bem e o mal acontece na Amazônia, região norte do Brasil.

O IWO JIMA DO EURÍPEDES / Guglielmo Oberdan Donati

Nasci em 1928, em São Paulo, capital, em uma madrugada terrível, sob forte aguaceiro que desabou no bairro do Canindé. Quatro dias depois, com a água até o pescoço, a casa operária estava simplesmente arrasada. Oitenta e cinco anos depois, nada mudou, só a água que foi para outro bairro.

O LAPIDAR DE SONHOS / Carlos Frederico

Nascido em nove de julho de 1963, carioca, graduado em Letras – Português e Literaturas – Faculdade de Humanidades Pedro II (FAHUPE). Especialização na UERJ: Literatura Brasileira e Literatura Portuguesa e Literaturas Africanas de Língua Portuguesa – UFRJ. Leciona há vinte e quatro anos na Rede Estadual e Particular de Ensino. Atuou no “Poeta, saia da gaveta!”, “Sarau João do Rio”, “Sarau do Marquês”, “Poesia nos Arcos”, “Poesia Simplesmente” e no “Cante e Conte”.

O LAVRADOR DO ALTO DA SERRA / Darci Queluz Martins

José Onofre é um lavrador misterioso e solitário, que habita uma casa de pau-a-pique no meio da selva lá no alto da serra. A alguma distância dali, há um pobre vilarejo cuja população é formada, principalmente por mulheres e crianças, pois os homens com idade ou força para trabalhar, migraram para longe. Estamos entre 1981 e 1982, período de ditadura militar no Brasil.

O LIVRO DOS DESEJOS / Gabriela Zang Braun

O Livro dos Desejos foi o resultado de um feitiço realizado por uma jovem, Érika, na França, em 1328. Nessa história, acompanhe a trilha devastadora que esse livro deixou ao longo do caminho... Acompanhe a história de um livro, poderoso e perigoso, e de como ele mudou a vida de várias pessoas. Lembre-se: cuidado com o que você deseja...

O MANUSCRITO / Flávio Luengo Gimenez

Um aficionado por livros antigos se vê às voltas com um antigo manuscrito grafado em tempos imemoriais. Através dele, entra em contato com uma época da humanidade que talvez tenha sido uma realidade para ele em outros tempos.

O MEIO AMAZÔNICO / Chaguinha do Biá

Chaguinha do Biá dedica grande parte de seu tempo às lembranças dos seus antepassados e, através de seus pequenos textos – infantis, poéticos, fábulas e crônicas – consegue trazê-los de volta à nossa atualidade. Este livro, recheado de textos poéticos, aborda a temática da nossa educação ambiental como um dos verdadeiros pilares do aprendizado para compreender e preservar o meio ambiente.

O MOSTEIRO MISTERIOSO / Maina Miranda

O Mosteiro Misterioso busca enaltecer o amor verdadeiro, que une dois seres humanos, fantasiando o sonho e a vivência de uma linda jovem, em um bordel luxuoso, situado próximo às margens do mar Mediterrâneo. A presente obra conduz o viajante-leitor a um enorme castelo, habitado por um suposto monge, cujas atividades se mesclam de magias e mistérios, diante do parecer de seus visitantes.

O MUNDO AQUALOUCO / Chaguinha do Biá

Do começo ao final desta laboriosa obra intitulada O mundo aqualouco, composta de pensamentos voltados ao mundo encantado da nossa Amazônia, dos nossos rios, lagos e pequenos vilarejos, escritos com objetivo de seguir caminho com o leitor.

O NOSSO LUGAR NO UNIVERSO / Fábio Menusso

Sem pretender impor verdades, mas apenas apresentando possibilidades, o autor realiza um trabalho que desafia o leitor a pensar de modo mais abrangente sobre a realidade que o cerca e que também está dentro de si. Nos novos tempos em que vivemos, ufologia e filosofia são temas inevitavelmente atados e aprender mais sobre o primeiro permitirá à pessoa desenvolver com mais primazia o segundo.

O OLHO DE ALDEBARAN - Volmer Silva do Rêgo

“O melhor da ficção nacional (sci-fi) dos últimos anos. Um tributo à ars literaria!” Wilson Bueno  - Caderno 2 – O Estado de S. Paulo / “O texto é ágil, as surpresas se avolumam em um jogo de informações... Um grande do Realismo Fantástico!” Rodrigo Leal Rodrigues - Presidente da Academia Lusíada de Ciências, Artes e Letras / “Soprendente! Volmer logró escribir un libro fantástico, quizá la primera literatura transgénero!”

O RECEPTÁCULO DE ESPÍRITOS / Iram F. Rodrigues "Bradock"

Deuses, demônios, espectros, fantasmas, subespíritos e vultos em receptáculos do universo Bradockiano. Cemitérios, igrejas, casas mal-assombradas, filosofia oculta e magia sexual são alguns dos cenários de terror e suspense psicológico que levarão o leitor e a leitora, além de apreciadores de tal gênero, a ficarem sem dormir, enquanto não devorarem a alma oculta do segundo de uma trilogia Bradockiana sobre poesia oculta.

O ROLA-BOSTA / José Carlos Manço

O homem idoso não sabia, mas naquela data ocorria o equinócio da primavera no Hemisfério Sul. Quando a metade do disco solar já se encontrava encoberta abaixo da linha do horizonte, assinalando o início da noite, o rola-bosta iniciou a sua jornada.

O SABER QUE TRANSFORMA / JAMIL ALVES / REGINA ROCHA

Nivaldo, Tainá, William, Cleusa, Alípio e Sônia são seis brasileiros que, apesar de suas histórias de vida tão diferentes, apresentam um ponto em comum: a paixão pelo saber. Todos eles encontraram na escola e na busca pelo conhecimento o caminho que os levou à satisfação profissional e pessoal. Até chegar a São Paulo para fazer faculdade e organizar seus saraus, Nivaldo venceu grandes distâncias no interior da Bahia.

O SOFISTA / Carlos Paulo Matias

Sofisma... Será? Se os alunos soubessem o que é féria, teriam vergonha das férias! Não só os alunos – alguns professores também teriam vergonha. Estão acabando as férias escolares.

O SOM ELGART / Joaquim Gaspar Machado

“Bem a caminho de se tornar o rei dos bailes universitários da nação, Elgart lidera um moderno conjunto musical que alegremente reflete os aspectos dos sofisticados gostos da América jovem e dançante.”
Da contracapa do LP Sophisticated Swing, CL 536 de 1953

O TROCADILHO / J. F. de Sousa

Não era pra ser assim, mas como Ninguém sabe o que esconde depois Da curva, fui surpreendido por este Emaranhado de teias de aranhas, Para embaraçar a vida de quem Tentar atrapalhar o meu caminho. Mas quem ficou embaraçado, na Realidade, foi o próprio contador De estórias. Porque a felicidade é feita de coisas Que você decide por princípios.

OFERTA / Alexandra Vieira de Almeida

Neste livro de poemas de Alexandra Vieira de Almeida, Oferta, a poeta consegue a difícil proeza de aliar vários temas: o amor, o erotismo, a poesia reflexiva e filosófica, dentre outros. Beira o limite entre poesia e prosa, acertando em cheio a medida certa do tempo para cada texto apresentado. Com versos predominantemente longos, utiliza-se de imagens originais, encantando o leitor.

OLHARES / Pedro Resende

Em Olhares, o autor espelha descrições, sentimentos e percepções sobre experiências e fenômenos cotidianos a partir de diversos pontos de vista.

OLHOS DE FOGO / Milla Rocha

Lisa Green, uma jovem de 19 anos, vive em uma cidadezinha chamada Clinton. Sente-se presa vivendo uma vida  monótona, guiada pelas ordens de seu pai, que a proíbe de expor suas ideias e seguir suas convicções.

ONDE FOI QUE NÓS PARAMOS? / Rejane Machado

Nasci no Rio, amo montanhas e matas que temos em quantidade, para dar e vender. Professora, escrevo contos, inclusive para os miúdos, romances, crônicas, mas minha paixão é o ensaio e a crítica literária. Adoro crianças, casa, bichos, trabalhos manuais, caminhadas longas, cozinha, leitura, tenho bicho-carpinteiro, meu dia tem 48 horas, dedico grande parte à música, muita música.

ORIENTAÇÕES PARA A VIDA / Esther Dahan

Reflexões sobre a vida. São textos ligados as vivências da autora, que durante a vida procurou o caminho do aprendizado e evolução espiritual. Sempre buscou novos conhecimentos e os vivenciou. Também encontrou maneiras simples de passar isso a seus alunos e discípulos, de forma simples e natural. Esse livro a primeira parte desse conhecimento.

OS 14 CARDEAIS DO SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE / Érico Storto Padilha

Ao nos debruçarmos sobre a história do futebol, deparamo-nos com uma gama de publicações. Suas contribuições à edificação da História da mais popular e tradicional modalidade esportiva do Brasil são de fundamental importância para nosso país, que pretende realizar uma Copa do Mundo. É neste contexto da tradição que encontramos dentro de um Clube a mais bela e perseverante história de devoção, carinho e respeito a uma entidade esportiva.

OS ACORDES DESPASSAR / João Marcelo Pacheco

Das coisas escritas, da arte que a vida imita, Que proporciona olhar à frente, vendo o quanto De passado ainda temos, Como oráculo de um futuro Que nunca nos é próprio. São sempre nosso teatro Vagando entre o que é natural. A poesia devolve estes hinos! Como se um andarilho em cada Parada na estrada que o leva Há algum lugar, Olhasse a imensidão, Dizendo, Até quando irei ver O que eu mesmo construí? A poesia descreve o sintoma; Cabe ao leitor Ver o quanto de realidade Existe nas palavras vindas.

OS CAMINHOS QUE LEVAM AOS ANJOS / Regina Braga

A maioria das pessoas acredita em Anjos. Mas, este acreditar se assemelha em encontrar uma onça nos dias de hoje, no meio da rua. Ou seja, algo improvável de acontecer, com um redundante: será? Porém, quando a realidade é uma selva sem saída, as circunstâncias são outras e a necessidade de encontrar um desfecho positivo traz à tona uma dose vital de adrenalina na busca por essa realidade.

OS MENINOS DA RUA BETO / Zulmira Carvalheiro

Toda história envolvendo crianças, quando contada com graça e delicadeza, resulta interessante. Se a narrativa transcorre em época e ambiente muito distantes da nossa realidade, a experiência – além de agradável – funciona como uma máquina do tempo através da qual podemos espiar aquele outro mundo e voltar enriquecidos.

OS PÁSSAROS TAMBÉM CHORAM / Adriano Oliveira

Isidoro. Esse é o nome de um pássaro que habita a mais cobiçada e confortável  gaiola da região. Tudo nela era diferente:  a alimentação, a estrutura, o conforto. Habitar aquela gaiola deixava Isidoro orgulhoso e ao mesmo tempo gerava o ciúme  e a inveja de muitos pássaros das gaiolas vizinhas e até mesmo de outros pássaros que por ali voavam.

OS PASSOS DO GALO / Sonia Rio

Caminhe somando experiências do passado, realidades do presente, expectativas do futuro. Vá! Contribua para perpetuar o dom que é a vida. Certo dia, Sonia Rio escutou a frase acima de Pedro. Ela caminhou muito e chegou tão longe quanto um dia seu pai desejou, mas a lugares que talvez ele não tenha imaginado.

OS SANTOS POPULARES / Chaguinha do Biá

Os Santos populares é um livro de contos voltado para as raízes da infância do poeta Chaguinha do Biá, que tem redobrado os seus pensamentos dia e noite, nas lembranças dos seus antepassados e trazidos de volta a nossa atualidade.

PALAVRAS E VERSOS / Celso Ricardo da Silva Nagaí

Sinto saudade dos bons momentos que vivi pois / Aprendi muito com as lágrimas que deixei cair. / Tantas oportunidades eu tive em minhas mãos e / Consegui me fortalecer mesmo ouvindo tantos nãos. / Aprendi a crescer vivendo cada dia que tenho e / Escondi minhas dores para verem meu sorriso. / Fui para longe para tentar encontrar minha paz mas / Descobri que não posso fugir de tudo simplesmente.

PALAVRAS SOLTAS / Rodrigo Mendes Rosa

A poesia de Rodrigo Rosa esconde na ironia a contradição do cotidiano numa espécie de intervenção de uma realidade, que surge como que acusando a pretensão de ordem e beleza de nossa civilização, como que incomodando e interrompendo a ordem estética. A poética de Rosa é como um transeunte morador de rua que adentra uma festa de alta classe em uma capital qualquer desse país de contrastes.

PALAVRIO / Maria Helena de Moura Arias

Palavrio define aquilo que somos capazes de ouvir. Expõe as aflições do rio. Suas mágoas e dúvidas. O rio que sempre esteve entre e dentro de nós. Palavrio revela a poesia contida no alarde silencioso do rio. É a voz que está ao nosso redor esperando ser ouvida. A leitura de Palavrio é um convite para mergulhar em nosso próprio silêncio.

PALOMA BLUM / Karina Pequeno

Paloma Blum entra na vida de Daniel quando começa a fazer parte da mesma empresa que ele. Daniel narra a evolução de Paloma num “ritmo brilhante”, desde seu tênis à sapatilha e saltos. Vê Paloma conquistar do ouro ao diamante. Conforta-a, quando dela só sobra o nome.

PARA ONDE O TEMPO PASSA? / Dina de Kémel / Dias de Cordel

Pensar para entender... Pensar que sabe, é saber?/Quem sabe, como aprendeu?/Saber sem nada entender/É saber que escafedeu/E ficou só prepotência,/Arrogância e “insolência”/Sem saber, que arrefeceu. Onde houver conhecimento/Claro que haverá saber/Só que sem discernimento/Ninguém sabe se entender/E quem diz, pensa que sabe/Mas o saber não lhe cabe/Pois nem sabe onde há saber.

PARA QUE MEUS FILHOS SAIBAM / Celso Luís Piovesana

O autor nasceu em 10 de janeiro de 1953, em São José do Rio Preto (SP) e viveu até os 17 anos na vizinha e bela cidade de Monte Aprazível. É o caçula de cinco varões, mas só conhece três dos seus irmãos, pois o primeiro faleceu no seu segundo ano de vida. Apesar de seus pais levarem uma vida essencialmente urbana, teve bastante contato com o meio rural por intermédio de seus inúmeros primos e amigos.

PARÂMETRO / Carlos Vinicius

Em seu segundo livro, Carlos Vinicius oferece mais uma vez o resultado de suas incursões nas diversas possibilidades da linguagem poética, seguindo sempre a voz de seus valores profundos.

PASSOS BÁSICOS PARA UM CASAMENTO SEGURO / Conceição Júnero João / Pedro Paulo Ramos Ventura

O objetivo deste livro é abordar a importância do matrimônio na visão bíblica. Não reduzimos apenas o assunto num discurso confessional, mas, nosso fio condutor será norteado a partir de algumas experiências em consulta com os noivos que foram ouvidos em consultório pré-matrimonial. Nosso maior desejo é dar maior subsídio aos nubentes e lhes auxiliar a terem um relacionamento saudável.

PENSAMENTOS CRISTÃOS / Reimivaldo Ramos

Quando praticamos diariamente a leitura de bons pensamentos que tranquilizam a mente e fortalecem o coração, começamos a perceber que realmente vale a pena dedicarmos tempo a essa preciosa tarefa, pois ela traz produtividade à vida profissional e espiritual. Deus – a fonte de toda nossa alegria!!!

PENSAMENTOS, FÉ, VIDA / Rossidê Rodrigues Machado

Pensamentos Fé Vida é uma obra literária de bolso que apresenta mais de cinco dezenas de diminutas frases. São pensamentos e inspiração do cotidiano da autora, com o objetivo de proporcionar uma leitura breve, mas prazerosa e reflexiva: um estímulo à fé, à auto-estima, à valorização da vida.

PEQUENOS ATOS DE GENTILEZA / Diva Mendes

Pequenos Atos de Gentileza é um livro de contos  do cotidiano que pretende, com muita sensibilidade, deixar à mostra a delicadeza, a fragilidade e a força do ser humano. São contos que falam de alegrias e tristezas, ganhos e perdas, viagens e amor, muito amor.

PEREIRAS / Carlos de Morais / Mozart Morais / Salvador de Jesus Pais

Os autores desta obra tiveram, então, a seguinte preocupação: deixar registrado para cada leitor o que foi Pereiras em seu passado mais longínquo, em seu passado mais recente e o que é no presente. Carlos de Morais e Mozart de Morais, professores, historiadores e autores de diversos livros, não só foram os grandes pesquisadores da origem e evolução de Pereiras, no seu período mais remoto, como também conviveram aqui com um passado mais recente.

PESQUISA EM CIÊNCIAS DA ENGENHARIA QUÍMICA / Gastão Rúbio de Sá Weyne

Neste livro é feita uma revisão e uma análise de 11 (onze) trabalhos de pesquisa experimental, realizados em escala de laboratório ou em escala-piloto, correspondentes a 10 (dez) Dissertações de Mestrado e 1 (uma) Tese de Doutoramento, apresentadas e aprovadas no Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (DEQ-EPUSP), correspondentes ao período de 1986 a 1995.

PNL E UM POUCO MAIS DE EXERCÍCIOS / Márcio Martins Moreira

Este livro é “gêmeo não idêntico” do seu irmão PNL e um pouco mais..., nascidos com o propósito de mostrar a Programação Neurolinguística como um tema acessível a todos, numa linguagem simples, com exemplos e aplicações práticas para a vida. Enquanto seu irmão conta com uma estruturação de conceitos e exercícios dirigidos a cada tema abordado, este livro apresenta técnicas que englobam, em sua maioria, diversos conceitos simultâneos.

POEMAS NA NOITE / Eliana Calixto

O livro de poemas “Poemas na Noite” de Eliana Calixto, trabalha com a poesia de forma leve, com temas variados, tais como: Mar, Flores, Lua, Morte, Natal, A chegada da cegonha, etc. Apresenta estilos diversos como: Soneto, Rondel, Indriso, Cordel e Versos livres. Cada parte do livro aborda um tema e traz um pensamento de personalidades ilustres e imortais, como Mario Quintana, Sócrates, Voltaire, Shakespeare, entre outros.

POEMAS REUNIDOS / L. C. BIDO

Este livro é uma comemoração dos meus 50 anos e reúne poemas escritos nesse período. Logo se vê que, se eu mantiver essa periodicidade, será uma obra única... Não que me falte poesia na vida, não é isso. Nem que seja minha escrita bissexta. Mas tenho usado meu tempo também a escrever outros gêneros. A poesia, quando me vem, mais que metáfora, é pulsão.

POESIA ENTRE GOLES / Alfredo Assumpção

Este livro é dedicado aos boêmios, escritores, poetas, seresteiros, músicos e compositores. E, dedicado, acima de tudo, a mulher. Ela que sempre é a mais importante mola propulsora para meu encontro com a escrita.

POÉTICAS INDISSOCIÁVEIS / André Luiz Rocha

Somos universos de nós mesmos em constante entrelaces. Mundo em mundos em movimentos. Crescemos expandindo-nos criando e formando os mais diversos espaços, diversificando-nos com a vida. E essa expansão, dia a dia, sem que a percebamos, surge como cometa: rápida e passageira. Outra, por vezes, nos une eternamente expandindo-nos unidos.

POR AQUI SE VAI PARA LÁ / Pilar Conde

Indagar sobre o sentido da vida é a reflexão que Pilar Conde nos apresenta em suas primeiras manifestações poéticas aqui reunidas. Produzidas no período de quatro anos, entre 1965 e 1969, correspondem à sensibilidade dos seus quinze anos.

POR ELA / Isadora Aleixo de Castro

Até onde você iria em nome do amor? Quando o pêndulo da vida se agita velozmente entre a razão e a emoção, cada pétala da mais rubra rosa se perde entre o branco caminho impreenchido da vida, pintando de vermelho toda uma história. Sem ao menos se dar conta o botão da pura vermelhidão já não existe, as pétalas já se esgotaram, o seu tempo foi-se junto a ela e a hora de decidir é agora.

POR ENQUANTO... OUTRA ESTAÇÃO / Antônio de Pádua

"Ele estava em outra estação. Sentado no vaso sanitário branco daquele banheiro ainda por lavar das imundícies que havia deixado como marcas escatológicas a se transformar em linguagem. Sentado, cabisbaixo, todo nu, uma visão, para quem o visse do ângulo de fora, distante, explicitadora de dor, de aparente descuido, de não humanidade."

POR QUE OCUPAMOS? / Guilherme Boulos

Há duas boas razões para se ler este pequeno livro. A primeira é porque trata de um assunto da maior importância e está muito bem escrito. Fundamentado em dados suscetíveis de fácil verificação por quem assim o deseje, o livro mostra a profunda injustiça que está sendo cometida com milhões de famílias de trabalhadores.

PRENOMES, NOMES E SOBRENOMES / Osny Machado Neves

Este é um livro sem maiores pretensões, a não ser a de alertar as pessoas a valorizarem os seus nomes e terem cuidado na escolha dos nomes de seus filhos, ou, quem sabe, despertar em estudiosos do assunto, advogados, psicólogos, sociólogos, etc...

PSYCHE EM VERSOS / Renata Crivelaro

Psyche em versos é um conjunto de poesias que refletem os sentimentos humanos mais profundos. Aborda temas como o amor, a morte, o arrependimento, um novo olhar para a vida, padrões sociais e morais.

PUREZAS E ... SAFADEZAS / Ana Marques

Sagaz observadora do cotidiano das pessoas, a autora apresenta, com muito bom humor, crônicas das mais intrigantes situações, numa linguagem leve e muito divertida. Com certeza, seus momentos de leitura irão se transformar numa alegre aventura...

QUANTOS LADO TEM SUA MOEDA? / Dani Calderaro

O texto da Dani, como sempre, é rico em detalhes, com encontros e desencontros e relatos enriquecedores. Os personagens têm vida e envolvem o leitor com suas histórias. O livro é escrito com o coração e leva as pessoas à reflexão.

RAUL SEIXAS / Paulo dos Santos

O objetivo da obra é analisar a carreira artística do cantor e compositor Raul Seixas (1945-1989), tratando as relações da Censura com as músicas do artista no período entre 1973 e 1974.

RAZÃO E EMOÇÃO / Julio Cesar Gibrail Tannus

Razão – Percepção, críticas e comentários decorrentes de experiências por mim vividas ao longo dos anos, enquanto indivíduo, cidadão paulista e cidadão brasileiro. A imprensa, os serviços públicos, a nossa legislação, as pesquisas eleitorais, a nossa democracia representativa, os nossos impostos, o nosso comportamento social, a nossa (in)segurança, e outras coisas mais.

RECADOS RIMADOS / Maria Francisca C. Motta

Recados Rimados - Para ti, ser Amor, mira a pessoa que quer ser enxergada e cuidada, ao mesmo tempo em que quer reconhecer em si a força que tem. Num mundo onde as pessoas, de modo geral, têm andado ocupadas com mil coisas ao redor de si, acreditando que os recursos de que necessitam para bem viver são encontrados no mundo exterior, é válido e muito importante analisar as próprias concepções e experiências.

RECEITAS PORTUGUESAS DA VOVÓ AIDA / Maria Ainda Marques Alves

A ideia de se fazer este livro é uma singela homenagem que gostaria de deixar gravada para a minha mãe. Há uns dois anos atrás, como de costume, ela me perguntou o que eu gostaria de Natal. Eu pensei alguns dias e lhe dei a resposta "Eu quero que a senhora me dê um caderno com suas receitas portuguesas". E assim, ela o fez, escreveu o livro com suas receitas e me deu. Fiquei muito contente, pois sempre perdia as receitas que ela me escrevia em um pedaço de papel.

RECONCILIAÇÃO PARENTAL / Alexandre Sammogini

Quando se reconcilia com os pais, eles continuam em ti de uma forma positiva. A cadeia de intenções dos pais, dos avós e dos antepassados mais distantes volta a fluir e abre-se ao futuro. Quando se está ressentido com o pai ou com a mãe, a cadeia de intenções está detida, tem dificuldades de fluir. Negam-se os aportes e virtudes neles e também em si mesmo.

RECORDAÇÕES DA PEQUENA SOCIEDADE DE AMIGOS DO LIVRO / Gastão Rúbio de Sá Weyne

Uma primeira contribuição da Pequena Sociedade de Amigos do Livro – PSAL à formação intelectual e moral de seus sócios, ao que me parece, é a clara demonstração de que foi possível reunir, espontaneamente e de forma duradoura, um grupo homogêneo de jovens idealistas do bairro de Joaquim Távora, em Fortaleza – CE para operacionalizar procedimentos culturais nobres a fim de desenvolver atividades intelectuais diversas.

REFLEXÕES / Mavilia Reis

Este livro contém textos sobre o Homem, “seu estar no mundo” e as circunstâncias que o rodeiam. Seu objetivo é proporcionar um momento de reflexão sobre nós mesmos. Quem o ler, poderá fazer sua própria reflexão so bre cada texto.

REFLEXÕES E PENSAMENTOS POÉTICOS / Newton Nazareth

Numa frase se exprime um pensamento... Num parágrafo se faz uma comunicação formal... Numa página se narra um fato... Num livro se mostra o ego e tudo que está latente no seu interior. E foi assim, aos poucos fui construindo este simples projeto, colocando cada dia uma ideia no papel, como se fosse o assentamento de um tijolinho numa construção.

REFLEXÕES II / João Manoel Gobbi de Oliveira

Neste trabalho, o autor dá continuidade à obra “Reflexão-um despertar para uma nova vida”, mantendo as expressões simples e objetivas que conduzem o leitor a uma sequente reflexão sobre temas que, expostos dessa forma, tornam-se de fácil entendimento. Os contos e fábulas, quando examinados com atenção, ensejam, por si só, uma meditação concentrada nos ensinamentos que podem, quando assimilados, melhorar muito a qualidade de vida do Homem.

REFLEXÕES III / João Manoel Gobbi de Oliveira

A linguagem simples e de fácil compreensão usada na apresentação de um dos vários métodos de auto-observação, faz o livro Reflexões III – Um despertar para uma nova vida nos levar a um melhor entendimento quanto às características e impulsos natos que nos acompanham por muitos e muitos tempos (reencarnações).

REFLEXOS DO PASSADO / Magali Oliveira

Costumo dizer que o que prende o leitor a uma obra exemplar como esta de Magali Oliveira, é a sedução que sua produção textual provoca no interlocutor, pela identificação que ele, a cada linha percorrida, experimenta a partir da excelência de uma escritora indubitavelmente carismática e humanamente criativa.

REMINISCÊNCIAS / Vadô Cabrera

Neste primeiro trabalho, o poeta Vadô Cabrera reúne poesias em dois tempos: do início da juventude, quando começou a escrever e dos tempos maduros, já com família constituída, passando por temas atuais.

REPYRUKER - A Gruta Proibida / Ricky Oz

A Ilha Ázagus é protegida por quatro grandes mestres mágicos, cada qual com sua especialidade. Cada um cuida da sua própria cidade, mas quando vários monstros e criaturas mutantes surgem para atacar os humanos, somente quatro não são suficientes para detê-los. Cem aprendizes são escolhidos em cada cidade.

RESPLANDECER / Leandro Ranamir

Escrever sempre me pareceu algo fascinante, não escrevi este livro focado exatamente em algo, as palavras que neste livro estão, saíram de pensamentos que achei interessante passar para o papel.

RETALHOS DE UMA VIDA / Veraiz Souza

Livro de poesias onde a autora relata em versos seus sonhos: realizados, vividos e ou imaginários. Onde relata parte de sua vida entre sonhos e realidade. Levando o leitor a se emocionar e sonhar com a leitura agradável dos textos.

RETICÊNCIAS / Marcelo C. Carvalho

Esta é uma história de amor e fantasia. Uma história passada em várias épocas e em várias partes deste mundo e além dele. Esta é a história de Martin, um garoto inglês que sempre sentiu–se diferente. Muitas vezes ele achou que não pertencia a lugar algum. Mesmo assim, sempre fez de tudo para ter uma vida normal.

RETRATOS URBANOS / HP Thumé

Ávido leitor desde a adolescência, HP Thumé pratica a escrita como forma de expressar criação. Cultuador da “Última Flor do Lácio”, embora saliente o descompromisso com academismos, busca a composição literária através de uma estética compreensível. Durante o período exercido de professor universitário desenvolveu a escrita técnica, que o auxilia na estruturação de temas.

RETROSPECTIVA COM DEUS / Julio Celso Simões

O Universo de Deus é imenso, grandioso e perfeito em todos os sentidos. Tudo se move, tudo tem um destino, tudo teve um começo e tudo terá um fim. Só Deus, criador do Universo, será eterno. Muitos milagres acontecem todos os dias a milhares de pessoas: homens, mulheres, crianças, idosos, não importa sua classe social, cor, religião ou mesmo o local do planeta em que vivem.

REVISTA E JORNAL / Valdinar Monteiro de Souza

Revista e Jornal: Crônicas Escolhidas é composto de crônicas selecionadas dentre as escritas pelo autor de 2011 a 2013. São textos que tratam do cotidiano, nos quais o autor  lança seu olhar crítico e, às vezes meio cínico ou brincalhão, sobre, dentre outros assuntos,  a religião, a Bíblia Sagrada, o Direito, sua visão sobre o semelhante e a sociedade em que vive.

RINCÃO DOS CANÁRIOS / Desiderium

Mário Quintana escreveu: “O passado não reconhece o seu lugar: está sempre presente”. Sabemos que o presente é um fugidio instante que está sempre se transmutando em passado. O leitor encontrará na narrativa sobre os personagens deste livro uma constante mistura de pretéritos que insistem em estarem presentes. Na Física Relativística a dialética sobre a dualidade espaço-tempo é perturbadora.

ROTINAS E SURPRESAS / Mirian Menezes de Oliveira

Rotinas e Surpresas: espirais de vida foi concebido em Kairós... nas rotinas surpreendentes oferecidas pela vida... nos momentos reflexivos, proporcionados pelo “ócio criativo”. O ambiente fértil para as inspirações, em versos e imagens, foi o litoral norte de São Paulo (local simples e belo... repleto de encantos).

RUA 14 DE MAIO / Chaguinha do Biá

Chaguinha do Biá tem redobrado suas reflexões sobre as raízes da infância e às recordações de seus antepassados e, através de seus pequenos textos – infantis, poesias, fábulas e crônicas – consegue trazê-los de volta à nossa atualidade. Este livro, recheado de contos, aborda a temática da nossa educação ambiental como um dos verdadeiros pilares do aprendizado para compreender e preservar o meio ambiente.

RUA QUATRO JORGE TEIXEIRA IV / Chaguinha do Biá

Neste novo livro, Rua Quatro Jorge Teixeira IV, o poeta Chaguinha do Biá apresenta, a seus leitores, textos que valorizam a nossa querida Floresta Equatorial, também chamada de “Pulmão Verde”, para que, através destas novas aventuras literárias, descubram na poesia uma forma de se expressar livremente e, ao mesmo tempo, fazer um grito de alerta contra a destruição do meio em que vivemos.

RUMO AO CENTRO / Pedro Curimba

Leide enfrutava, adquiria tempero. Aos poucos Tião passou a reparar no olhar cobiçoso dos caboclos que vez em quando passavam por lá. Leide saindo do rio, o vestido molhado acentuava as curvas que iam arredondando, virando mulher, embonitando... Tião mais de uma vez se surpreendeu reparando no banho da menina numa prainha do rio Guaporé. Desviava o olhar, medo que ela visse, mas mesmo sem querer reparava – peitos estufando, pelos engraunando, quadril alargando na cintura fina, pensamento voava nas noites longas.

SE PRECISAREM DE MIM, ME CHAMEM / Osmar Baptista Silva

Muitas pessoas passam por situações desagradáveis na infância e durante a vida adulta. São mágoas, frustrações, ressentimentos, medos que podem causar traumas e interferir em seu comportamento pelo resto da vida causando desconforto e problemas de relacionamento no lar, no trabalho e na sociedade. Essas emoções negativas dificultam o seu desenvolvimento e afastam as oportunidades de serem mais saudáveis e felizes.

SEGREDOS NOS QUINTAIS / Vânia Rodrigues de Oliveira

Segredos nos Quintais conta a história de amizade e aventuras de dois garotos de mundos muito diferentes que, contrariando todos os preconceitos, conseguem crescer juntos e superar dificuldades. O pano de fundo desse relacionamento se passa naquele lugar muitas vezes esquecido e cheio de mistérios que são nossos quintais.

SEGURANÇA NA IMPRESSÃO DIGITAL / Paulo Addair

Segurança e impressão digital lembram polegares e identificação criminal. Mas não é esse o nosso caso. Aqui vamos falar sobre outro tipo de impressão digital; vamos falar sobre as técnicas e cuidados para garantir a segurança de impressos feitos por meio digital.

SEMEAR ENQUANTO HÁ TEMPO / Maria Lília Astori Zanuncio

Semear enquanto há tempo, é o 2º trabalho literário da autora, feito com o intuito de levar ao leitor um pouco da experiência de sua vida, seus sonhos, suas fantasias, seus valores e a esperança de ajudar com suas poesias a fazer reflexões... Convida o leitor a viajar nos textos e conhecer o coração e a sensibilidade da escritora e poetisa.

SEMENTES AO VENTO / Leila Bomfim

“Na maioria das vezes não nos damos conta de como nossas atitudes podem mudar um pensamento, um caminho, uma vida. Somos referência o tempo todo. Tem sempre alguém que nos admira e que vê em nossas atitudes um exemplo a ser seguido.

SEMPRE 20 ANOS / Suzana da Cunha Lima

Nestes dezesseis contos e uma bela poesia ao pai, Suzana passeia pelos mais variados gêneros, desde o fantástico ao realismo cru, o hilário e o ficcional, filosófico ou policial, com desenvoltura tal, que nos sentimos também como personagens de seus envolventes enredos e tramas. Como não nos emocionarmos com o lirismo embutido em O Nome do Livro, O Ladrão e o Anjo, Marcas nas Paredes e E agora? Ficamos até chocados e com vontade de interferir nos contos Fim de Linha, Aconteceu num Sobradinho, Medo e O Segredo de Mariana.

SEMPRE COM DEUS / Sandro Aparecido Nunes

Este inspirado livro, apresenta poesias e preces que se manifestaram de repente em minha mente, a intenção é mostrar com uma linguagem poética que o Altíssimo estava, está e estará sempre presente em nossas vidas, nos ensinando lições que levaremos pela eternidade.

SENTINDO NA PELE / Olga Aparecida Matsui

Este livro conta a emocionante trajetória de Olga ao enfrentar seu pior inimigo: o vírus da hepatite C. Alguns anos após descobrir que é portadora do vírus, iniciou o árduo tratamento para eliminar a doença, que enfrentou com muita perseverança, garra e determinação. Além de contar sua história desde o dia em que descobriu a doença, a autora ajuda os portadores e familiares a enfrentar este período com otimismo e bom humor.

SERÃO APENAS CANTOS E SOMBRAS ASSIM COMO VOCÊ? / Franck

Arte, filosofia, psicanálise, humor, paixão e mistério estão nessa obra ficcional, onde os fatos apenas margeiam verdades, falseiam a história e conjecturam o enredo na trama protagonizada por LucMee. As personalidades dos protagonistas históricos são imaginárias e não intentam a realidade. Alguns personagens foram abstraídos do cinema, da literatura, da mitologia, pois também perambulam em conjunto no psiconeuromundo atemporal.

SIMPLES ASSIM / Cassia Sant'Anna da Silva Dias

Simples assim... é o livro de estreia de Cassia Sant’Anna da Silva Dias. Trata-se de uma coletânea de textos curtos, de fundo autobiográfico, mas que, valendo-se de situações cotidianas, é capaz de encontrar ressonância em cada um de nós, que certamente já vivemos várias das situações descritas pela autora.

SIMPLES ASSIM / Chagal

Chagal é dono de um estilo enxuto, visão direta e palpitante da realidade. Leva-nos através de uma linguagem fluente e técnica requintada a viajar pelo universo de sua inteligência e sensibilidade.

SOU FELIZ, SOU CORINTHIANA / Laura Masui Andriani

O que é, afinal, amor ao futebol? Talvez cada um tenha uma opinião diferente, mas no fundo acho que o futebol em si é uma arte. A gente fica na frente da TV por duas horas – eu adoro isso! – vibrando, gritando, xingando e ainda por cima querendo dar uma de técnico. O que é belo, o que é sensível, tem que ser mostrado e visto muitas vezes, como, por exemplo, um gol de falta, uma bela jogada ou um olhar fixo para ver se a bola entrou. É uma coisa bonita, que encanta.

SUAVE / Paula Dias

Com Suave – Um amor sem limites, a arquiteta Paula Dias estreia na ficção sem receio de ousar. Ela assume o romantismo mais extremado num tempo em que estamos cada vez mais endurecidos pela razão, e presos em velhos preconceitos e dogmas. E é assim também que este livro deve ser lido. Esquecendo o verossímil e atirando-se de cabeça nesta estranha história de amor.

TEATRO DO ABSURDO / Robson Miguez

Dezembro de 1997. Entrava em cena o Teatro do Absurdo, livro de estreia de Robson Miguez. O poeta tanto fez que conseguiu: articulou parcerias, selou apoios culturais e arrecadou doações até tornar possível a publicação dos manuscritos. Foi uma típica edição de autor, de tiragem reduzida, vendida, pessoalmente, cada exemplar.

TEMAS GERAIS DE PROTEÇÃO AOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE / Helen Cris Cosme de Carvalho

O entendimento propulsor deste trabalho tem como alicerce a convicção de que a Criança e o Adolescente são merecedores de direitos próprios e especiais e que, em razão de sua condição específica de pessoas em desenvolvimento, estão a necessitar de uma proteção especializada, diferenciada e integral. Pode-se perceber a adolescência naturalmente como uma fase turbulenta, não se deve ocultar que se, marcada pela violência estatal, social ou familiar, pouco ou nada terá de transição.

TEMPESTADE INTERIOR / Gina Barros

É um livro onde dúvidas e medos existenciais nos apresentam poesias que oscilam entre o extremismo romântico e a dramaticidade de ser. Nascem através da inquietude da autora, ao observar o mundo e sua fragilidade diante dele. Escrito com extrema sensibilidade, busca o entendimento, a superação do vazio existencial e principalmente, a superação de si mesma.

TEORIA DO AUTOCONHECIMENTO / Armando Campos de Maria

“Baseado em estudos perceptivos com o consumo de plantas enteógenas, principalmente cannabis” Vivo dentro de duas esferas, uma delas faz o meu contato com a matéria e a outra que está sobre ela faz o meu contato com o além da matéria, a um plano metafísico ou que pode ser chamado também de astral.

TERRA - HISTÓRIA DE AMOR / Marizia Cezar

INCLUSÃO NO PLANETA - Pela Arte e pela Comunicação - Com o fim de integrar o deficiente auditivo em relação às experiências visuais, principalmente, recorrendo ao uso da Linguagem Brasileira de Sinais: ouvir o próprio corpo para escutar a Terra através da Poesia numa proposta de tradução para a linguagem de sinais de LIBRAS, em transposição como coreografia para dançar o silêncio numa audição visual e tátil, perceptomotoras.

TESOUROS DA BULGÁRIA / Demetrio I. D Ivanoff

Um longo passado esquecido da História se escondia na Bulgária, onde extraordinários monumentos arqueológicos pré-históricos e de antigas civilizações se espalham por suas terras e vêm sendo continuamente descobertos e pesquisados. Ali foram encontrados os mais antigos vestígios humanos da Europa, as evidências de suas primeiras sociedades humanas organizadas e o tesouro de ouro mais antigo do mundo.

THE VISA SAGA / Marvi del Nero

“Mum, you must come here, this country is so you!” In December 2001 Marvi landed in Sydney to be reunited with her younger son. Falling in love with the Sunburnt Country was instant. Till death do us part, she thought; till visa requirements tear us apart, she was to learn. The Visa Saga retells the peculiar story of this aspiring migrant with a touch of South American flair and a passionate Latin voice.

TODOS CONTRA O CRACK! / Pedro Cagna

Eric Lawson, mais um Marlboro Man perdeu a vida por causa do tabaco. Eric Lawson tinha 72 anos e fumava desde os catorze. Foi na década de 1970 que deu cara ao famoso cowboy da marca. A imagem do cowboy da Marlboro continua presente no imaginário da publicidade e tornou-se um dos anúncios mais lendários, mesmo depois de banido com as regras mais apertadas contra o tabagismo.

TODOS OS CAMINHOS / Neide Rocha Potugal

Neide Rocha Portugal - Natural de Cornélio Procópio (PR), Neide nasceu em 29 de dezembro de 1947. A psicopedagoga, engenheira agrônoma, poeta, escritora, artista plástica e professora voluntária das redes pública e privada, também é pioneira na introdução do Haicai na APAE (2005). É membro da União Brasileira de Trovadores desde 1992 e do Grêmio Haicai Ipê, São Paulo (SP), desde 1995.

TOMADA DE CONTAS ESPECIAL / Arides Leite Santos

Tomada de Contas Especial (TCE) consiste no procedimento instaurado por órgão ou entidade da Administração Pública para apurar autoria, materialidade e culpabilidade por ilícito cometido na guarda e aplicação de recursos públicos (fase interna).

TRIBUTO A UM HERÓI / Coronel PM José Carlos Xavier

O livro registra dados históricos sobre a Campanha do Vale do Ribeira (combate à guerrilha rural na década de 70), sob o ponto de vista de um dos policiais militares que participou ativamente do fato, José Carlos Xavier. Consta também o martírio de Alberto Mendes Junior, executado covardemente por guerrilheiros-herói da epopeia. Fatos da época de 1970 são entremeados por constatações recentes, de 2013, por meio de visitas e entrevistas, realizadas pelo autor durante um ano de trabalho de pesquisa e a campo.

U.S.S. / Diego Kerber Peixoto de Carvalho

O que cinco amigos de colégio, uma sociedade secreta e Flores de Lwes podem ter em comum? A chance de salvar o planeta! Ao acordarem num 1º de abril de 2070, João, Simão, Pedro, Carlos e Emanuel receberam um convite.

UM ESTADISTA URGENTE / Julio Cerqueira Cesar Neto

O objetivo principal de Um estadista urgente – São Paulo está precisando é chamar a atenção para uma mudança radical ocorrida no comportamento dos governos e da sociedade a partir do início da década de 1990 e que tem passado despercebida por grande parte das pessoas. Os governos deixaram de governar, passando a se dedicar exclusivamente aos processos eleitorais, e a sociedade deixou de reclamar e exigir seus direitos.

UM QUARTO DE NADA / Lory Torquato

Em um quarto de nada, Lory Torquato fala de si para si. Com autenticidade, traduz sentimentos conhecidos por todos, por meio de palavras apropriadas, que poderiam ser escritas pela metade e, ainda assim, seriam suficientes para que um semelhante encontrasse, ali, sua própria emoção.

UM RELACIONAMENTO MAIS CONSISTENTE COM DEUS / Moisés Nogueira de Faria

O Senhor decidiu se relacionar com  as pessoas, mesmo sendo um ser acima de todos. Deus é poderoso, mas não despreza o homem. Ele é Deus de longe e de perto, muito próximo àqueles que desejam conhecê-lo. No entanto percebe-se atualmente que muitos se aproximam, mas poucos estão realmente perto, conhecê-lo de verdade é para poucos.

UM SEGUNDO / Guilherme Pupo Falconni

Um Segundo: Poesias admirativas de mirações casuais – é a continuidade da apresentação da poesia de Guilherme Pupo Falconni. Nessa obra a possibilidade dos sentidos e o jogo de palavras são experimentados ao limite em poesias ousadas e rebeldes ao mesmo tempo que lúdicas e brincalhonas. As poesias aqui reunidas correspondem ao momento anterior aquele apresentado em o Livro Último (2003 – 2013).

UMA DÚZIA DE PEQUENOS CONTOS CONTADOS / Sami Tebechrani

Realidade e ficção se juntam. Dessa mistura surgem relatos que emocionam. Relações entre familiares ou entre amigos brotam com sabor de suspense, desconfiança, perda, dedicação, romance, amor, traição, aventura, alegria. O cotidiano de uma pequena ou grande cidade surge como cenário para dar suporte a esses relatos. Caminhar por eles dá a sensação de participar, em algum momento, do jogo daquelas relações. Caminhemos...

São doze. Paulino caminhava sem rumo. A escuridão era total. Sentiu-se em um mundo estranho. Não sabia o que estava acontecendo e não encontrava o seu destino...

UMA FONTE DE ESPERANÇA / Maritza Olivi

Uma doença como o câncer entra sem pedir licença na vida de duas pessoas que se amam, e a partir de então, a fé e a esperança, aliadas ao amor, provam que é possível superar barreiras, antes intransponíveis.

V DE VAGINA / Adriana Rocha

Adriana Rocha - Nascida em Mogi das Cruzes, é apaixonada por livros desde criança. Formada em Enfermagem rende-se ao amor às letras, às histórias e poesias.

VERDADE INTERIOR / Ivete de Campos

Caro leitor, você irá encontrar aqui conselhos práticos, filosofias, valores, questionamentos, abordagens psicológicas e espirituais escritos de maneira fácil, numa linguagem simples e objetiva. Você vai se encantar e se emocionar, concordar e discordar, parar para pensar, pensar coisas novas, e certamente ao terminar o livro você terá se tornado uma pessoa melhor.

VERDADES TEMPERADAS / Ricardo Carneiro Leão

Foi este anúncio que encontrei, na sessão de classificados de um grande jornal, em um domingo frio e chuvoso que estava descontraído procurando o que fazer.
- Vendo um poema.
Se você quiser comprar, vou logo avisando: não é um poema qualquer escrito por um poeta em guardanapo ou em papel de pão na mesa de um bar curtindo uma desilusão. É um apaixonante poema escrito para uma mulher por um poeta morto que continua vivo no homem que não quer mais poetizar. Foi o último poema que o poeta que hoje está morto escreveu antes de morrer.
- Não estou vendendo por estar precisando de dinheiro, o que tenho é suficiente para me levar até não precisar mais de ar para respirar. Estou vendendo porque não preciso mais ler os versos que foram construídos e continuam em segredo nos meu arquivos onde tem muitos outros sem grande importância que um dia serão destruídos.

VERSO AMIGO / Carlos Alberto Fiore (org.)

Verso amigo, verso bom, verso prazenteiro. O verbo, quando bem dirigido, alicerça amizades, fortalece as relações e alimenta a alma. O verbo, em forma de versos, cumpre estas e outras funções de maneira doce, criativa e marcante. Vida longa ao Verso, Vida longa ao Verbo encantado com os tons da Poesia!

VERSOS ÍNCUBOS / Igor Buys

O poeta e artista plástico inglês William Blake (1757 – 1827) tem o seu estilo, muito peculiar, definido como — arte fantástica. Diria que os textos predominantes na obra em questão merecem ser chamados também, como os de Blake, de poesia fantástica.

VIA LÁCTEA / Davi Bezerra de Souza

 

O livro trata de temas diversos, como a preocupação sobre o tempo, a desigualdade social e expressões pessoais do autor. São poemas compostos sob céus diversos, daí a sua diversidade. Ora quebro a métrica, ora a abandono de todo.

VIAJANDO NAS LEMBRANÇAS / Marilina Baccarat de Almeida Leão

Passo parte da vida perdida, no mundo das lembranças... Divido minhas lembranças com o mundo real, lembrando-me da infância, onde tudo parecia ser sonho... Histórias, que me levavam a viajar por caminhos inexplicáveis, porque são caminhos, que não se tocam, só se sentem e se sentem o lembrar das lembranças... Ao longo da vida, perguntamos a nós mesmos: o que estaríamos fazendo, ali, no mundo das lembranças? Momentos tão diferentes do mundo real. Lembranças, que ficaram gravadas, em nossa memória, para sempre. Um mundo diferente, é o das lembranças, que se completa e é compatível com o mundo real.

VIAJANTE / Nêodo Ambrosio de Castro

 

Somos todos viajantes, do nascimento à morte. Cada um de nós tem a própria estrada e todas começam com quase as mesmas características. Ao iniciarmos essa viagem, podemos construir as diversas etapas de nossa jornada.

VIGÍLIA / Abel Reginatto

Wladimir Klein trabalhava em sua caminhonete fazendo transportes. Teve uma perda muito grande em sua vida numa época em que se encontrava em crise religiosa.

VIVÊNCIAS / Hebe C. Boa-Viagem A. Costa

Após publicar várias obras e participar de mais de trinta antologias, a autora resolveu agrupar algumas dessas participações em um único livro. O critério usado para a seleção do que seria incluído no novo trabalho foi o de relatar “preciosos instantes”, considerados como “vivências” reais ou imaginárias.

VIVER É FÁCIL... / Nilda Luz

Este livro representa uma singela homenagem ao valente português de todas as eras que, enfrentando enormes obstáculos, lançou-se às grandes aventuras por “mares nunca dantes navegados” e conquistou novos horizontes. Nossa grande admiração por esse pitoresco país que conserva através dos séculos o seu maior tesouro: um povo forte, simples e hospitaleiro.

VOCÊ ACREDITA EM DESTINO? / Waldomiro da Silva Prado

História de vida baseada no autor, que procura encorajar as pessoas a lutar, acreditar no seu próprio potencial por meio de perseverança, trabalho, dedicação e Fé. Não ficar esperando as coisas cair do céu, ir a luta com garra e determinação. Todos conseguem, não basta somente sonhar. Temos que ter coragem para fazer dos nossos sonhos uma realidade. Fé não poder faltar.

VOCÊ É O QUE VOCÊ COME / Carlos Machado

Estar jovem até o final da vida? Envelhecer com saúde. Por que engordamos? A alimentação e os bons hábitos estão intimamente relacionados com o envelhecimento. Comemos em excesso: gorduras, sal, açúcar, carboidratos, guloseimas e bobagens, com deficiências de: fibras, vitaminas, minerais e água. Tais fatos estão levando à Epidemia de Obesidade, inclusive nas crianças, e aumento das doenças, Hipertensão Arterial, Diabetes, Alzheimer, Infartos e Derrames.

VOOS EM DESCUIDO / Dilson Solidade de Lima

Voos em Descuido, síntese do pensamento e da estética lírica do poeta. Poemetos de verdadeiro entrechoque e conceito formais onde se estabelece a catártica relação do eu lírico com seus outros “eus” num xadrez de lumes e sombras somando-se a filosóficos ludos. Pílula das sensações, percepções mais sutis, suaves cadências e abismos imagéticos cromatizam essas páginas, arquitetadamente utilizadas como ponte ao poema, moldura para o líquido lírico que a incandesce e inunda.

VOZ DO CORAÇÃO / M. Veloso

Há Pedras no Caminho, este livro busca promover o nosso encontro com um universo de instantes vividos e a viver em cada um de nós. Uma aula de vida compactada em um livro repleto de momentos mágicos e reais e que agora também poderá ser e que, agora descoberto por nós, em um encontro de energias e muita fé, em um novo despertar.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home